InícioGrupo EspecialSamba-enredo conduz último ensaio de rua da Porto da Pedra no ano...

Samba-enredo conduz último ensaio de rua da Porto da Pedra no ano com forte canto da comunidade

O primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira da escola também fez grande apresentação

A Unidos do Porto da Pedra realizou, na noite do último sábado (16), seu último ensaio de rua no ano de 2023, rumo ao carnaval de 2024. A Vermelha e Branca desfilou pela Rua Feliciano Sodré, no Centro de São Gonçalo. O elogiado samba-enredo do Tigre, brilhantemente interpretado por Wantuir, foi o fio condutor para o forte canto da comunidade gonçalense. O primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira da escola, Rodrigo França e Denadir Garcia, também fez grande apresentação. O ensaio durou aproximadamente 1 hora e 15 minutos. No dia 7 de janeiro, a Porto da Pedra realizará seu ensaio técnico na Marquês de Sapucaí. O próximo ensaio de rua da escola em São Gonçalo será no dia 13 de janeiro, no bairro do Bandeirantes, como anunciou, em discurso, o prefeito da cidade, Capitão Nelson.

Para o Carnaval 2024 a Vermelha e Branca levará para a avenida o enredo: “O Lunário Perpétuo: A Profética do Saber Popular”, desenvolvido pelo carnavalesco Mauro Quintaes, que celebrará o saber popular utilizando o “Lunário Perpétuo”, seus ensinamentos e desdobramentos, como guia precioso.

“Vocês já vem acompanhando nosso ensaio, gradativamente a escola vem cantando mais e hoje não foi diferente. O que a gente está fazendo às quintas-feira, em nossa quadra, está refletindo aqui, nos ensaios de rua. A gente dá um incentivo e conversa com a comunidade sobre a necessidade de a gente ter um canto muito forte, e hoje não foi diferente. A escola está cantando muito, e assim, a expectativa é muito grande. É o nosso último ensaio de rua no ano, o próximo ensaio de rua já é o ensaio técnico, na Marquês de Sapucaí, e acho que a escola tá pronta pra chegar lá e fazer o grande ensaio”, avaliou o Diretor Geral de Harmonia da Porto da Pedra, Amauri de Oliveira.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

O casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira da Unidos do Porto da Pedra, Rodrigo França e Denadir Garcia, brindou o público presente no Centro de São Gonçalo com uma bela apresentação. A dupla, que vestia uma bela roupa vermelha, teve a missão e responsabilidade de abrir o ensaio da escola, já que os componentes da Comissão de Frente não estavam presentes. Durante as apresentações, o casal, que em 2024 dançarão como dupla pela primeira vez, mesclava elementos da dança tradicional com alusões ao samba-enredo da escola. Mesmo com o vento em determinados pontos do ensaios, a garra do casal pôde ser percebida nas apresentações, com fortes e intensos giros de Denadir, que era acompanhados por Rodrigo. Em dados momentos, quando a bateria Ritmo Feroz realizava uma bossa com ritmo de forró, o casal fazia passos da dança.

“O trabalho está fluindo bastante, graças a Deus. Estamos na fase final, agora o que temos que fazer é mais limpar braço, perna. Está dando tudo certo”, disse Denadir Garcia, que também destacou o trabalho da coreógrafa Stela Maris.

“Como a Denadir falou, estamos no finalzinho da limpeza da coreografia, a Stela [Maris] veio para somar e se Deus quiser, no dia sete, no nosso ensaio técnico, nós vamos mostrar tudo que nós vamos fazer no desfile oficial, na avenida”, completou Rodrigo França.

Samba-Enredo

O grande destaque do ensaio de rua da Porto da Pedra ficou por conta do samba-enredo da escola, obra de Guga Martins, Passos Júnior, Gustavo Clarão, Lucas Macedo, Leandro Gaúcho, Clairton Fonseca, Richard Valença, Gigi da Estiva, Abílio Jr., Marquinho Paloma, Cristiano Teles e Ailson Picanço. A obra foi a mola propulsora do canto e da animação da comunidade gonçalense ao longo de todo ensaio. O desempenho do samba só foi possível, também, graças à brilhante condução do intérprete Wantuir Oliveira e todo o carro de som da Vermelha e Branca.

O refrão principal do samba, “Quarto minguante, a moringa quase seca/Maré virou, virou luar!/Tem alambique pra beber na quarta-feira/Okê, caboclo! Tempo bom vem pra ficar!/Quarto minguante, a moringa quase seca/Maré virou, virou luar!/Tem alambique pra beber na quarta-feira/Faltava o tigre pro Lunário completar!” foi o trecho mais cantado pela comunidade.

Evolução

No ritmo do samba-enredo da escola, a evolução da Porto da Pedra ao longo da Avenida Feliciano Sodré foi realizada de maneira leve, fluída e compacta. A animação dos componentes proporcionou um ensaio leve e descontraído, mas sem deixar de ser organizado. A passagem das alas não apresentou nenhum buraco, nem mesmo nas entradas e saídas da bateria dos dois recuos montados ao longo da via. A ala de passistas da escola, vestidos de vermelho, apresentou muita leveza e samba no pé durante o ensaio, sendo muito aplaudida pelo público presente.

Harmonia

Com o bom samba da Porto da Pedra, ficou fácil para a comunidade gonçalense cantar a obra que a escola levará para a avenida no carnaval de 2024. O canto da escola pôde ser percebido em todos os setores da escola, desde o início até o final do ensaio. A ala de baianas da escola, no início da escola, e a ala “Guerreiros do Tigre”, mais para o final, foram destaque no quesito e exemplificam a linearidade do canto.

Além do já citado refrão principal, o trecho do samba-enredo em que se repete “Quem acendeu as lamparinas desse céu?” também foi muito cantado pela escola. O desempenho do carro de som da Vermelha e Branca, comandado pelo intérprete Wantuir foi fundamental para o bom ensaio da escola no quesito.

“O ensaio foi maravilhoso. É o povo de São Gonçalo, estão todos imbuídos, compenetrados e comprometidos em fazer um bom ensaio e um bom desfile. A escola está cantando muito o samba, a bateria dando esse show maravilhoso. A cada ensaio, nós estamos melhorando um pouquinho o nosso entrosamento”, comentou Wantuir.

Outros Destaques

A bateria Ritmo Feroz, de Mestre Pablo, também teve ótimo desempenho no último ensaio de rua da Porto da Pedra em 2023. Mesmo sem a presença de todos os ritmistas, a bateria realizou diversas bossas e contribuiu com excelência para a harmonia da escola. No início do samba, “Olhe pro céu onde a Lua vagueia” até “Porto da Pedra no meu coração”, a bateria, em diversos momentos, realizava um “apagão”.

A sempre presente rainha de bateria do Tigre, Tati Minerato, compareceu ao ensaio e esbanjou simpatia e samba no pé ao público presente. Quem também marcou presença foi a atriz Giovana Cordeiro, musa da Vermelha e Branca.

Veja mais fotos

- ads-

Unidos da Tijuca renova com mestre Casagrande

A Unidos da Tijuca anunciou a renovação com mestre Casagrande para o desfile do ano que vem. Ele segue no comando da bateria "Pura...

Nícolas Gonçalves acerta com Tucuruvi para fazer parceria com dupla de artistas da escola

Além da renovação de Dione Leite e Yago Duarte, o Tucuruvi anunciou a chegada do carnavalesco Nícolas Gonçalves que estará na parceria com a...

Tucuruvi anuncia renovação de carnavalescos para o desfile de 2025

O Tucuruvi anunciou nesta segunda-feira a renovação da dupla de carnavalescos, Dione Leite e Yago Duarte, para o desfile do ano que vem. Confira...