InícioSão PauloGrande contingente e forte canto se destacam no primeiro ensaio técnico da...

Grande contingente e forte canto se destacam no primeiro ensaio técnico da X-9 Paulistana

A X-9 Paulistana realizou na noite de sexta-feira o seu ensaio técnico visando a preparação para o desfile de 2023. O destaque principal fica para o tamanho da escola. O tempo instável da cidade paulistana não afastou os componentes ‘xisnoveanos’. Na pista, o canto da comunidade foi bastante regular e volumoso. Portanto, dentro dos quesitos que uma escola deve-se trabalhar nos treinos disponíveis, a harmonia da escola foi a que teve um desempenho mais satisfatório. As partes do samba-enredo que fazem referência aos grandes sucessos de Ivone Lara, casaram totalmente com os componentes. Os compositores foram felizes e a comunidade abraçou o hino. É outro fato a se destacar o porquê do sucesso no canto da escola. O enredo que a X-9 Paulistana levará para a avenida será “Dona Ivone Lara, Mas Quem Disse Que Eu te Esqueço?”

Comissão de frente

A ala toda encenava em dupla de homens e mulheres que sambavam no pé e faziam uma dança na espécie de um baile. Todos estavam com camisa azul e nas partes inferiores, usavam branco. A comissão usava bastante toda a pista e evoluía rapidamente. Na encenação, também deu para perceber discretamente uma saudação ao público.

Harmonia

O canto foi o principal destaque da escola. Houve uma grande sincronização entre todas as alas. Destaque para todo o departamento de harmonia e diretores de alas, que incentivaram os componentes a sempre cantarem forte. As partes mais entoadas do samba foram os refrões do meio e principal, além dos últimos versos da segunda parte. Vale ponderar que esse canto aconteceu muito mais do segundo setor em diante.

Mestre-sala e Porta-bandeira

Analisando o casal em frente ao módulo 8, a dupla Gabriel Vullen e Joice Padro, fizeram um ensaio seguro com movimentos sutis e leves. Dentro da proposta do samba-enredo, realizaram a coreografia de forma satisfatória. Destaque para a parte de “voei, voei, voei nas do meu Tiê… E ganhei o mundo”, eles bailavam na espécie de um ‘bater de asas’. Também fizeram o protocolar movimento horário e anti-horário. Ambos estavam combinados com um verde limão muito forte, que é a segunda cor da agremiação.

Evolução

A evolução teve destaques positivos e negativos. De maneira negativa, houve um certo momento que a escola freou o seu desfile na passarela. Após a bateria entrar no recuo, as alas estagnaram. Isso é considerado uma grande falha. Entretanto, as coreografias dentro do samba deram um contraste satisfatório dentro da pista. No primeiro verso, os componentes dançavam para a direita e esquerda com apenas o braço levantado e, após, erguiam ambos. Outro momento a se destacar é quando ao cantar “Eu te amo Dona Ivone Lara”, a comunidade levantava as mãos aos céus.

Samba-Enredo

O samba caiu nas graças da comunidade. O primeiro verso do refrão principal já começa com “Um sorriso negro, um abraço negro traz felicidade”. Uma clara referência à música “Sorriso Negro” de Ivone Lara, que é um dos maiores sucessos da sambista. Após, na primeira parte do hino, outra trilha sonora da coletânea da artista já é emendada, que é a música “Tiê”. O refrão do meio dita o que é a sinergia do enredo com os componentes. Na parte onde se canta: “Meu amor por você é jóia rara… Eu te amo Dona Ivone Lara”. Além de se tratar de outra referência, que é a música “Nossa Escola”, a comunidade ‘gritava’ tal frase. São dois versos explosivos que deram um grande tom do ensaio nesta noite.

Outros destaques

A bateria ‘Pulsação Nota Mil’, regida por mestre Adamastor, realizou algumas bossas ao decorrer do ensaio. Destaque para o breque que fica localizado nos últimos versos do samba. Os chocalhos, caixas e desenhos de tamborins ditaram o ritmo da batucada xisnoveana.

A maioria das alas levaram bexigas nas cores da escola nas mãos. O dia também marcou a volta do cantor Darlan Alves pisando no Anhembi como intérprete oficial da agremiação.

No próprio ensaio, momentos antes da arrancada, foram coroadas pelo mestre e presidente da agremiação, Adamastor, a nova corte da bateria ‘Pulsação Nota Mil’.

Os cargos distribuídos foram:
Madrinha de bateria – Valéria de Paula
Paloma Oliveira – primeira dama
Ingrid Mantovani – rainha de bateria

- ads-

Salgueiro oferece curso gratuito sobre Imposto de Renda para Pessoa Física

O Projeto Salgueiro Social, do GRES Acadêmicos do Salgueiro, em parceria com o Centro Universário Internacional Signorelli, dá início neste mês de abril a...

Leia a sinopse do enredo da Portela sobre Milton Nascimento para o Carnaval 2025

Cantar será buscar o caminho que vai dar no Sol Uma homenagem a Milton Nascimento “Só quem toma um sonho Como sua forma de viver Pode desvendar o...

Três novos enredistas se juntam à equipe da Beija-Flor de Nilópolis para o Carnaval de 2025

A Beija-Flor de Nilópolis anuncia a chegada de três novos talentos que formam a equipe de enredistas para o Carnaval de 2025. Bianca Behrenda,...