InícioGrupo Especial‘Não me vejo em outro lugar’, diz Viviane Araujo sobre sua paixão...

‘Não me vejo em outro lugar’, diz Viviane Araujo sobre sua paixão pelo Salgueiro

Rainha das rainhas falou sobre carreira, liberdade e a volta ao carnaval como mãe

Uma das certezas do Carnaval 2023 é que Viviane Araujo vai estar no Anhembi e na Sapucaí. Rainha de bateria na Mancha Verde há 17 anos, no Salgueiro há 15 e, agora, mãe do Joaquim de apenas 5 meses, a atriz revela que sua felicidade e sua realização pessoal estão acima de qualquer expectativa sobre seu padrão físico e vai levar para Avenida a alegria de poder estar de volta. Neste pré-carnaval intenso, Viviane recebeu o site CARNAVALESCO no barracão do Salgueiro para conversar sobre assuntos como sua trajetória no samba, sonhos e a Furiosa.

Fotos: Allan Duffes/Site CARNAVALESCO

Gosta de ser chamada de rainha das rainhas?

Viviane Araujo: “Eu não me considero, as pessoas que me chamam. É uma brincadeira que começou com o Quinho na quadra e nos ensaios. Eu acho que é pelo fato de toda minha trajetória no carnaval, de toda história que eu venho construindo ao longo desses anos todos, são 15 ou 16 anos que eu estou com o Salgueiro. Acredito que seja pela minha história de amor e dedicação com o Salgueiro”.

O que representa estar à frente da bateria do Salgueiro?

Viviane Araujo: “É uma responsabilidade. É um peso muito grande. Apesar de rainha não ser quesito, nós temos um peso e um valor importante, somos muito cobradas. Mas é maravilhoso”.

O Salgueiro é o amor da sua vida no carnaval?

Viviane Araujo: “Com certeza! Eu falo que não me vejo em outro lugar a não ser no Salgueiro. Realmente minha paixão no samba e no carnaval é o Salgueiro, no Rio. Em São Paulo, tem a Mancha”.

O que você acha das escolas darem oportunidade para as meninas de comunidades entrarem no posto de rainha de bateria?

Viviane Araujo: “Eu acho que tem espaço para todo mundo. O carnaval é para todo mundo. É bacana você dar oportunidade para a menina que é cria, que é da comunidade. Mas eu acho legal dar oportunidade para uma menina que não é cria da comunidade, mas é sambista. Eu acho que tem espaço para todo mundo, o samba é para todo mundo e todo mundo samba como quiser sambar. Ninguém tem que ficar apontando dedo e julgar, o importante é ser feliz. Se você está feliz, você consegue transmitir isso. Sem julgamentos, pelo amor de Deus”.

Tão rápido você deu a luz e já está preparada para o Carnaval 2023. Qual é o segredo?

Viviane Araujo: “Meu filho vai fazer 5 meses. Eu confesso que foi difícil. Eu não estou com o meu corpo de antes, óbvio. Não estou na minha melhor forma, fisicamente falando. Eu estou muito feliz e muito realizada, e isso é maior do que tudo. Eu espero que as pessoas percebam mais isso em mim, a minha felicidade, ter realizado meu sonho, ter tido um filho, ter desfilado grávida e voltar a desfilar. Eu prefiro o público perceber isso, o quanto eu estou feliz e realizada, do que ficar olhando, simplesmente, meu corpo ou se eu estou sambando assim ou assado”.

O que sente quando pisa na Sapucaí e é ovacionada pelo público, seja salgueirense ou não?

Viviane Araujo: “Eu me sinto muito orgulhosa! Sabe quando você pensa que deu certo tudo que fez, o caminho que seguiu? Eu me vejo assim, tendo reconhecimento da minha trajetória. De ter esse carinho e o respeito das pessoas, eu me sinto muito orgulhosa”.

Volta a desfilar na Mancha Verde esse ano? O que representa para você estar lá?

Viviane Araujo: “Já são 17 anos, é uma família também. A gente tem um carinho. Eu não sou tão presente na Mancha como eu sou no Salgueiro, como eu gostaria de estar. Principalmente nesse momento, vai ser a primeira vez [em 04 de fevereiro] que eu vou deixar o Joaquim aqui e vou viajar. É bem difícil, mas eles entendem. Eu tenho uma relação de amizade com o presidente e com todo mundo da Mancha”.

O que você pode falar da sua fantasia no Salgueiro para 2023?

Viviane Araujo: “Minha fantasia é bem bacana e diferente do que eu já coloquei. É bem comportada, mas é linda”.

No enredo de 2023 o carnavalesco fala que cada pessoa tem sua visão de Inferno e Paraíso. Qual é para a Viviane Araujo a visão de um paraíso e de um inferno?

Viviane Araujo: “O Salgueiro quer mostrar um paraíso que é livre, que deixa a pessoa ser feliz do jeito que ela quer. Vamos parar de julgar as pessoas. É o que eu desejo também. É mais amor e menos ódio”.

- ads-

Conheça o enredo da União da Ilha para o Carnaval 2025

A União da Ilha anunciou o enredo para o Carnaval 2025. O carnavalesco Marcus Ferreira será o responsável pelo desfile. Veja abaixo a publicação...

Jackson Carvalho, Marcelinho Emoção e Fabão Rodrigues assumem Comissão de Harmonia no Arranco

Para o Carnaval 2025, o Arranco contará com uma Comissão de Harmonia formada por Jackson Carvalho, Marcelinho Emoção e Fabão Rodrigues. Jackson Carvalho começou sua...

Vizinha Faladeira será homenageada com conjunto de Medalhas de Mérito Pedro Ernesto

No próximo dia 23 de abril, a histórica Associação Recreativa Escola de Samba Vizinha Faladeira, uma das pioneiras no cenário do carnaval carioca, terá...