InícioGrupo EspecialImperatriz escolhe samba neste segunda buscando voltar a disputar título

Imperatriz escolhe samba neste segunda buscando voltar a disputar título

Parceria de Me Leva é eleita a favorita para vencer a disputa de samba

Depois de retornar ao Grupo Especial ano passado prometendo e cumprindo a maior abertura de desfiles da elite do carnaval, a Imperatriz agora quer mais. Quer título. E para isso , contratou uma equipe a altura. Chegaram o carnavalesco Leandro Vieira, o coreógrafo Marcelo Misailidis, o intérprete Pitty de Menezes, o mestre-sala Phelipe Lemos para formar dupla com Rafaela Theodoro, além da permanência de peças importantes como Mestre Lolo.Três parcerias seguem na disputa na Verde e Branca de Ramos: Me Leva, Jeferson Lima e Dudu Nobre. O enredo “O arrepeio do cabra que o excomungado tratou com má -querença e o santíssimo não deu guarida” está sendo desenvolvido pelo carnavalesco Leandro Vieira que está de volta a Ramos. A ideia é passear por diversas facetas do personagem Lampião através da literatura de cordel.

Décima colocada em 2022, a Imperatriz Leopoldinense tem oito títulos no Grupo Especial. O esquenta da grande final realizado pelo site CARNAVALESCO começa às 20h e a partir 22h, cobertura total da disputa e da festa da escola pelas redes sociais.

O diretor executivo da Rainha de Ramos, João Drumond, falou um pouco da disputa de samba e sobre o que a escola prepara para o próximo desfile.

“Tem muitas escolas fortes, carnaval está muito nivelado lá em cima. A gente tem um dever de fazer um bom trabalho pensando só em Imperatriz. Se o título vier, será consequência de um bom trabalho e de um bom desfile que a gente fez. Quanto ao samba, a gente busca o melhor para a escola, lógico que existem algumas variantes que a escola tem observado. A gente quer um samba com cara de campeão. Acima de tudo com cara de campeão do carnaval. Um samba que quando começar lá na Avenida, as pessoas saibam e sintam que têm que esperar a Imperatriz passar para dar o veredicto. A gente tem muitos sambas bons na safra e é realmente amadurecer a decisão porque não será fácil”, revela João Drumond.

O diretor de carnaval, Mauro Amorim, comentou em que pé está o trabalho desenvolvido pela Imperatriz e fez questão de elogiar o time montado pela agremiação.

“Barracão, disputa de samba, uma responsabilidade muito grande, mas que a gente fica muito confiante quando estamos trabalhando com uma equipe muito boa, parceira, trabalhando junto. Todo mundo unido em prol da escola. É um conforto muito grande pela estrutura que a escola dá para a gente. A programação de ensaios já está toda feita, e o que a gente pode falar neste momento é que vai ter ensaio, ensaio, ensaio”, promete Mauro.

Em 2023, a Imperatriz será a quarta escola a desfilar na segunda noite do Grupo Especial.

Favoritismo

A parceria de Me Leva, Gabriel Coelho, Miguel da Imperatriz, Luiz Brinquinho, Antonio Crescente e Renne Barbosa foi eleita a favorita para vencer por 72,1% dos leitores. A parceria de Dudu Nobre, Kleber Rodrigues, Márcio Pessi, Maestro, Luizinho das Camisas e Rafael Mikaiá recebeu 16,4% e a parceria de Jeferson Lima, Rômulo Meireles, Bello, Silvio Mesquita, Carlinhos Niterói e R. Gêmeo ficou com 11,5%.

Serviço:
Data: 17/09
Os portões serão abertos às 21h. A quadra da Imperatriz fica localizada na Rua Professor Lacê, 235 – Ramos. Os ingressos estão custando a partir de R$ 30 e outras informações estão disponíveis nas redes sociais da escola.

- ads-

Ellen Beatriz continua à frente da ala de passistas da Unidos de Bangu para o Carnaval 2025

Dando continuidade ao seu preparo para o Carnaval 2025, a Unidos de Bangu anuncia a renovação da coordenadora da ala de passistas, Ellen Beatriz....

Luiz Carlos Amâncio assume direção geral de harmonia na Vizinha Faladeira para o Carnaval 2025

A Vizinha Faladeira anuncia a contratação do o experiente Luiz Carlos Amâncio para a direção geral de Harmonia para o desfile do ano que...

Compositores do Tucuruvi festejam Estrela do Carnaval de ‘Melhor Samba do Especial de SP em 2024’

Muitos pensam que o encerramento dos desfiles de escolas de samba de São Paulo em 2024 não teria arquibancadas cheias nem emoção já na...