InícioSérie OuroAcadêmicos de NiteróiFreddy Ferreira analisa a bateria da Niterói no desfile

Freddy Ferreira analisa a bateria da Niterói no desfile

Um desfile muito bom da bateria da Acadêmicos de Niterói, comandada pelo consolidado mestre Demétrius. Uma conjunção sonora pautada pelo andamento confortável pelo equilíbrio foi produzida. É possível dizer, inclusive, que a base de trabalho de mestre Demétrius na “Cadência de Niterói” é a valorização do ritmo. Suas bossas costumas ser simples e práticas, todas intuitivas, além de bem ligados ao samba-enredo da agremiação. Uma pena somente um chapéu volumoso, desconfortável e alto que a bateria usou. O chapéu com volume acima do ideal impediu que as peças leves, que ficam na frente da bateria, tocassem no primeiro recuo. Pela pista, diretores e ritmistas foram aguerridos, garantindo a visualização de sinais com muito esforço e comprometimento.

Uma cozinha da bateria “Cadência de Niterói” com afinação privilegiada foi notada. Surdos de primeira e segunda foram educados e e precisos durante o desfile. Os surdos de terceira contribuíram com um balanço acima da média. Repiques coesos e ressonantes tocaram conectados a um naipe de caixa de guerras bastante sólido.

Na parte da frente do ritmo, uma ala de cuícas consistente foi percebida. Um naipe de chocalhos de qualidade técnica tocou interligado a uma ala de tamborins de nítida virtude musical, que executou um desenho rítmico simples, mas com bastante precisão.

Bossas simples, mas altamente funcionais foram exibidas. Arranjos com integração musical demonstrando bom gosto aliado a praticidade, que teve execuções impecáveis pelo ritmo da bateria da Niterói. Destaque para a bossa da cabeça do samba, tanto pelo impacto sonoro dos surdos, como pelo bom balanço produzido durante o arranjo musical.

A apresentação no primeiro módulo (cabine dupla) foi segura. A exibição no segundo módulo foi até superior que a anterior, com uma fluência rítmica notável entre os naipes. Já a última apresentação em cabine, mesmo ligeira, foi correta. Inclusive, deu a impressão de que era possível deixar a bateria mais alguns minutos em frente ao módulo. Um ritmo muito bom da “Cadência de Niterói”, em noite de bastante equilíbrio e consistência. Mestre Demétrius têm motivos de sobra para sair feliz da Sapucaí, com um grande desempenho de seu ritmo.

- ads-

Ao vivo: sorteio da ordem dos desfiles do Grupo Especial do Rio

https://www.youtube.com/watch?v=OPepqf6oZ_4

Primeiro casal da Mocidade Independente de Padre Miguel tem nova coreógrafa para o Carnaval 2025

A Mocidade Independente de Padre Miguel anunciou nesta quinta-feira (23) a contratação de uma nova coreógrafa para o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira,...

Em busca do bi da Viradouro, Julinho espera repetir encerramento dos desfiles, enquanto Priscilla Mota não tem posição preferida

Campeã do Carnaval de 2025, a Viradouro vem em busca do bicampeonato. Com enredo já anunciado, a escola quer agora saber em que posição...