O casal de mestre-sala e porta-bandeira da Unidos de Vila Maria, Edgar Carobina e Laís Moreira, retomaram a parceria neste último carnaval. A dupla havia defendido o pavilhão da própria escola no ano de 2016, porém o mestre-sala deixou a agremiação e a porta-bandeira teve que formar outra parceria. Entretanto, essa volta deu muito certo. Já neste ano o casal alcançou os 40 pontos para a escola e rendeu premiações da mídia especializada do carnaval. Dentro da pista, foi o casal que mais esbanjou confiança e autoridade. ‘Levitaram’ no desfile. Todos os passos foram realizados com o máximo de elegância. E principalmente, a maior chave do sucesso para um casal de mestre-sala e porta-bandeira, que é a ótima sincronia.

Devido a isso, a equipe do site CARNAVALESCO votou e elegeu o casal Edgar Carobina e Laís Moreira, como vencedores do prêmio Estrela do Carnaval 2022. Neste último domingo, no ensaio de rua da escola, o prêmio foi entregue à dupla.

Para Lais, o carnaval de 2022 teve um gosto especial e o Estrela chegou como um grande presente. “Eu me sinto imensamente feliz, realizada, reconhecida, porque eu acho que o prêmio nada mais é do que o reconhecimento do que nós fomos naquele desfile. Cada carnaval é único e esse foi muito especial pra gente, porque foi o retorno de uma pandemia e retorno da nossa parceria. Então tinha um ‘gostinho’ diferente. Então ganhar esse prêmio em 2022, pós pandemia, é um ‘presentão’. É o reconhecimento daquilo que a gente faz de melhor, que é dançar juntos. Eu agradeço ao CARNAVALESCO pelo prêmio, reconhecimento e prestígio. Vocês sempre são incríveis”, disse.

Edgar falou da dificuldade dos ensaios na época da pandemia e a superação que o casal teve.”Foi um carnaval muito especial, o retorno da nossa parceria. Um momento muito esperado e muito importante. Então retomar a parceria, o carnaval com a dificuldade que nós tivemos em alguns ensaios porque eu estava longe e aquela rotina de ensaios não estava tendo. Então hoje a gente colheu o que plantou naquela época. É muito bom e estou muito feliz com o prêmio”, declarou.

A porta-bandeira comentou da preparação do carnaval para o próximo ano. “O trabalho ainda não está daquele jeito que queremos, vamos ser sinceros, mas vamos em busca. Acho que cada carnaval a gente precisa trabalhar muito, Independente de quantos anos a gente passe no Anhembi, cada carnaval é diferente. É especial de uma forma nova, porque a cada ano a gente representa uma situação diferente. Então a gente vai chegar lá e promete coisas lindas”, contou.

“Como ela mesmo falou, cada ano é um ano diferente. A faixa amarela zera tudo. Começa um novo carnaval. A cada ano que a gente sempre está em busca do melhor. Os prêmios e troféus são recompensas do nosso trabalho”, finalizou o mestre-sala.