A Vila Isabel encerrou o desfile das escolas de samba de 2022 com uma homenagem a Martinho da Vila. Personagem icônico da escola e da história da música brasileira, o cantor e compositor foi cantado pela Sapucaí na madrugada deste domingo. O passista Gabriel Cauarú falou sobre a emoção da comunidade com o enredo.

“A comunidade nunca ficou tão envolvida assim, já estou aqui há seis anos e não tinha visto isso ainda. É o enredo dos sonhos, falar do Martinho da Vila é uma coisa que a gente espera há muito tempo e ele mereceu muito essa homenagem”, disse Gabriel, que completou:

“Em um Carnaval importante como esse, depois de dois anos de pandemia, a energia está absurda, duas vezes maior. A última vez que a Vila foi campeã ela fechou o Carnaval, o povo de Noel gosta muito disso. Acho que podemos brigar pelo título”, encerrou o ator de 24 anos.

O advogado Henrique Rodrigues revelou ao site CARNAVALESCO que a escolha da Vila Isabel em homenagear Martinho o motivou a desfilar. O advogado de 30 anos saiu na ala 6, ‘Memórias de um sargento’. Outra componente, Valéria Marques, de 55 anos, também falou sobre o enredo.

“O Martinho da Vila ser enredo da escola esse ano foi o motivo que me fez escolher desfilar aqui. Eu admiro muito a obra dele. Gostei muito do desfile e da minha fantasia. O samba também é lindo e muito animado. Fechamos com chave de ouro. A expectativa é pelo título”, comentou o advogado.

“Martinho é o grande ícone da escola, então a Vila Isabel veio contar desde o início da carreira dele até o fim. Eu acredito no título, somos grandes candidatos ao campeonato, com absoluta certeza”, disse Valéria, que desfilou na ala 2, ‘Raízes da Roça’.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui