InícioGrupo EspecialVila Isabel realiza último ensaio antes do desfile e apresenta a força...

Vila Isabel realiza último ensaio antes do desfile e apresenta a força dos seus quesitos na briga pelo título

Interpretação certeira de Tinga, embalada pela "Swingueira de Noel", comandada por mestre Macaco Branco, e o bailado de Marcinho Siqueira e Cristiane Caldas foram os destaques da noite

Por José Luiz Moreira e Marina Perdigão

Há pouco mais de uma semana para o seu desfile oficial, a Vila Isabel realizou na noite de quinta-feirao seu último ensaio de quadra na preparação para o carnaval de 2022. Com muita expectativa na briga pelo quarto campeonato da escola, comunidade e segmentos se reuniram em mais uma noite especial para cantar Martinho da Vila, enredo celebrado por todos. O site CARNAVALESCO esteve presente e ressalta que a interpretação certeira de Tinga, embalada pela “Swingueira de Noel”, comandada por mestre Macaco Branco, e o bailado de Marcinho Siqueira e Cristiane Caldas foram os destaques da noite.

“A escola está pronta, cantando e evoluindo muito. A bateria está bem, assim como o casal e comissão de frente. Estamos prontos para ser campeões. É um misto de emoção. Tenho certeza de que no dia do desfile não vou conter o choro, afinal, é um carnaval e um enredo que todos esperavam. A Vila fechando o carnaval também é um ponto positivo. Em geral, são vários cenários que fazem a escola vir para brigar pelo título”, disse Moisés Carvalho, diretor de carnaval.

Além do tradicional treino, a escola recebeu várias personalidades do mundo do samba em uma noite especial. A velha guarda musical da Vila Isabel abriu os trabalhos da festa, que contou também com sucessos da música nacional e internacional para receber os convidados e componentes. Sabrina Sato, rainha de bateria, esteve presente e esbanjou graça e muita simpatia ao longo da noite. A beldade fará jornada dupla no carnaval, afinal, desfilará também no mesmo posto pela Gaviões da Fiel com poucas horas de antecedência.

Estiveram presentes também o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba, Jorge Perlingeiro e Gabriel David, diretor de marketing. Marcelinho Calil, presidente da Viradouro, também participou da festa. Outro destaque foi a presença das musas da escola e de outras agremiações que se apresentaram no palco principal, como Gabi Martins, Quitéria Chagas e Mayara Lima.

Antes do ensaio com o samba do ano começar, Tinga e seu carro de som interpretaram sambas clássicos da escola com a apresentação das alas de passistas, baianas, velha guarda, comissão de frente e os casais de mestre-sala e porta-bandeira. Outra presença importante na noite foi de Ailton Guimarães Jorge, o Capitão Guimarães, que declarou sua felicidade em relação ao enredo que a Vila levará para a Sapucaí na próxima semana.

Harmonia e samba enredo

Mais uma vez, a comunidade do Morro dos Macacos deu um show no quesito que exalta o canto. Aguerridos, os componentes bradaram a obra de Dudu Nobre e seus compositores. Como o ensaio foi realizado dentro da quadra, não havia como identificar qual ala se sobressaiu, afinal, todos se mostraram em perfeita harmonia ao longo da apresentação da escola. Sustentando o canto da comunidade, o carro de som comandado por Tinga fez bonito e elevou a obra. “Canta forte minha Vila que a vida vai melhorar” é, além de um dos versos mais bonitos para o próximo carnaval, o ponto alto da canção e que explode no coração de componentes e torcedores. Destaque especial para a ala de passistas e das baianas, que com toda a sua ancestralidade, cantaram e evoluíram de forma graciosa. Moisés Carvalho, diretor de carnaval da escola, conversou com nossa reportagem e falou sobre desempenho e expectativas para o desfile oficial.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

Casamento perfeito, Marcinho Siqueira e Cristiane Caldas riscaram o chão da quadra da azul e branco de Noel. Donos de um bailado forte, vigoroso e muito elegante, os dois executaram seus passos de maneira sublime na busca pelas cinco notas máximas após a apresentação da manhã do próximo domingo, 24 de abril. A sintonia do casal é uma das mais harmônicas do Grupo Especial.

“A gente está super ansioso, daqui até o carnaval faltam nove dias, preciso nove dias e, assim, a ansiedade está à flor da pele. A gente adora sentir esse carinho, esse calor da galera da comunidade. Estamos aguardando o desfile”, comentou a porta-bandeira.

““Vai ser maravilhoso! A gente acha que tudo vai dar certo. Óbvio que o carnaval é só na Sapucaí, mas está tudo caminhando para ser maravilhoso, a fantasia está maravilhosa, a escola está maravilhosa. A gente só espera que seja campeão. A gente olhar para dentro da própria história da escola. Martinho é um cara que é reconhecido mundialmente pelo samba. Ele leva o nome do samba, o nome da Vila Isabel para fora, então, a Vila Isabel homenageá-lo é muito importante para nós todos que fazemos parte da escola”, completou o mestre-sala.

Bateria

Sob o comando de 276 ritmistas, mestre Macaco Branco esteve mais uma vez à frente da “Swingueira de Noel” no último ensaio de quadra da escola. Sustentando o andamento ao longo da apresentação. Ao todo, a bateria executa uma paradinha e mais algumas bossas que enriquecem a qualidade da obra apresentada para 2022. Destaque para a potência imprimida pelos ritmistas no retorno da bossa que exalta o nome do homenageado, Martinho da Vila.

“Hoje foi um ensaio diferenciado, com a presença de pessoas ilustres, baluarte da nossa escola, tivemos o Capitão Guimarães, um cara que, não só a Vila Isabel, mas ele ajudou a evoluir muito o Carnaval com a criação da Liesa lá atrás. Tivemos a presença ilustre de presidentes várias escolas. Hoje a bateria estava feliz, fizemos um ensaio mais motivacional para a galera curtir, por isso que o ensaio foi dentro da quadra. A presença do público foi maciça, um ensaio maravilhoso, a bateria da Vila Isabel está muito feliz com esse enredo do Martinho. A gente vai cantar e tocar muito na Avenida. Se Deus quiser, tentar trazer o título aí para o nosso grande negro rei Martinho”, afirmou mestre Macaco Branco.

Nove anos após conquistar o seu último campeonato, a Vila Isabel mostra confiança para esse ano. Com o enredo “Canta, Canta, Minha Gente” A Vila é de Martinho”, a escola será a sexta a desfilar no segundo dia do Grupo Especial. Se depender de Zé Ferreira, o homenageado, a terça-feira da apuração terá um final apoteótico na Boulevard 28 de setembro.

- ads-

Ao vivo: sorteio da ordem dos desfiles do Grupo Especial do Rio

https://www.youtube.com/watch?v=OPepqf6oZ_4

Primeiro casal da Mocidade Independente de Padre Miguel tem nova coreógrafa para o Carnaval 2025

A Mocidade Independente de Padre Miguel anunciou nesta quinta-feira (23) a contratação de uma nova coreógrafa para o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira,...

Em busca do bi da Viradouro, Julinho espera repetir encerramento dos desfiles, enquanto Priscilla Mota não tem posição preferida

Campeã do Carnaval de 2025, a Viradouro vem em busca do bicampeonato. Com enredo já anunciado, a escola quer agora saber em que posição...