Sentada no seu devido trono, de rainha mangueirense, Alcione atravessou a Sapucaí, cercada de crianças, no carro “Meu Palácio tem Rainha”. O desfile da Estação Primeira de Mangueira, em homenagem à Marrom, foi encerrado com o carro inspirado na canção “Mangueira é uma Mãe”, representando a própria trajetória de Alcione na escola, sendo esta uma filha que não nasceu no morro, mas que foi acolhida como parte da comunidade. Como uma mãe, ampara que os seus frutos e busca desenvolver o Amanhã através de sua cultura e tradições do samba.

Alcione foi fundadora da Mangueira do Amanhã, a escola mirim, além de que sempre foi muito envolvida socialmente com a escola, promovendo diversas ações sociais com as crianças do morro.

No carro em que a homenageada veio, radiante e com uma coroa na cabeça, as crianças estavam em volta dela, além de esculturas que representavam crianças. O carro era um grande palácio verde e rosa e brilhante, um típico castelo de contos infantis. A essência da Mangueira estava naquela alegoria, as crianças simbolizavam o amanhã da Mangueira. Foi nesse palácio que as crianças contaram ao site CARNAVALESCO a emoção de desfilar ao lado da grande homenageada da Mangueira.

“Ai, meu coração está batendo tão forte e eu estou sentindo que eu vou chorar também, perto de uma deusa dessas! Ai, eu estou nervosa, eu vou chorar muito. Eu adoro as unhas dela”, disse a Dara Lima, de 9 anos e componente da Mangueira do Amanhã.

O Adriano Silva, de 12 anos, veio em cima do carro da Alcione representando o Serginho do Pandeiro, passista ilustre da Verde e Rosa que faleceu em novembro do ano passado.

“A sensação de estar aqui é muito boa, estou achando tudo maneiro, legal e divertido. Estou imitando o Sérgio do Paneiro, é a minha primeira vez na Mangueira, mas na Mangueira do Amanhã já foram várias”, contou o garoto.

“Ai, eu estou um pouco nervosa, pois eu gosto muito da Alcione e é a minha primeira vez na Mangueira, eu amo a música dela, ouço desde criança”, contou Dora Andrade, de 17 anos.

A Pérola Negreiros, também componente da Mangueira do Amanhã, que desfilou no carro ao lado de suas duas primas, a felicidade do momento era imensa.

“Ai, gente, eu estou muito feliz. É tanta emoção que eu estou sentindo que eu vou chorar. Sempre ouvi Alcione em casa. A minha música favorita é aquela que virou moda no TikTok, mas tem que me prender, tem que seduzir, adoro essa”, contou Peróla.