A atriz Viviane Araujo ostenta, atualmente, o recorde de ser a rainha de bateria do Grupo Especial do Carnaval carioca que está há mais tempo no cargo. Em 2024, a beldade fará o seu décimo sexto desfile consecutivo à frente dos ritmistas da “Furiosa”, do Acadêmicos do Salgueiro. Ao longo desse período no posto, a artista esteve presente em momentos históricos da agremiação como o título de 2009, com o enredo “Tambor”, além dos vice-campeonatos de 2008, 2012, 2014 e 2015. No entanto, Viviane não esconde o desejo de participar de uma nova vitória salgueirense, que representaria a tão sonhada décima estrela da vermelha e branca da Tijuca, e com isso fazer ainda mais história na Academia do Samba.

“Estar como rainha de bateria há tanto tempo representa para mim todo uma vida, sabe? Uma vida de uma dedicação, de um amor intenso e incrível que eu tenho com essa entidade que é o samba, que é o Carnaval. E o fato de ser aqui no Salgueiro é algo extraordinário, porque é a escola que me acolheu, que me recebeu, onde realmente eu fiz a minha história, deixei a minha marca. O Salgueiro é a minha casa, é a minha família. Aqui, eu tenho amigos, tenho amores incríveis. Os mestres são meus irmãos, a gente se fala direito, estamos sempre juntos. Mas não só eles, tenho essa relação próxima com várias outras pessoas da escola. A gente realmente é uma família, que está aqui para somar um com outro. Todos têm o mesmo objetivo, que é fazer o melhor pelo Salgueiro”, refletiu Viviane.

Foto: Nelson Malfacini/CARNAVALESCO

Recentemente, a beldade foi homenageada pelos seus mais de 15 anos como rainha de bateria do Salgueiro. Na ocasião, a atriz recebeu do presidente da escola, André Vaz, um certificado de honra ao mérito. Além disso, o carnavalesco da agremiação, Edson Pereira, entregou nas mãos da majestade salgueirense o desenho do figurino que ela usará na Avenida no ano que vem. Na conversa com a reportagem do site CARNAVALESCO, Viviane Araujo relatou o que sentiu ao ver a fantasia, além de relatar um pouco sobre como será os preparativos para o desfile de 2024 a partir de agora.

“É uma fantasia linda. O Edson, realmente, é um carnavalesco que tem umas ideias incríveis e acho que vai ser um figurino que as pessoas vão gostar muito. Só isso que eu posso dizer. Quanto à coreografia, a gente ainda vai pensar em alguma coisa. Estávamos esperando ter o nosso samba para a gente poder ensaiar as boças, as paradinhas, tudo legal. Então, só a partir disso que devo criar alguma coisa”, contou a rainha.

No ano que vem, o Salgueiro será a terceira escola a cruzar o Sambódromo da Marquês de Sapucaí no domingo de Carnaval, dia 11 de fevereiro, pelo Grupo Especial. A agremiação levará para Avenida o enredo “Hutukara”, que pretende fazer um alerta em defesa da Amazônia e em particular dos Yanomami, que sofrem efeitos da ação de garimpeiros na sua região. O desfile terá a assinatura do carnavalesco Edson Pereira, que fará seu segundo trabalho consecutivo na Academia do Samba.