InícioConfetesCinco novos blocos passam a integrar a Sebastiana

Cinco novos blocos passam a integrar a Sebastiana

Monobloco, Fogo & Paixão, 442, Superbacana e Tá Pirando, Pirado, Pirou! chegam à tradicional associação de blocos do Rio de Janeiro; Escravos da Mauá e Ansiedade, blocos fundadores da Sebastiana, deixam de desfilar

A Sebastiana (Associação de Blocos de Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e Centro) anuncia a chegada de cinco novos blocos em 2023: Monobloco, Fogo & Paixão, Bloco 442, Superbacana e Tá Pirando, Pirado, Pirou! passam a integrar a associação, fundada em 2000 por blocos tradicionais do carnaval carioca. Outra novidade diz respeito a dois de seus fundadores, Ansiedade e Escravos da Mauá, que decidiram não desfilar mais a partir do carnaval de 2023. A partir de agora, a Sebastiana passa a responder por mais de 1 milhão de foliões do carnaval de rua do Rio de Janeiro.

Foto: Sérgio Araújo Pereira/Divulgação

“Após dois anos de pandemia, sem os blocos nas ruas e com inúmeras e dolorosas perdas, o momento é de retomada e de renovação, com a incorporação de ideias, novos ares e parcerias, abrindo novos canais de diálogo e amplificando a nossa ação. A chegada desses blocos a uma associação com nossa história, que se tornou referência no país, não é algo simples e nem rápido. Ao longo dos últimos meses, identificamos com muito carinho blocos que tinham sinergia com o nosso posicionamento e atuação, e que ao mesmo tempo podiam trazer novidades artísticas e de linguagens musicais”, explica Rita Fernandes, presidente da Sebastiana.

O entusiasmo é compartilhado pelos novos integrantes da Sebastiana. Para João Marcelo Oliveira, representante da Comissão de Comunicação do Fogo & Paixão, o bloco que anualmente leva 40 mil pessoas ao Largo São Francisco de Paula e é conhecido pelos clássicos do brega, o convite não poderia ter surgido em melhor hora.

“É uma honra para o Fogo & Paixão fazer parte da Sebastiana ao lado de tantos blocos que representam a história do carnaval de rua carioca. O convite veio num momento mais que feliz, pois estamos passando por transições internas importantes e isso nos deu um grande incentivo”, destaca João Marcelo Oliveira, representante do Fogo & Paixão.

Unindo os metais à batucada para levar o melhor da música POP ao Carnaval de rua, o Bloco 442 vai do pagode ao axé e, por mais um ano, vai exaltar em seu desfile as características da cultura carioca. “Como um bloco que nasceu das ruas, sabemos a importância de conservar e dar força ao movimento popular e democrático que é o Carnaval. Uma festa aberta, que leva alegria através da música e das fantasias. É com imensa alegria que integramos a Sebastiana, que é de extrema importância pela conservação e longevidade da cultura e do carnaval carioca”, ressalta Lucas Galantine, sócio-fundador do Bloco 442.

Ainda impactados pelas perdas de integrantes na pandemia, os integrantes do Tá Pirando, Pirado, Pirou! estão animados com a novidade. “É uma grande alegria fazer parte da Sebastiana e integrar ainda mais a nossa diferença à cultura do Carnaval de rua do Rio de Janeiro. No próximo Carnaval, desfilaremos na Avenida Pasteur com o enredo “Gurufim pra Recomeçar”, uma homenagem à memória dos encantados”, conta Alexandre Ribeiro, coordenador do Coletivo Carnavalesco Tá Pirando, Pirado, Pirou!

Conhecido como o bloco da Tropicália, o Superbacana leva às ruas o melhor dos repertórios de Gil, Caetano, Jorge Ben Jor, Os Mutantes, Tom Zé e Gal Costa que, infelizmente, nos deixou recentemente. “Estamos muito felizes porque conhecemos a trajetória da Sebastiana, ao longo desses mais de 20 anos, e sabemos da importância histórica dessa associação. É uma honra fazer parte de um novo e marcante momento e estar ao lado dos blocos tradicionais do Rio de Janeiro. Estamos muito empolgados e cheios de expectativa para o Carnaval 2023. Vai ser incrível! Vai ser Superbacana!”, afirma Dida Melo, idealizador e diretor geral do bloco.

A Sebastiana foi fundada em 2000 por 12 blocos: Ansiedade, Barbas, Bloco de Segunda, Carmelitas, Escravos da Mauá, Gigantes da Lira, Imprensa Que Eu Gamo, Meu Bem, Volto Já, Que Merda é Essa, Simpatia É Quase Amor, Suvaco do Cristo e Virtual. Primeira associação de blocos de rua do Rio, a Sebastiana foi criada por representantes de agremiações que surgiram a partir da abertura política nos anos de 1980, com a campanha das Diretas Já. A associação trabalha desde então pelo resgate e manutenção da tradição do Carnaval de rua do Rio de Janeiro, por uma política pública inclusiva e democrática para o carnaval de rua e pela manutenção das suas características originais e primordiais: liberdade de expressão, ocupação artística territorial descentralizada, democracia para todos os foliões, diversidade e pluralidade de linguagens, e valorização da cultura popular.

OS NOVOS INTEGRANTES

Fogo & Paixão
Muito mais que um estilo musical, o gênero brega ganhou, nos últimos anos, um novo status no carnaval do Rio de Janeiro com o Fogo & Paixão. O bloco que canta e exalta o amor, a irreverência e a alegria sem limites, leva cerca de 40 mil pessoas todos os anos, no domingo de pré-carnaval, ao Largo São Francisco de Paula. O repertório conta com músicas de Reginaldo Rossi a Roupa Nova, de Sidney Magal a Luiz Caldas, de Rosana a Xuxa, além das canções do eterno muso, Wando, que deu nome ao bloco. O bloco é formado por uma bateria com cerca de 100 ritmistas, a Bateria Sem Limites, que faz uma divertida releitura dos clássicos do brega com novos arranjos que misturam samba, xote, frevo e ciranda.

Bloco 442
O Bloco 442 surgiu no Carnaval de 2018, criado por músicos movidos pelo desejo de apresentar um repertório baseado no POP internacional, as músicas que todos amam e cantam. A formação segue a tradição das brass bands gringas (sopros e percussão) e os arranjos são compostos por ritmos brasileiros dançantes, criando assim uma sonoridade única e inovadora. Os metais cantam Shakira, Madonna, Rihanna, Beyoncé, Spice Girls e Britney Spears, enquanto a batucada suinga pelo pagode, baião, ijexá, axé e arrocha.

Superbacana
O Bloco Superbacana foi criado como uma homenagem à Tropicália, movimento cultural brasileiro revolucionário. O Superbacana apresenta um repertório repleto de clássicos da MPB com a roupagem e alegria do carnaval. As músicas de Gil, Caetano, Jorge Ben Jor, Os Mutantes, Tom Zé, Gal Costa, entre outros, são tocadas em ritmo de samba, funk, ijexá, maracatu, samba-reggae, baião, rock, entre outros. Misturando tudo isso nesse caldeirão usando, além das percussões de escola de samba, guitarras, teclado, baixo, eletrônica e o que mais estiver disponível. A representação da Tropicália vai além das músicas e chega aos figurinos, adereços e cenografia. Tá Pirando, Pirado, Pirou! O Coletivo Carnavalesco Tá Pirando, Pirado, Pirou! é um bloco formado por usuários e profissionais da rede pública de saúde mental do Rio de Janeiro e simpatizantes da causa de uma sociedade sem manicômios. Criado em 2004, em meio ao movimento de revitalização do carnaval de rua carioca, o coletivo completa, em dezembro, 18 anos de folia e saúde.

- ads-

Jackson Carvalho, Marcelinho Emoção e Fabão Rodrigues assumem Comissão de Harmonia no Arranco

Para o Carnaval 2025, o Arranco contará com uma Comissão de Harmonia formada por Jackson Carvalho, Marcelinho Emoção e Fabão Rodrigues. Jackson Carvalho começou sua...

Vizinha Faladeira será homenageada com conjunto de Medalhas de Mérito Pedro Ernesto

No próximo dia 23 de abril, a histórica Associação Recreativa Escola de Samba Vizinha Faladeira, uma das pioneiras no cenário do carnaval carioca, terá...

Jorge Silveira exalta preparação da Mocidade Alegre para ganhar duas categorias no Estrela do Carnaval: ‘São Paulo cada vez mais competitivo’

Em 2024, a Mocidade Alegre foi bicampeã do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, conseguindo unir beleza e facilidade de leitura para tratar...