Chamado com carinho pelos leopoldinenses, de menino de ouro, o diretor executivo da Imperatriz Leopoldinense, atual campeã do Grupo Especial, João Drumond, recebeu a medalha Pedro Ernesto, a mais alta comenda da casa legisltativa da cidade. A iniciativa foi do vereador Luciano Medeiros (PSD) que também entregou moções de congralatuções para componentes da verde e branco.

Fotos: Reprodução de TV

Ao discursar, João Drumond lembrou da família e dos componentes da Imperatriz. “A vida em uma escola de samba exige sacrifícios. São muitas noites sem dormir. Vejo aqui tantas pessoas apaixonadas pela Imperatriz. Se estou aqui sendo agraciado com essa homenagem é muito por conta do amor de vocês para escola. Nunca vai ser fácil substituir o homem (avô Luizinho Drumond)  que ao longo de 45 anos deu para Imperatriz sua casa e ajudou a conquistar oito títulos no Grupo Especial. Foi toda dedicação de uma vida. É muito especial estar aqui recebendo essa homenagem. O título de 2023 coroou o trabalho de três anos. A presidente Cátia Drumond conseguiu colocar a Imperatriz no lugar dela, de campeã e acabar com o jejum”, disse João Drumond.

O diretor executivo afirmou a importância cultural, social e educacional das escolas de samba para comunidades do Rio de Janeiro.

“Não há a menor dúvida que o carnaval carioca é a maior festa e manifestação popular deste país. Precisamos entender como sociedade é que os desfiles acontecem uma vez por ano, mas as escolas de samba e pessoas que compõe as escolas precisam viver o ano inteiro. As comunidades não podem ser olhadas apenas uma vez por ano. Precisamos olhar com carinho maior para o subúrbio e para a favela. As escolas de samba são um elo transformador na vida de milhares de pessoas no Rio de Janeiro. São referências em projetos educionais, esportivos e no auxílio na saúde pública. Precisamos reconhecer a potência e a capacidade de mudar a vidade uma pessoa que a escola de samba carrega. Seguirei sonhando com uma escola cada vez mais próxima da sua comunidade e sendo fonte de cidadania ao seu povo”.

A cerimônia começou com o Hino Nacional e depois o samba exaltação da Imperatriz Leopoldinense, “Rainha de Ramos”. Nos discursos foi ressaltado o trabalho de João Drumond, como coordenador do Projeto Social da Imperatriz, que foi fundamental no momento de pandemia, doando cesta básica para comunidade de Ramos.

Um dos momentos mais emocionantes da noite foi quando o avô de João Drumond ressaltou a força do neto e o trabalho realizado para o Complexo do Alemão. O presidente da Liesa, Jorge Perlingeiro, esteve presente e elogiou a Imperatriz e o título conquistado em 2023.