InícioSão PauloX-9 Paulistana faz segundo ensaio mais cauteloso e prioriza lado técnico

X-9 Paulistana faz segundo ensaio mais cauteloso e prioriza lado técnico

Por Matheus Mattos

Com faixa prestando solidariedade pelo incêndio que atingiu o alojamento da equipe de futebol sub-17 do Flamengo, a X-9 Paulistana entrou na pista para realizar o seu segundo ensaio. A escola trouxe um clima mais frio do que o primeiro treino no Sambódromo e priorizou a parte técnica dos desfilantes.

Comissão de Frente

Coreografada pela Yaskara Manzini, a ala trouxe o que pareceu ser a coreografia oficial. Os bailarinos encenavam passos de danças africanas e com presença do pavilhão com o emblema da escola. No primeiro ensaio o quesito apresentou uma coreografia informal, similar a que fazem na quadra. Eles trouxeram o gigante quadripé, porém optaram por não interagir.

“Foi quase a coreografia oficial, ainda tem um elemento surpresa que está no quadripé e que a gente não mostrou nesse ensaio, mas no próximo vai acontecer. A alma da coreografia veio hoje na avenida”, afirmou a coreógrafa.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

Cercado por 20 guardiões, o casal Marcos Eduardo e Lyssandra Grooters, levantou a arquibancada ao realizar seu bailado. A dupla dançou com empolgação, carregado de sentimento e visível comprometimento máximo de ambos. Os dois voltaram a dançar após a última ala cruzar a linha final.

“Hoje a gente já conseguiu sentir mais a vibração da escola, até pela conta do som já estar na pista inteira. O gás que a gente tava no primeiro ensaio veio revigorado, foi um saldo positivo”, disse o mestre-sala.

Bateria

Assim como a bateria da escola anterior, a pulsação Nota Mil também realizou apagões, porém em trechos pontuais. Em comparação ao primeiro técnico, a dupla de mestres, Kito e Fábio, economizou e soltou paradinhas com mais cautelas, valorizando a sustentação do canto da escola.

“Foi um ensaio bem melhor que o primeiro, hoje a gente fez um ensaio pra escola num geral. Conversamos com os diretores de harmonia e vimos que a sustentabilidade é essencial, menos bossas, valorizando o andamento do samba. O primeiro ensaio foi muito na empolgação, hoje foi mais técnico”, explicou o mestre.

Evolução

A entrada no recuo comprometeu o quesito. A ala da frente não esperou e ocasionou um buraco em frente à torre 04. Problemas de distribuição de componentes e separação dentro das alas também foram notados.

Harmonia

Comparando com o primeiro ensaio, a escola caiu de nível na parte sonora dos componentes. Pelo fato de estar com um número maior de foliões, isso pode ter ocasionado a queda de nível no quesito. Nota-se integrantes que não sabem cantar o samba.

“A gente fez um primeiro ensaio muito na emoção. Hoje não, hoje a gente fez um ensaio mais técnico, tentamos arrumas problemas que tivemos no primeiro técnico. Não apresentamos o que a gente quer apresentar, mas foi um ensaio tecnicamente melhor”, disse o intérprete Darlan Alves.

Samba

Impulsionados por Darlan Alves, a ala musical teve um desempenho satisfatório. O samba tem pontos de explosão estratégicos e que traz a escola pra uma animação uniforme, principalmente, na retomada do refrão de cabeça e no meio da segunda estrofe.

A agremiação xisnoveana também teve que enfrentar um problema nas caixas de som do Sambódromo. Durante a passagem da bateria em frente ao monumental (setor B), as caixas se desligaram e oscilaram algumas vezes até voltarem definitivo. A falha não comprometeu o treino.

Outro destaque foi a emoção do presidente Branco durante a passagem da escola. Ele acompanhou o ensaio em frente ao recuo, interagia com a comunidade que passava na sua frente e encerrou o desfile no meio da última ala.

Um desentendimento entre integrantes da entidade no final também foi notado. Alguns diretores procuraram apaziguar a situação.

- ads-

Superliga marca desfiles da Série Prata na Intendente Magalhães para os mesmos dia do Grupo Especial

A Superliga, que comanda a Série Prata e a Série Bronze, anunciou na noite de quinta-feira, que após reunião plenária, ficou decidido que os...

Novo presidente da Riotur cita aumento na procura por hotéis com mais um dia de desfiles no Especial

Patrick Correâ é o atual presidente da Riotur, após ter assumido o cargo dez dias atrás, no lugar de Gustavo Mostof. O novo presidente...

Saldo positivo! Em ação inédita, sorteio do Especial para o Carnaval 2025 atrai público para a Cidade do Samba

As escolas do Grupo Especial se reuniram na noite da última quinta, para fazer a festa do sorteio da ordem dos desfiles, e descobrir...