InícioSão PauloSamba e bateria casam bem e se destacam no ensaio da Brinco...

Samba e bateria casam bem e se destacam no ensaio da Brinco da Marquesa

Segunda escola a entrar na pista na noite de sexta-feira de ensaios técnicos do Sambódromo do Anhembi, em preparação para o Carnaval 2023, a Brinco da Marquesa realizou seu único treino geral previsto. Com destaque para a parceria samba e bateria, que casaram muito bem, a agremiação da Zona Sul realizou ensaio seguro e agradável de se acompanhar, com elementos a serem corrigidos no quesito Evolução. A escola da Vila Brasilina será a terceira a se apresentar pelo Grupo de Acesso 2, no dia 11 de fevereiro, com o enredo “É Festa!! No Brasil é alegria o ano inteiro. A Marquesa comemora com você”.

Comissão de Frente

Os 11 dançarinos da comissão de frente realizaram uma dança simples, mas carregada de energia e disposição. Era visível a felicidade deles de estarem representando a Brinco da Marquesa. De acordo com o coreógrafo Danilo Pacheco, o primeiro quesito da escola representará o povo brasileiro se divertindo nas festas populares. A liderança do artista mostrou fazer a diferença, com os componentes seguindo suas orientações e respondendo positivamente a cada observação. Ainda há certo polimento a ser feito em alguns detalhes, mas no geral, a comissão de frente cumpriu bem seu papel de apresentar o enredo.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

Samuel e Juliana Ferreira defenderam o pavilhão da Brinco da Marquesa com uma dança inicialmente simples, porém certeira. Mas enquanto evoluíam entre os setores, mostraram serem capazes de demonstrar mais energia, respondendo a exigência de mais giros da parte de seu instrutor. Com isso, a dupla mostrou potencial de animar o público que comparecer ao Sambódromo do Anhembi no dia do desfile oficial, podendo aproveitar os treinamentos até lá para aplicarem mais desse potencial vigor percebido.

Harmonia

A Brinco da Marquesa é uma escola com uma comunidade pequena, mas com o espírito necessário para aproveitar um bom Carnaval. Mesmo com pouco volume de componentes nas alas, o canto do samba foi notável, com destaque para a Ala 4, que veio com adereços em referência à comunidade LGBTQIAPN+. Ainda há o que melhorar, bastando apenas aos diretores colocarem na consciência de cada um a capacidade que eles possuem.

Evolução

Ponto delicado da escola, a evolução pecou de forma desnecessária em certos momentos. Apostando em uma estratégia de colocar a bateria logo após a Comissão de Frente, seria uma oportunidade de aproveitar o buraco técnico do grupo cênico para evoluírem sem riscos, mas mesmo assim espaços muito grandes ocorreram, principalmente entre a ala seguinte e o primeiro casal, e que precisam ser acertados. Havia espaço excessivo também entre algumas alas, com os diretores discutindo a respeito durante o ensaio. Fecharam os portões com 47 minutos, muito tempo de sobra, então basta à equipe organizar esse elemento até o dia do desfile.

Samba-Enredo

Samba leve, com uma letra fácil de cantar. A Brinco da Marquesa acertou em cheio com uma obra que sintetiza de maneira bem carnavalesca a essência de seu enredo sobre as festas populares. O samba funcionou no Avenida, e permitiu a bateria ousar com bossas de alto nível. Quesito forte que pode favorecer a escola no dia do desfile oficial.

Outros destaques

A bateria “Fantástica”, comandada por Mestre Juan Cotto foi grande destaque positivo. Bem ensaiada, casou muito bem com o samba da escola e apresentou excelentes bossas. À frente dos ritmistas, a madrinha Magali Alves chamou atenção com uma fantasia com clara referência às passistas Globeleza e agradou o público com sua dança.

A Brinco da Marquesa mostrou neste único ensaio técnico que teve a sua disposição que é possível fazer um bom Carnaval mesmo com recursos limitados. Em 2022, na sua estreia no Grupo de Acesso 2, a escola mostrara ter uma comunidade unida, e agora para este ano a melhora é explícita. A expectativa é de um desfile gostoso de assistir, de uma comunidade disposta a brincar o Carnaval da melhor forma possível.

- ads-

Jackson Carvalho, Marcelinho Emoção e Fabão Rodrigues assumem Comissão de Harmonia no Arranco

Para o Carnaval 2025, o Arranco contará com uma Comissão de Harmonia formada por Jackson Carvalho, Marcelinho Emoção e Fabão Rodrigues. Jackson Carvalho começou sua...

Vizinha Faladeira será homenageada com conjunto de Medalhas de Mérito Pedro Ernesto

No próximo dia 23 de abril, a histórica Associação Recreativa Escola de Samba Vizinha Faladeira, uma das pioneiras no cenário do carnaval carioca, terá...

Jorge Silveira exalta preparação da Mocidade Alegre para ganhar duas categorias no Estrela do Carnaval: ‘São Paulo cada vez mais competitivo’

Em 2024, a Mocidade Alegre foi bicampeã do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, conseguindo unir beleza e facilidade de leitura para tratar...