A pouco mais de uma semana para o desfile, a Vigário Geral realizou mais um ensaio, desta vez, no setor 11 da Marquês de Sapucaí. Com trabalho específico de bateria, a escola ajustou os últimos detalhes antes de entrar no Sambódromo no dia 21. Mestre da Swing Puro, Luygui Silva comentou a importância do treino da última segunda-feira.

“Esse ano o planejamento foi um pouco diferente do que em 2020, quando nós não tivemos o ensaio técnico. Em 2022 a gente preferiu fazer esse trabalho no setor 11 depois do ensaio técnico. A gente veio ajustar os últimos detalhes antes do desfile. Fizemos um grande ensaio técnico, mas não foi 100%”, disse Luygui, antes de complementar:

“São duas bossas, e tem uma que eu gosto muito, que é a do refrão principal, onde eu paro a bateria e fica o timbal tocando, me arrepia. A expectativa não só minha, mas como de toda escola é muito grande. Estamos trabalhando quietos, na humildade, mas muito fortes. Vamos mostrar na prática. Temos certeza que faremos um grande desfile”, emendou.

Além da bateria, que terá 220 ritmistas, a Vigário Geral também levou outros segmentos para o ensaio no setor 11, como comissão de frente, casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira e alas coreografadas. Décima primeira colocada em 2020, a agremiação busca lugar mais alto na tabela neste ano com enredo ‘Pequena África: da Escravidão ao Pertencimento – Camadas de Memórias entre o Mar e o Morro’. O intérprete Tem Tem Jr falou sobre o tempo longe do Carnaval por conta da pandemia e projetou o desfile da escola.

“Parece que foram mais de dois anos, né? A espera foi muito grande, a ansiedade e expectativa só aumentaram. A escola já fez o ensaio técnico e a gente vem insistindo em aprimorar com mais ensaios. Além desse de hoje, teremos mais um no sábado, na comunidade, que será o último antes do nosso desfile. A gente passou por aqui no ensaio técnico com dificuldades por conta das chuvas lá na baixada, quatro alas não puderam vir. Mas pode esperar um grande desfile da Vigário, estamos preparados”, comentou Tem Tem Jr, antes de encerrar:

“O pensamento é positivo de todos os segmentos, tanto aqueles que contam pontos, como os que não. Somos uma família muito unida. Nosso barracão está lindo e nossas fantasias prontas. A Vigário neste momento não tem dificuldade nenhuma de apresentar seu Carnaval. Vocês podem esperar uma escola digna, forte e vamos passar rasgando a Avenida matando a saudade porque esse tempo todo longe sufocou a gente”, finalizou o intérprete.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui