InícioSão PauloHarmonia e samba são destaques do último ensaio técnico do Império de...

Harmonia e samba são destaques do último ensaio técnico do Império de Casa Verde

Tigre Guerreiro demonstra novamente o motivo de ser uma das grandes potências da folia paulistana após treinamento praticamente perfeito

Por Lucas Sampaio e fotos de Fábio Martins

O Império de Casa Verde realizou seu segundo ensaio técnico no último sábado no Sambódromo do Anhembi em preparação para o carnaval de 2024. Os desempenhos da harmonia e da ala musical foram destaques do treinamento encerrado após 62 minutos. O Tigre Guerreiro será a sexta escola a desfilar no dia 10 de fevereiro pelo Grupo Especial de São Paulo com o enredo “Fafá, a Cabocla Mística em Rituais da Floresta”, assinado pelo carnavalesco Leandro Barboza.

Foi o último treinamento geral que o Império pôde realizar na Passarela do Samba antes do desfile oficial, e a sensação transmitida é de que o sábado de carnaval já poderia ser naquele momento. Todos os quesitos conversaram de maneira uníssona, praticamente perfeita, gerando grandes expectativas para ver como música e técnica se unirão à tão aclamada estética imperiana.

Comissão de frente

O Império abriu o ensaio com uma comissão de frente atuando em dois atos marcados por passagens do samba. Uma protagonista carregando duas maracas aparenta representar Fafá de Belém, com o restante do grupo interagindo com ela. O primeiro ato ocorre completamente no chão, enquanto no segundo a dançarina com parte dos companheiros sobem em um tripé, aonde a principal vai para uma estrutura ao centro que é erguida pelos demais com um mecanismo giratório, dando um efeito interessante.

A atuação do quesito é segura, mesmo sem o uso das fantasias e o tripé ainda sem a decoração. A clareza da representatividade da protagonista gera expectativas para o desfile, prometendo a abertura imperiana causar um impacto positivo no desfile.

Mestre-sala e Porta-bandeira

Rodrigo Antonio e Jessica Gioz estiveram em grande noite. O casal imperiano cravou todos os movimentos nas três cabines em que foram observados, com direito a inserção de passos de dança marcados dentro das obrigatoriedades que engrandeceram ainda mais a atuação. A dupla, que garantiu 40 pontos no carnaval de 2023, chega para o próximo desfile com boas chances de repetir o resultado.

A inusitada posição do quarto módulo de jurados, muito mais elevado que os demais, tem causado confusão para alguns casais, e Jessica Gioz falou a respeito da experiência de dançar diante dele.

“Senti muita dificuldade. Nós notamos a montagem dessa cabine na quarta-feira, não foi algo que foi combinado. Desde o começo de janeiro estamos nos programando para nos apresentarmos em baixo, como são todas. Na última quarta-feira, vimos a montagem e subentendeu que seria mais alto. Para mim, pelo menos, ainda não chegou um comunicado concreto, mas tudo indica que sim e é ruim, sim. Eles estão muito em cima, a visão deles é muito ampla. Antes, tínhamos uma estratégia de ir mais para perto deles, e agora temos que nos afastar mais para eles conseguirem ter a visão da coreografia inteira. Temos quinze dias para trabalhar em cima disso”, declarou.

Harmonia

Quando o samba é bom e a escola tem uma comunidade aguerrida, a tendência natural é o coral proporcionar um grande espetáculo. Ao longo de todo o ensaio os componentes clamaram o samba imperiano com vigor e disposição, mesmo fora das várias bossas que a bateria “Barcelona do Samba” apostou pela Avenida.

É mais um ano em que o Império de Casa Verde tem a tranquilidade de ter no seu povo uma fonte segura de boas notas. O diretor de carnaval, Tiguês, fez uma análise geral do desempenho técnico da escola no ensaio.

“Sentimos que realmente a escola está pronta para o combate. Sentiu que alguns componentes que ainda estavam chegando, pegando o samba, neste ensaio aqui percebemos que o povo pegou melhor, e agora acho que a escola está pronta para o combate. O primeiro ensaio avaliamos como muito, muito bom, foi um ensaio muito bom. A parte de andamento, evolução, canto da escola. Neste ensaio agora não tinha muita coisa para mexer, era mais mesmo de componente novo que chegava e tals para corrigir. Fizemos ensaios na quadra e fluiu bem”, disse.

Na opinião de Tigues, o grande destaque do ensaio foi o ânimo dos componentes em cantar o samba.

“Temos esse apagão do ‘Emoriô’, mas não é só isso. Vejo a escola cantando muito animada o samba inteiro, então é difícil falar de um ponto alto dentro de um conjunto desse. Acredito que o canto da escola foi o ponto melhor hoje”, completou.

Evolução

A comunidade imperiana compareceu em peso ao último ensaio técnico da escola, o que permitiu um treinamento próximo à realidade do desfile oficial. Ao longo de toda a passagem da escola a fluidez ocorreu tranquilamente, parando apenas em certo ponto para que a bateria pudesse realizar uma apresentação especial para a arquibancada Monumental e no recuo. É um quesito que costuma trazer segurança para o Império há anos, e mais uma vez não será motivo de preocupação.

Samba-enredo

O “Emoriô” é um verdadeiro hit do carnaval paulistano em 2024, e as vozes da ala musical liderada por Tinga só engrandecem ainda mais excelente samba imperiano. Em um ano que os intérpretes estão sendo mais cautelosos em função das mudanças no regulamento o talento vocal faz toda a diferença, e o artista carioca tem de sobra a oferecer ao Império de Casa Verde.

Tinga fez uma análise geral do desempenho da ala musical no segundo ensaio técnico da escola.

“A gente vai procurar sempre melhorar até o dia do desfile oficial. A gente vem com esse samba lindo, maravilhoso em homenagem à nossa querida Fafá de Belém. Carro de som está de parabéns, com todo mundo se doando o máximo para fazer o melhor pelo Império de Casa Verde. Aqui a gente trabalha sem a vaidade, trabalha em prol do Império de Casa Verde para a gente chegar ao nosso objetivo. Está todo mundo de parabéns, toda a escola, toda a comunidade que está cantando bonito, cantando forte, e estamos juntos sempre”, avaliou.

Diante do engajamento forte dos componentes, Tinga deixou uma mensagem especial para a comunidade imperiana.

“É para chegar junto para Império chegar com tudo, com muita força, com essa alegria, trazer essa alegria para a Avenida. Com certeza, a gente vai fazer um grande desfile e chegar ao nosso objetivo, que é ser campeão do carnaval”, concluiu.

Outros destaques

A bateria “Barcelona do Samba” teve a sua frente a rainha Theba Pitylla vestida com uma bela fantasia cravejada de conchas, muito conveniente para brilhar diante do mar azul incansável dos ritmistas imperianos. Para um artista da música como mestre Zoinho, poder homenagear na Avenida uma consagrada cantora tem um sentimento especial.

“É diferente, muito especial e a gente se preparou muito para isso. Trata-se de um enredo muito importante, a Fafá tem uma grande representatividade na nossa música brasileira. Estamos falando de música, e estou lidando com uma música. Não só com um samba-enredo, é uma música de excelentes compositores. Tive todo um cuidado para fazer todos os arranjos e paradinhas que eu fiz. Trata-se de Fafá de Belém, uma das maiores do nosso país e temos que valorizar uma artista desse tamanho. Muita gente não valoriza o que temos no Brasil em relação à música, mas a Fafá tem uma grande carreira e temos que valorizar isso. É uma grande homenageada”, afirmou.

- ads-

Nícolas Gonçalves acerta com Tucuruvi para fazer parceria com dupla de artistas da escola

Além da renovação de Dione Leite e Yago Duarte, o Tucuruvi anunciou a chegada do carnavalesco Nícolas Gonçalves que estará na parceria com a...

Tucuruvi anuncia renovação de carnavalescos para o desfile de 2025

O Tucuruvi anunciou nesta segunda-feira a renovação da dupla de carnavalescos, Dione Leite e Yago Duarte, para o desfile do ano que vem. Confira...

Elogiado e recomendado no passado por Laíla, Marquinho Marino fala da chegada na Beija-Flor: ‘sei do tamanho e magnitude’

Considerado um dos melhores diretores de carnaval do Rio de Janeiro, Marquinho Marino chegou na Beija-Flor. Em entrevista especial para o site CARNAVALESCO, ele...