Com foco no Carnaval 2023, as 15 escolas da Série Ouro, que desfilam na sexta e sábado de carnaval, no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, começam a etapa de gravações de seus sambas-enredo nesta segunda-feira, 17. Pelo segundo ano consecutivo, a produção ficará sob o comando do músico e produtor Macaco Branco.

O objetivo da LIGA-RJ é manter o padrão de qualidade do produto feito no ano passado, elogiado pelo público e pela crítica especializada. Para isso, investiu em manter uma equipe com profissionais que possuem larga experiência na área, além de seguir com sua própria gravadora, o que oferece mais agilidade e liberdade no processo de criação. As gravações serão realizadas no MC Studio RJ, em Marechal Hermes, na Zona Norte do Rio.

Macaco Branco, responsável pela direção geral do álbum da LIGA-RJ, atua há 17 anos na equipe da cantora Mart’nália. Junto com a artista já ganhou dois Grammys Latino pelos álbuns “+ Misturado” (2017) e “Mart’nália Canta Vinicius de Moraes” (2019) . É também mestre de bateria da Unidos de Vila Isabel desde 2019. Na agremiação do bairro de Noel iniciou como diretor musical de 2017 para 2018, chegando ao posto de mestre no carnaval seguinte. Naquele ano ganhou o Estandarte de Ouro como Revelação e, em 2020, conquistou o Estandarte de Ouro de Melhor Bateria. O artista acumula ainda passagens pela Acadêmicos do Sossego como diretor musical em 2017 e 2018.

A equipe terá ainda cinco arranjadores: Kayo Calado, Victor Alves, Andy Lee, Victor Nascimento e Hugo Bruno. Completando o time, Maurício Fonseca, como técnico de gravação, mixagem e masterização e Jeferson Carlos na produção executiva. A gravação é feita por etapas distintas, conforme adianta Macaco Branco.

“O processo de produção começa com o intérprete gravando o samba fazendo a voz guia, com um cavaco, para poder guiar a bateria, o que chamamos de base. Em seguida, vem a gravação da bateria. Nessa etapa gravamos cada instrumento de forma separada, os naipes. Num outro momento, é a vez do coro. Em outra data gravamos a voz principal para em seguida fazermos a mixagem – que é justamente juntar todas essas gravações – e, por fim, a masterização de cada faixa, que é a etapa final, quando o áudio já está pronto para ser transferido para a mídia que vamos gravar e para as plataformas digitais”, revela o produtor.

O álbum com os sambas das escolas da Série Ouro estará nas plataformas digitais até dezembro, mas haverá também edição limitada de mídia física voltada para o público colecionador.

Confira a seguir o calendário de gravações:

Voz Guia/ Base Bateria

 Segunda-feira 17/10

União de Jacarepaguá

Unidos de Bangu

Terça-feira 18/10

Império da Tijuca

Porto da Pedra

Quarta-feira 19/10

União da Ilha

Inocentes de Belford Roxo

Quinta-feira 20/10

Unidos da Ponte

São Clemente

Sexta-feira 21/10

Unidos de Padre Miguel

Vigário Geral

Sábado 22/10

Arranco do Engenho de Dentro

Segunda-feira 31/10

Estácio de Sá

Lins Imperial

Terça-feira 08/11

Acadêmicos de Niterói

17/11

Em Cima da Hora

Coro / Voz Principal

 Segunda-feira 24/10

Unidos de Bangu

Porto da Pedra

União de Jacarepaguá

Terça-feira 25/10

Império da Tijuca

Inocentes de Belford Roxo

União da Ilha

Quarta-feira 26/10

Unidos de Padre Miguel

Vigário Geral

São Clemente

Unidos da Ponte

Terça-feira 01/11

Estácio de Sá

Lins Imperial

Arranco do Engenho de Dentro

Sexta-feira 18/11

Em Cima da Hora

Acadêmicos de Niterói

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui