A Acadêmicos do Tatuapé apresentou na noite de sábado seu samba ao vivo para o público presente na quadra, visto que a obra já havia sido disponibilizada nas redes sociais há uma semana. Sendo assim, com essa apresentação, a escola da Zona Leste fechou o ciclo de escolhas das obras para o carnaval de 2023. Agora, finalmente, os sambistas podem aproveitar de todos os hinos das escolas do Grupo Especial. O samba do Tatuapé tem autoria de Fabiano Tennor, Henrique Silva, Magoo e Kuka Monteiro. O evento também foi marcado pela comemoração de 70 anos de história da agremiação e da coroação da nova rainha de bateria, Muriel Quixaba.

O crescimento da escola

O presidente Edu Sambista falou do sentimento e do crescimento que a escola teve nos últimos anos. “Hoje é um dia muito especial, ter a oportunidade de vivenciar esse momento. De poder comemorar os 70 anos da minha escola, após um período de pandemia, é algo indescritível, inenarrável. Hoje poder encontrar nossa comunidade alegre, vemos que o povo está com uma felicidade, aquela alegria de poder voltar e viver sua vida normalmente, após esse susto da pandemia que tirou a alegria, a beleza, de todo o contexto mundial, se formos analisar e poder comemorar em uma escola tradicional como o Tatuapé. Uma escola que muitos pensavam que era uma escola nova, mas hoje a história do Tatuapé se perpetuou no carnaval paulistano e no carnaval brasileiro. Hoje o Tatuapé é considerado uma potência”, declarou.

Edu Sambista além de presidente, acumula a função de diretor de harmonia e, segundo ele, o samba para 2023 pode funcionar grandiosamente na avenida. “Esse samba para ser sincero para você, a reação da comunidade foi surpreendente. A partir do momento que nós anunciamos esse samba oficialmente, após fazermos correções, ajustes, como fazemos todos os anos, a direção de carnaval da escola. Quando anunciamos foram só elogios, todo mundo, e nós percebemos na quinta-feira, fizemos um ensaio restrito para sentir como seria esse samba com o povo cantando. E foi para nossa surpresa, algo que nos trouxe muita alegria mesmo, e significa que vamos fazer bonito na avenida”, finalizou.

Grande história com a agremiação

O casal de mestre-sala e porta-bandeira, Diego e Jussara, também falou da emoção que é desfilar pela comunidade da Zona Leste. “É uma emoção muito grande para nós fazer parte da história da Tatuapé. Principalmente por ostentar o pavilhão nesta data tão especial para a escola onde se completa 70 anos de história. Toda essa comunidade, a diretoria, o Diego e a Jussara que fazemos parte. Somos muito gratos por tudo que essa escola faz por nós. A Tatuapé não é apenas uma escola de samba, é uma casa de família, onde a partir do momento que você adentra, é acolhido, você é protegido, daqui você tira amigos, família, meu caso também, eu e minha família estamos aqui no Tatuapé. E sobre o samba, gostamos muito, é um samba que a cara da escola, é um samba que deu para ver que está na boca do povo, é um samba para frente, forte, tem tudo para dar certo”, declarou o mestre-sala.

“A nossa comunidade é muito maravilhosa, sempre acolhe muito bem todos os sambas, enredos que a diretoria da escola escolhe. E isso é muito bom, pois a gente consegue trabalhar junto, todos os setores, e tenho certeza que esse ano, carnaval 2023, a gente vai buscar nosso tricampeonato que está tão entalado em todos nós. Fazer parte da família Tatuapé é uma gratidão eterna, são 10 anos com o pavilhão oficial, é impossível não se emocionar por tudo que a gente já passou aqui. E pela forma que a escola trata as pessoas, isso é muito importante, nós aqui somos respeitados como ser-humano, depois como mestre sala e porta bandeira, e isso aqui é o diferencial. A gente trata bem as pessoas, pois são as pessoas que fazem o carnaval da escola. Está todo mundo de parabéns”, completou a porta-bandeira.

Uma letra rica de detalhes e forte canto da comunidade

Celsinho Mody, intérprete da agremiação, opinou sobre o samba e deu detalhes técnicos. De acordo com o cantor, a comunidade vai dar conta do recado. “Me sinto sempre muito feliz, pois a Tatuapé tem um molde de escolher um samba diferente, é dentro da escola. Desde que eu cheguei, foi em 2006, que eu voltei, cantei em 2006 e voltei em 2016, sempre foi interno, fechado, dentro da escola. Os componentes da escola que votam, a diretoria escolhe o que é melhor para ela. Sem influência externa, isso é maravilhoso, o samba tem a cara da escola. E esse é um samba lindo, cheio de balanço, de africanidade, representa a cultura de Paraty que é muito expansiva, que tem uma história, um legado muito profundo, tanto na história do Brasil, mas com a cultura, marujada, tem essa coisa das misturas das raças, índio, branco colonizador, e o negro, que se juntaram ali. Então o samba reflete tudo isso, cheio de swing, ginga, um samba fácil, de uma comunicação fácil, é um dos melhores sambas que cantei aqui. A comunidade vai se deliciar”, disse.

Novo samba, novas criatividades

De acordo com o mestre Higor, diretor de bateria da escola, a obra tem a cara da comunidade. O músico também revelou que está trabalhando em arranjos e bossas. “Na verdade, a gente fez a escolha como estamos acostumados há algum tempo. É um samba muito bom, com a cara do Tatuapé, e acredito que vai ser um samba que vai nos ajudar para um grande desfile. Já estamos trabalhando, fizemos primeiro ensaio na quinta-feira, mas estamos trabalhando sobre bossas, passagens, a gente crê que mais uns dois, três ensaios, a gente vai inserir tudo”, revelou.

Um trabalho diferente dos últimos anos

O carnavalesco Wagner Santos falou brevemente sobre o enredo de Paraty e o surgimento dele para a agremiação. “O enredo Paraty surgiu em uma reunião entre diretores da nossa agremiação, onde o contato foi feito com um dos nossos colaboradores e bateram o martelo que nossa homenagem seria a cidade Paraty. Fiquei muito feliz, gosto muito de desenvolver enredo de CEP, como se dizem, enredo CEP, e falar de Paraty para mim é maravilhoso. Pois é uma cidade que tem história, cultura, e tem todo um projeto visual sendo trabalhado em cima desse enredo. A gente esse ano, carnaval de 2023, juntamente com diretoria e todos os profissionais que estão trabalhando neste projeto, estamos desenvolvendo uma nova forma de apresentar carnaval, uma nova forma de apresentar fantasias, e até mesmo, um trabalho diferenciado dos demais que já tem feito”, contou.

O artista aproveitou para enaltecer a obra escolhida pela escola para o desfile de 2023. “A disputa da Tatuapé é aberta, as pessoas se inscrevem o seu samba e o samba vencedor foi um dos sambas escritos que ganhou. Teve alguns detalhes, alterações, foram poucas, mas estamos contentes com o nosso samba. É um samba muito bonito, para frente, que levanta a galera. A nossa comunidade está feliz com o samba, a diretoria e o intérprete maravilhoso, tem Celsinho Mody, tem tudo para fazer com esse samba aconteça como ele tem feito nos outros sambas, e já teve oportunidade de apresentar em nossa agremiação. Acredito que vai ser um carnaval fantástico, podem ter certeza que vão aguardar um carnaval fantástico. Ideias maravilhosas, um trabalho bem diferenciado, e o maior de tudo vai ser a oportunidade de ser a segunda escola a desfilar. É muito raro você ter a oportunidade de ser a segunda escola a desfilar. Você só pode ser a segunda escola se você cometer algum erro no carnaval anterior, e infelizmente nós cometemos um erro, mas fomos premiados com o melhor horário que uma escola possa desfilar. O Brasil inteiro vai estar assistindo, transmitido para o Brasil todo, avenida, as pessoas, público todo entusiasmado, para assistir ao desfile, não vamos pegar o público cansado, uma noite linda, iluminada, céu estrelado, e com certeza a oportunidade de apresentar um espetáculo e um grande diferencial que pretendemos apresentar neste ano”, concluiu.

Análise do samba

É uma obra que segue o rumo que a escola desenha nos seus desfiles. Tem a melodia para cima, o intérprete Celsinho junto da bateria Qualidade Especial, jogou para cima na apresentação e deu para notar que grande parte dos componentes já estão com a letra na ponta da língua. É uma letra simples de entender, mas ao mesmo tempo é rica em informações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui