InícioGrupo EspecialPortela perdeu apenas um décimo em enredo, evolução, harmonia e samba desde...

Portela perdeu apenas um décimo em enredo, evolução, harmonia e samba desde 2016; comissão de frente teve 40% dos pontos perdidos

Série 'De olho nos quesitos' vem buscando apontar aqueles que são os melhores e piores quesitos das 12 escolas do Grupo Especial nos últimos cinco anos

Após anos realizando desfiles incondizentes com a sua história, a Portela voltou a frequentar as primeiras colocações do Grupo Especial desde 2014. Nos últimos sete desfiles, a agremiação voltou entre as campeãs seis vezes, e de maneira consecutiva, um recorde na história da águia altaneira.

A série ‘De olho nos quesitos’ vem buscando apontar aqueles que são os melhores e piores quesitos das 12 escolas do Grupo Especial nos últimos cinco anos. Como dez entre dez portelenses devem imaginar, comissão de frente tem sido o calcanhar de aquilhes da escola, que corresponde por 40% do total de 29 décimos perdidos a partir de 2016. Como mostraremos a seguir, enredo, evolução, harmonia e samba-enredo são os melhores desempenhos da escola.

Confira o desempenho da Portela quesito a quesito:

Alegorias e Adereços

Desde a reformulação pela qual passou a escola, há quase dez anos, o quesito passou a ser um dos mais fortes. Apenas em 2018 e 2019 a azul e branca não gabaritou o quesito, totalizando apenas dois décimos perdidos em cinco anos. Com direito a imagens históricas imaginadas por nomes como Paulo Barros, Rosa Magalhães e Renato Lage.

Bateria

Não fosse a acidentada apresentação de 2019, a histórica Tabajara do Samba não teria perdido um único décimo nos últimos carnavais. Em 2019 entretanto metre Nilo Sérgio sofreu uma penalização de dois décimos, o que tirou a invencibilidade dos ritmistas de Oswaldo Cruz e Madureira. Foi a única vez nos últimos cinco anos onde a Portela não tirou os 30 pontos em bateria.

Comissão de Frente

Problema crônico até nas melhores apresentações da Portela. A Majestade do Samba não consegue acertar no quesito. A média de perdas em comissão de frente é de 0,2 ponto por ano, totalizando 12 décimos de desconto, 40% da perda total em cinco anos, considerando todos os quesitos. Até mesmo no título de 2017 o quesito não obteve a nota máxima, sendo o único a deixar décimos. Nos últimos três anos a situação se agravou e foram 10 décimos de penalização. A Portela perdeu 24% dos décimos distribuídos em comissão de frente entre 2016 e 2020.

Enredo

Um dos quatro quesitos onde a Portela obteve a perda mínima possível. Apenas em 2016 a águia não deixou uma apuração com os 30 pontos possíveis, considerando sempre que o regulamento descarta a menor nota e desde 2020 a maior e a menor.

Evolução

Considerada uma das evoluções mais competentes dos últimos anos, a Portela comprova tais elogios com resultados. Evolução também só perdeu um décimo nos últimos cinco anos, no carnaval de 2019. Nas demais desfiles analisados pela reportagem do site CARNAVALESCO foram 30 pontos.

Fantasias

Diferente de alegorias, este é um quesito do aspecto plástico do desfile onde a Portela tem um desempenho mais irregular. A perda total de quatro décimos foi potencializada pelo pesado julgamento de 2020, que puniu os carnavalescos Márcia e Renato Lage em três décimos. Anteriormente Rosa Magalhães havia perdido um décimo em 2018 e nos demais desfiles a Portela alcançou os 30 pontos.

Harmonia

Um dos quatro quesitos onde a Portela beirou a excelência. O décimo perdido em harmonia no desfile de 2020 foi o primeiro dos últimos cinco carnavais da Portela. Atualmente a agremiação pode ser colocada entre as três de canto mais forte do Grupo Especial, o que talvez explique a perda mínima no principal quesito de pista de um desfile de escola de samba.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

A atuação de Marlon Lamar e Lucinha Nobre em 2020 acaba contaminando a análise se não houver atenção. Excetuando-se o desfile citado, apenas em 2016 o casal portelense perdeu décimos, em virtude da polêmica pista molhada pela comissão de frente na ocasião. Mas os quatro décimos perdidos em 2020 vira 0,5 ponto se somado com a punição de 2016, tornando o quesito o de segundo pior desempenho da Portela, apesar dos 30 pontos em 2017, 2018 e 2019.

Samba-Enredo

Considerada precursora da retomada do quesito samba-enredo a partir de 2012, a Portela perdeu apenas um décimo no quesito nos últimos nove carnavais, justamente a obra apresentada no carnaval em 2018. É disparado o quesito mais forte da escola não apenas nos últimos cinco anos, mas na década.

- ads-

Tinga sobre ter sido vencedor no Estrela do Carnaval como ‘Melhor Intérprete’ de São Paulo: ‘É uma honra ganhar pelo Império’

O intérprete Tinga está totalmente adaptado ao Império de Casa Verde. O carioca chegou ao ‘Tigre Guerreiro’ no Carnaval 2023 e logo se identificou,...

Império da Uva reforça equipe com a contratação de Alcides Kenga como diretor de carnaval

A Império da Uva deu um passo significativo ao adicionar Alcides Kenga à sua equipe como Diretor de Carnaval. Com mais de três décadas...

Unidos de Padre Miguel celebra São Jorge com feijoada e muito samba

O dia de São Jorge será de muita animação na Unidos de Padre Miguel. A escola da Vila Vintém irá comemorar com uma superfesta...