InícioSérie OuroMesclando juventude e experiência em dupla de cantores na gravação oficial, Maricá...

Mesclando juventude e experiência em dupla de cantores na gravação oficial, Maricá quer surpreender em estreia na Sapucaí

Vice-campeã geral da Série Prata em 2023, e terceira escola mais jovem do grupo, perdendo apenas para União do Parque Acari e Acadêmicos de Niterói, a União de Maricá já está dando o que falar pela estrutura que tem apresentado em suas atividades neste primeiro ano desfilando na Sapucaí, tanto na final de samba-enredo como na estrutura de barracão. A escola apostou também no investimento na mão-de-obra, trazendo nomes experientes como o diretor de carnaval Wilsinho Alves, que também comanda a direção de carnaval do Salgueiro e do diretor de Harmonia, Júnior Cabeça, que na Estação Primeira de Mangueira divide a direção de carnaval com Amauri Wanzeler. Outro nome experiente, ainda que jovem na idade, é do intérprete Nino do Milênio, que em 2023 foi a voz oficial da Mocidade no Grupo Especial. No próximo desfile, Nino vai dividir o comando do carro de som da Maricá com o jovem Matheus Gaúcho. Matheus está na escola desde a criação e participou de todos os desfiles da agremiação.

Fotos: Lucas Santos/CARNAVALESCO

“Será minha estreia na Sapucaí como intérprete oficial. Já sou cantor de apoio na Sapucaí há bastante tempo, mas a expectativa para esse momento é a melhor possível. O Nino é um grande cantor, uma das grandes revelações da nova geração, grande nome do samba recente, estamos trabalhando em uma sintonia bacana, tem o Jotapê que é o nosso diretor musical e já foi cantor do carro de som e hoje nos ajuda muito. A minha relação com o Nino é a melhor, muito fácil de trabalhar, muito tranquilo. Quando você consegue conciliar o profissional com o pessoal é ótimo, então estamos prontos para fazer um grande trabalho. A expectativa da União de Maricá é fazer um grande trabalho, brigando por fazer uma grande estreia, um grande desfile”, projeta o cantor.

Já Nino, esteve na Série Ouro, recentemente, em 2022, pela Sossego. Com passagens por Paraíso do Tuiuti, Inocentes de Belford Roxo, Unidos de Bangu, além da Mocidade já citado anteriormente, entre outras, o intérprete vem acompanhando os processos da Maricá e vê com a gravação o projeto para o desfile de 2024 ganhar uma cara.

“Estou muito feliz, a gente está com um grande samba, agora mais a vontade na escola, já conheci todo mundo, já estou adaptado graças a Deus, e a partir desta gravação o projeto vai encorpando. Nossos ensaios às sextas-feiras tem tido um bom contingente e tem sido bem legal, o nosso ensaio de rua deve começar em janeiro, muito feliz. Vou fazer um grande trabalho e mostrar que a União de Maricá vai vir com tudo”, promete Nino.

O samba que vai representar a escola no Carnaval 2024 é de autoria de Rafael Gigante, Vinicius Ferreira, Junior Fionda, Camarão Neto, Victor do Chapéu, Jefferson Oliveira, Marquinho Abaeté e André do Posto 7. Já adaptado à União de Maricá, Nino do Milênio procura focar no presente, em desenvolver um grande trabalho e projetar a escola surpreendendo a todo mundo em sua estreia na Sapucaí.

“Eu posso dizer que eu já gosto muito da escola, a cada dia que passa vou me apaixonando cada dia a mais pela escola, eu costumo me tornar um torcedor, a escola que eu estou eu me torno de corpo e alma, eu já me sinto um maricaense, e se Deus quiser e depender do nosso trabalho Maricá vai estar nas alturas”, deseja o intérprete oficial.

Gravação vai trazer um pouco mais do clima do enredo

Através do enredo “O esperançar do Poeta” a escola vai homenagear compositores que retratam a vida do povo negro através do samba e da esperança, em especial o compositor Guaracy Sant’Anna, mais conhecido como Guará. O desfile está sendo desenvolvido pelo carnavalesco André Rodrigues. Pensando em posicionar o torcedor da Maricá e o amante de samba em geral já na intenção do tema que a Vermelha e Amarela vai levar para a Sapucaí, o diretor musical da agremiação, Jotapê, explica que a faixa oficial para a Liga RJ, gravada no M&C Studio, em Marechal Hermes, musicalmente traz elementos que fazem alusão ao enredo.

“O enredo faz uma homenagem ao compositor, e tem uma homenagem dentro da narrativa para o Guará, é um momento muito especial da escola, a estreia na Sapucaí, e trazer esta temática para aquela rapaziada que faz parte do carnaval e tem função primordial que é fazer o samba, e o nome é escola de samba, é muito legal para a gente. Nós tentamos então trazer isso para a gravação da faixa, trazendo momentos do enredo que remetesse a grandes sambas, ao partido alto, tem algumas convenções bem legais que fazer parte do arranjo que a gente tenta trazer essa essência do compositor, essa relação deles com o samba, a essência do Guará. A intenção da União de Maricá na faixa é emocionar, tocar o coração daquele cara que gosta do samba raiz, do samba-enredo de verdade”, esclarece o músico.

Com jornada dupla para o carnaval 2024, o diretor de carnaval Wilson Alves, é mais um nome para fortalecer a equipe da União de Maricá. Também ocupando o mesmo cargo no Salgueiro, o dirigente compareceu à gravação do samba para o álbum com as escolas da Série Ouro e revelou a reportagem do CARNAVALESCO que a escola procurou planejar todos os passos deste processo, inclusive realizando uma gravação anterior, particular da agremiação.

“A gente faz muitos ensaios e reuniões, até porque a gente já começou os ensaios da comunidade, fazemos as sextas-feiras, a gente também já tinha feito uma gravação da União de Maricá, desta obra vencedora da final, para saber os caminhos que poderiam ser tomados, e para a gravação oficial a gente já sabia o caminho que íamos tomar. Tudo bem organizado e definido antes, as características, a entonação, as bossas que o mestre Paulinho vai fazer, que ele preparou, então já estava tudo alinhado pelas reuniões e ensaios que a gente tem feito”, conta o diretor de carnaval.

Da Intendente para a Sapucaí, mestre Paulinho é mais um que vive essa estreia

“Maricá é meu país, meu país é Maricá”, o verso final do refrão de baixo do samba que procura expressar toda a relação da escola com o município em que sua comunidade reside. Na escola desde 2022 como mestre de bateria comandando a Maricadência, Paulinho Steves conta as horas para realizar a estreia no templo sagrado do carnaval carioca. Segundo mestre da história da União de Maricá, em dois anos desfilando na Série Prata, seguindo o critério do descarte da menor nota, os ritmistas de Paulinho Steves não perderam nenhum décimo. O comandante da “Maricadência” falou sobre o tamanho do novo desafio.

“Estou aqui desde 2022 e o sonho que se sonha junto é um ‘mix’ de energia que nos leva mais motivados para esta batalha, este desafio. Graças a Deus a gente conseguiu subir para a Série Ouro. É muita emoção que a gente está sentindo, o começo de um trabalho. É o primeiro desfile da escola na Marquês de Sapucaí, é meu primeiro desfile como mestre na Avenida. Mas, estamos com a energia lá em cima para este momento, com muita positividade e agora é se dedicar ao trabalho”, entende Paulinho.

Em sua primeira gravação para o álbum da Série Ouro, o diretor de bateria revelou ao site CARNAVALESCO que preferiu simplificar o trabalho, valorizando a melodia do samba, mas deixando alguns surpresas, e introduzindo bossas e convenções pertinente ao ritmo, à obra e as características da agremiação.

“Tudo que eu converso com a minha bateria, tudo que eu proponho para os meus ritmistas da Maricadência, tem que partir de transferir a nossa energia, afinal a bateria é o coração da escola, então a gente tenta passar a vibração da escola para o mundo do samba. Eu preparei um conjunto de bossas bem criativo e com bastante pulsação, explorando as características da escola, a energia da Maricá, da comunidade, e toda a positividade do enredo. Vamos ter algumas surpresas na faixa, vai ter uma ‘pagodão’, o couro vai comer”, promete o profissional .

Em 2024, a União de Maricá irá desfilar pela primeira vez na Marquês de Sapucaí, pela Série Ouro, sendo a sexta escola a passar pela Avenida no primeiro dia de desfiles.

- ads-

Orgulho do Brasil! Carnaval 2024 do Rio trouxe R$ 5 bilhões para cidade, movimentou 8 milhões de pessoas e gerou 50 mil empregos

Em coletiva na sede da Riotur, na manhã desta quarta-feira, a Prefeitura do Rio, através da Riotur, apresentou os expressivos números do Carnaval 2024...

Igor Sorriso é o novo intérprete do Salgueiro

O Salgueiro anunciou nesta quarta-feira a contratação do intérprete Igor Sorriso. Veja abaixo o comunicado da escola. "Com coração transbordando emoção anunciamos a chegada do...

Mangueira anuncia renovação dos intérpretes para o Carnaval 2025

A Estação Primeira de Mangueira anunciou na tarde desta quarta-feira a renovação dos cantores Marquinhos Art Samba e Dowglas Diniz para o Carnaval 2025....