InícioSão PauloSerdan revela que mudanças acontecerão no carnaval de São Paulo e questiona...

Serdan revela que mudanças acontecerão no carnaval de São Paulo e questiona julgamento de quesitos

A Mancha Verde, que conquistou dois títulos do Grupo Especial, em 2019 e 2021, foi vice em 2020 e 2023, é uma das escolas que mais pedem ajustes no critério de julgamento do carnaval paulista. Por meio do seu presidente, Paulo Serdan, sempre bem ativo no carnaval, revelou que mudanças acontecerão através da Liga-SP.

Foto: Fábio Martins/Site CARNAVALESCO

“Mudanças vão existir, conversamos bastante com o Sidnei, o presidente da Liga, ele mais do que ninguém, entende que tem que ter mudanças, e mudanças vão existir. O importante é isso, é a gente repensar algumas coisas de critério de julgamento, que isso é importante, o critério de julgamento. Dizer que a Liga não faz treinamento, não passa, é mentira, estamos lá, acompanhamos isso, a gente é a liga. O que esperamos é que tenha um quadro de jurados que consiga entender o critério e colocar em prática”.

Análise do resultado, crítica aos jurados e trabalho para 2024

Em meio da sua rede social, Paulo Serdan reclamou bastante das notas que fizeram a Mancha ficar com o vice-campeonato do carnaval de 2023. Antes do desfile das campeãs, deu um discurso mais ameno. Mas em conversa com o site CARNAVALESCO, explicou um pouco da sua revolta, sem deixar de elogiar sua escola e dizer também de uma adversidade vivida pela escola no sábado.

“Fizemos um grande desfile, com o tempo muito adverso, muito complicado com a chuva que foi a noite inteira. Não foi só para a Mancha, lógico, mas estou falando da minha escola. Muito difícil, só percebe mesmo a intensidade depois quando você assiste, e vê os vídeos. Na hora estava de sangue quente, e se tivesse passado em uma noite como essa (dia dos desfile das campeãs), o desfile teria sido ainda melhor. Possivelmente algumas notas, ou não, aí depende muito do caráter do jurado, capacidade intelectual dele”.

Completando sua análise em relação ao critério de julgamento, Serdan falou: “A jurada de evolução por exemplo, julgou nossa ala de convidados, ela prende, tipo a cartilha ‘caminho suave’, e ela conseguiu errar isso. O jurado de mestre-sala também, mas já passou, já era. Estamos pensando em 2024, já temos dois enredos, devemos definir essa semana com qual linha vamos. O time continua o mesmo, e trabalhar, pois o carnaval é muito cedo, 9 de fevereiro, então temos que antecipar”.

Vale citar que Serdan frisou bastante na renovação da equipe, mas dias depois, o mestre Guma Sena, deixou o comando da bateria ‘Puro Balanço’, a princípio escolha do próprio profissional. A Mancha Verde não anunciou oficialmente substitutos, mas a dupla Cabral e Viny, diretores durante o comando do Guma, devem assumir o quesito.

Crescimento da Mancha nos últimos anos

Desde o retorno ao Grupo Especial, a Mancha Verde tem sido uma grande força de fazer carnaval, terceiro lugar em 2018, depois vice e campeão. Ou seja, um trabalho que tem sido bem respeitado pelas co-irmãs e Paulo Serdan contou um pouco do que mudou na comunidade para virar uma potência do samba.

“Desde 2017, que voltamos do Acesso, em 2016 caímos. Aprendemos e entendemos o inferno que é o Grupo de Acesso, resolvemos trabalhar um pouco mais, entender um pouco mais. Fizemos mudanças em dia de ensaio nosso, ensaiamos sábado, com show, então assim. Você tinha uma quadra com 6, 7 mil pessoas, mas ensaio de verdade não conseguia fazer. O ensaio começava mais tarde, depois do show, e aí, não conseguia aproveitar tecnicamente. Fomos fazendo uma série de mudanças, entendendo uma série de situações, e isso mostra que estávamos certo na evolução da escola desde 2018”.

- ads-

Império Serrano anuncia que Darlin não é mais rainha de bateria da escola

O Império Serrano anunciou nesta sexta-feira que Darlin Ferrattry não segue cono rainha de bateria para o Carnaval 2025. Veja o comunicado da escola. "A...

Carnavalescos da Grande Rio promovem visita mediada em exposição neste sábado

Neste sábado, 02 de março, às 14h, acontecerá uma visita mediada pela exposição "Laroyê, Grande Rio!", em exibição no Museu de Arte do Rio,...

União da Ilha anuncia saída do casal de mestre-sala e porta-bandeira

A União da Ilha anunciou nesta sexta-feira a saída do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Thiaguinho e Amanda. A dupla recebeu o prêmio "Estrela...