É sabido que muitas mudanças estão acontecendo na forma em que as escolas serão julgadas no Carnaval 2024 de São Paulo. Reuniões estão ocorrendo frequentemente na sede da Liga-SP. De acordo com Sidnei Carrioulo, tudo vem caminhando bem, as agremiações estão em comum acordo e por enquanto tudo está sendo benéfico.

Foto: José Cordeiro/ SP Turis

“Não é no regulamento que nós temos problemas. O erro é no critério de julgamento. A gente já vem fazendo o trabalho logo após o carnaval com todos da área tratando o quesito com pessoas daquele setor e todos que estão envolvidos. Mas já pelo menos cinco quesitos estão certos. Na próxima semana a gente já parte para o sexto. É ouvir todo mundo, tentar entender a melhor forma para ser julgado. Estamos trabalhando muito porque não é fácil mudar uma coisa que já está há muito tempo, mas pela disposição de todo mundo eu acredito que vamos colher bons frutos”, disse.

Estrutura do Anhembi

Muitas coisas vão mudar no Anhembi, principalmente, após a concessão feita com a empresa GL. Porém, algo que está repercutindo positivamente é a questão da retirada das torres de julgamento, que de fato foi confirmada pelo presidente. Módulos serão colocados no lugar das estruturas e, com isso, o espetáculo promete ter um visual mais bonito e o jurado pode ter uma visão melhor e fechada. De acordo com Carrioulo, o módulo musical será o mais beneficiado, principalmente o quesito harmonia.

“Realmente as torres serão demolidas. A Liga entende que será uma melhora, porque ali fica muito ruim principalmente a parte sonora. Quem julga harmonia fica muito prejudicado, tanto é que a gente costuma fazer alguns tablados e situações de cabines para o jurado ouvir melhor. A ideia é tirar aquilo. Sem dizer o quanto de espaço a gente vai ganhar. Aquelas cabines atrapalham muito o pessoal que está assistindo da arquibancada. Se você olhar da arquibancada, naquela direção e ângulo, dá para notar que fica vazia. A gente vai ter quatro lugares de julgamentos. São quatro estruturas em que os quesitos vão ser julgados. A mudança eu acredito que vem como uma coisa nova”, declarou.

O mandatário contou que o lançamento dos sambas-enredo com os mini-desfiles ocorrerão novamente em 02 de dezembro, que é o Dia Nacional do Samba.