InícioSão PauloSão Paulo perde Bruno Covas, prefeito apaixonado pelo carnaval

São Paulo perde Bruno Covas, prefeito apaixonado pelo carnaval

Morreu neste domingo o prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), em decorrência de um câncer no sistema digestivo que avançou para metástase nos ossos e no fígado. Covas estava internado no Hospital Sírio Libanês, na capital paulistana, desde o dia 02 de maio. Aos 41 anos, divorciado, deixa um filho. Até o momento não há informações sobre o velório.

Bruno Covas ganhou visibilidade, entre outras coisas, por lutar pelo carnaval. Em julho do ano passado, diante o cenário de incertezas causado pela pandemia da Covid-19 se reuniu com a LIGA-SP e com os presidentes das escolas de samba para traçarem estratégias para o ano seguinte. Pouco tempo depois ficou decidido que a folia de 2021 seria cancelada, mesmo assim, a prefeitura manteve o repasse de R$ 33 milhões para as escolas de samba e blocos de São Paulo. Depois, o Ministério Público cancelou.

Em novembro do ano passado, a SPTuris e a Secretaria Municipal do Turismo assinaram um acordo prevendo apoio às 46 escolas de samba da cidade. “A Prefeitura de São Paulo esclarece que o Carnaval de São Paulo teve seu cancelamento anunciado nesta sexta-feira, 12 de fevereiro. O contrato firmado com a SPturis, ainda em 2020, é de R$ 33 milhões e neste momento estão sendo estudadas alternativas para aplicação nos desfiles de 2022”, dizia a nota oficial divulgada na ocasião.

Isenção de impostos para escolas de samba

Apaixonado pela festa e consciente da importância econômica e cultural para a cidade, sempre participou ativamente do espetáculo. Durante seu mandato, em 2019, sancionou a lei que isenta de impostos as escolas de samba e demais entidades que organizam o desfile no Sambódromo do Anhembi. No texto da lei, estão isentos de impostos barracões, sedes e quadras com finalidade carnavalesca, mesmo aqueles alugados. O projeto é dos vereadores Celso Jatene e Milton Leite, que é presidente de honra da Estrela do Terceiro Milênio.
Ainda em 2019, já lutando contra o câncer, participou da festa de lançamento do CD do Carnaval 2020, quando reassumiu seu compromisso com os sambistas e trabalhadores do carnaval.

“Reafirmo o meu compromisso com o carnaval de São Paulo. Enquanto a gente vê uma série de governos perseguindo a área da cultura, retirando dinheiro e querendo controlar, eu reafirmo meu compromisso com a cultura livre, que provoca, questiona e que gera emprego e renda. É por isso que a prefeitura aposta no carnaval de São Paulo”, disse o prefeito Bruno Covas à época.

Trajetória política

Formado em Direito pela Universidade de São Paulo USP e em Economia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), começou na política ainda muito jovem. Em 1997 filiou-se ao PSDB e já em 2003 assumiu a presidência estadual da juventude da legenda. No ano seguinte foi candidato a vice-prefeito de Santos. Em 2006 foi eleito deputado estadual, no mesmo ano foi reconhecido pelo Movimento Voto Consciente como o parlamentar mais atuante naquela legislatura. Em 2010 foi reeleito alcançando a maior votação do estado de São Paulo. Em 2014 foi eleito deputado federal. Dois anos depois deixou a Câmara Federal para se dedicar à cidade de São Paulo, após ser eleito como vice-prefeito. O ano de 2018 foi emblemático, tornou-se finalmente prefeito de São Paulo e ganhou grande visibilidade nacional. Em 2020 destacou-se também pela atuação no combate à Covid-19 e permanecendo com notoriedade ao longo de 2021.

Luto no samba

Após a notícia da morte do prefeito Bruno Covas personalidades do samba lamentaram a perda de alguém que lutava pelo carnaval.

- ads-

Luiz Carlos Amâncio assume direção geral de harmonia na Vizinha Faladeira para o Carnaval 2025

A Vizinha Faladeira anuncia a contratação do o experiente Luiz Carlos Amâncio para a direção geral de Harmonia para o desfile do ano que...

Compositores do Tucuruvi festejam Estrela do Carnaval de ‘Melhor Samba do Especial de SP em 2024’

Muitos pensam que o encerramento dos desfiles de escolas de samba de São Paulo em 2024 não teria arquibancadas cheias nem emoção já na...

Flávio Campello celebra prêmio Estrela do Carnaval de 2024 da Tom Maior: ‘Nossa escola tem uma alma guerreira’

No carnaval de 2024 a Tom Maior realizou no Sambódromo do Anhembi um desfile que se destacou pela exuberância plástica. A criatividade no uso...