Terceira colocada em 2023 em um grande desfile idealizado por Paulo Barro, neste próximo carnaval a Vila Isabel vai reeditar o samba-enredo “Gbala – Viagem ao Templo da Criação” do desfile de 1993, ainda com o comando artístico do carnavalesco quatro vezes campeão do Grupo Especial. Outras figuras importantes da Azul e Branca também vão continuar para o próximo carnaval, como o intérprete Tinga e o mestre de bateria Macaco Branco, comandante da “Swingueira de Noel”, além do diretor de carnaval Moisés Carvalho e do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Marcinho Siqueira e Cris Caldas. A busca agora é pelo título depois deste terceiro lugar e do quarto em 2022. Com o sorteio da ordem de desfile em vista, alguns segmentos a escola expressaram como anda a sua expectativa para este importante momento que ajuda a definir alguns processos e estratégias que as escolas terão para o carnaval 2024. Para o intérprete Tinga, a escola está bem preparada seja qual for a posição de desfile.

Foto: Reprodução de vídeo

“Para mim em qualquer posição, em qualquer dia, qualquer hora, para a gente é a mesma coisa. A gente vai tentar fazer o nosso melhor sempre, para ajudar a nossa escola a chegar ao nosso objetivo. Então sendo a posição que for, o dia, a gente vai chegar lá e dar o recado, e mirar o nosso objetivo que é ser campeã do carnaval. Claro que a escola sempre prefere desfilar na segunda-feira. A colocação que sair, eles não ligam muito. Mas, sempre eles preferem na segunda-feira. Mas se for domingo também, a gente tem que ir lá e mostrar o nosso trabalho, tentar ganhar”, enfatiza o cantor.

Para Moisés Carvalho, diretor de carnaval da Vila Isabel, saber a posição de desfile é importante para que a diretoria e os segmentos possam traçar as melhores estratégias para que a escola não tenha problemas de logística e possa desenvolver uma grande apresentação.

“É uma data importante para as escolas de samba, pois a partir desta data, a partir do sorteio a gente define muito qual é o planejamento de trabalho, de estratégia a ser tomada. Além de logística, de concentração, de montagem de alegoria. Então, eu acredito que é uma data muito importante. Particularmente, eu tenho o gosto de desfilar do lado dos Correios em função da facilidade da montagem das alegorias. Por isso, eu torço que o presidente tire a bolinha segunda-feira e depois seja sorteado para ser a quinta escola a desfilar”, deseja Moisés.

No comando da Swingueira de Noel desde o carnaval de 2019, mestre Macaco Branco espera que a posição de desfile possa proporcionar ao trabalho da bateria uma maior tranquilidade de chegada e de concentração para o desfile.

“A expectativa é a melhor possível. Se Deus quiser a Vila Isabel vai tirar uma posição de desfile boa. Eu gosto de ser pelo menos a terceira ou quarta escola, porque acredito que fique em um momento mais aquecido do desfile, até de público, é um horário bom também para a armação da escola, para dar tempo de concentrar tudo certinho. Para a gente que trabalha com bateria, para dar tempo da galera chegar de forma tranquila, beber uma água ali com a gente. Muitas vezes a gente faz um churrasquinho para a bateria, para a galera ficar ali e se concentrar e entrar na Avenida bem. E eu gosto muito de desfilar segunda-feira. E se a Vila Isabel tirar ali terceira ou quarta, ordem de desfile, eu acho que para mim seria muito bom”. revela o mestre de bateria.

Apesar de externa a sua preferência por segunda-feira, Macaco Branco acredita que o dia e a posição não são definidores de resultado e que o trabalho de preparação e o desfile propriamente dito é que apontam as escolas favoritas ao título.

“Superstição eu não tenho nenhuma. Eu acho que a escola que faz carnaval para brigar por título, independente de ordem de desfilar, eu acho que está no páreo ali para brigar. A Vila tem feito grandes carnavais e tenho certeza que esse ano vai fazer um maior ainda, com o enredo que temos, a escola está feliz, o projeto é lindo, então tenho certeza que qualquer ordem de desfile não vai atrapalhar apresentação da Vila Isabel. Não acredito que a ordem de desfile defina o resultado, já vi escolas ganharem desfilando no domingo, inclusive a Vila Isabel em 2006 no “Soy Loco Por Ti América, a Vila canta a Latinidade”, a escola desfilou no domingo e se sagrou campeã. Recentemente também a Viradouro também foi campeã sendo segunda de domingo. Isso não difere não. Se você tiver os quesitos fortes e passar bem na Avenida, acredito que dá para levar o título. O fator desfile sacramenta muito quem vai ser a campeã. Até porque todo mundo entra querendo fazer o seu melhor, mas só depois do desfile que a gente tem a noção se deu tudo certo, ou se poderia ter sido melhor, ou se aconteceu alguma coisa fora do planejamento”, concluiu mestre Macaco Branco.