InícioGrupo EspecialIntegrantes das escolas de samba da Série Ouro elogiam a produção do...

Integrantes das escolas de samba da Série Ouro elogiam a produção do álbum oficial de 2024 pelo mestre Macaco Branco

M&C Studio foi, novamente, o local escolhido para o trabalho

O álbum de sambas de enredo da Série Ouro para o Carnaval 2024 vem recebendo diversos elogios no mundo do samba. Pelo terceiro ano seguido, a produção ficou a cargo de Macaco Branco, mestre de bateria da Vila Isabel. O M&C Studio foi, novamente, o local escolhido para o trabalho. O estúdio localizado em Marechal Hermes, na Zona Norte do Rio, conta com a direção de Maurício Fonseca, que também é o operador e faz todo o trato com o áudio para chegar ao produto final.

Durante os minidesfiles da Série Ouro, evento realizadoa na Cidade do Samba, zona portuária do Rio, a equipe de reportagem do site CARNAVALESCO conversou com alguns artistas importantes sobre esse trabalho.

Leozinho Nunes, intérprete do Parque Acari

“O Macaco Branco, além de ser meu amigo particular, é um grande profissional no mundo do samba. Sempre tentando inovar, vindo com novas ideias. Eu sei que o samba é tradicional, mas ele vem com novidades. Não só ele, mas também outros músicos que vêm surgindo no Rio de Janeiro e em todo o Brasil”.

Chuvisco, mestre de bateria do Estácio de Sá

“Acredito que a gravação foi um sucesso. Ficou ótima. Tanto com o Macaco Branco na produção, quanto com o Maurício também lá no estúdio. A gente já se conhece há tempos. Então, o trabalho fica muito mais tranquilo, muito mais suave. Ele auxiliou a gente ao máximo. O resultado é esse que vocês estão podendo ver e ouvir”.

Daniel Silva, intérprete do Império da Tijuca

“Trabalhar com o Macaco Branco, com o Maurício, a equipe da Liga, é sempre um prazer. Eles deixam o ambiente maravilhoso. A energia e o astral ficam lá em cima. Sempre recebem a escola da melhor maneira possível e deixam a gente ficar tranquilo. Então, a gente faz o nosso trabalho na suavidade. Isso pro samba, pro carnaval, só tem a ajudar. O samba do Império da Tijuca está pegando força e estamos muito felizes com o resultado dele na gravação e nos ensaios”.

Marcelo Santos, mestre de bateria da União da Ilha

“Macaco Branco é um amigo que eu tenho no samba. A gente começou juntos como mestres de bateria no mesmo ano. Além de amigo, é um talento no carnaval. A gente fica super a vontade. Ele deu várias ideias e muito apoio em arranjo, em andamento. É um gênio dessa nova geração de grandes músicos que está surgindo no samba. Trabalho sensacional. Não só dele, mas de toda a produção da Liga RJ, que nos colocou em um estúdio maravilhoso do Maurício, lá em Marechal Hermes. Isso nos permitiu fazer uma grande gravação”.

- ads-

Série Prata: Botafogo Samba Clube e Tradição sobem para Série Ouro e vão desfilar na Sapucaí em 2025

A Botafogo Samba Clube e Tradição venceram seus dias de desfiles na Série Prata e conquistaram o acesso para Série Ouro e vão desfilar...

Mocidade anuncia renovação do casal de mestre-sala e porta-bandeira

A Mocidade Independente de Padre Miguel anunciou na tarde desta terça-feira a renovação do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Diogo e Bruna, para o...

Série Bronze: Boi da Ilha é a campeã; sobem para Série Prata também o Império de Nova Iguaçu, Alegria do Vilar e Chatuba de...

Por Lucas Santos e Rafael Soares O Boi da Ilha do Governador foi campeã geral da Série Bronze no Carnaval 2024 e garante o direito...