Maior campeã do carnaval do Rio de Janeiro, a Portela celebra 100 anos de história, conquistas e, claro, muito samba. Dezenas de compositores ilustres como Paulinho da Viola, Candeia, Zé Keti, Clara Nunes, Monarco e vários outros eternizaram canções que até hoje marcam a vida de milhões de brasileiros. Uma delas é Teresa Cristina, cantora e compositora portelense que se junta à Velha Guarda da escola e convidados para um show inesquecível dia 16 de janeiro de 2024 no Vivo Rio. Fernanda Abreu, Moacyr Luz, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Mauro Diniz, Wanderley Monteiro, Orlando Morais e Simone completam a homenagem à escola.

Teresa iniciou sua vida artística em 1997 quando fez um show em homenagem a Candeia, que considera como o início de sua trajetória e, depois disso, lançou nove álbuns, participou de outros sete trabalhos e homenageou grandes sambistas, além de ter ficado eternizada como “a rainha das lives” durante a pandemia.

Em janeiro de 2024, a cantora se junta a Velha Guarda da Portela e convidados para um show que vai celebrar o centenário da Majestade do Samba, passeando pelas principais canções de seus compositores, como “Foi Um Rio Que Passou Em Minha Vida” e “Coração em Desalinho”, e sambas-enredos inesquecíveis como “Das Maravilhas do Mar, Fez-se o Esplendor de Uma Noite”, campeão de 1981.

Teresa Cristina comenta: “A Portela é imensa e merece ser celebrada sempre, sobretudo em um momento tão especial. São 100 anos de muita história e todo portelense que quer ajudar a escola a ganhar mais um título deve comparecer dia 16. Reunimos a Velha Guarda e diversos convidados muito especiais para fazermos uma homenagem à altura que a Portela merece”.