Um ensaio técnico muito bom da bateria da Grande Rio, comandada por mestre Fafá. Um ritmo de bastante equilíbrio, onde se destacaram a educação musical dos ritmistas, além de uma equalização de timbres que permitiu a fluência plena entre os mais variados naipes. Uma conjunção sonora acima da média foi obtida.

Foto: Vitor Melo/Divulgação Rio Carnaval

Uma bateria da Grande Rio com uma bela afinação de surdos foi notada. Os marcadores de primeira e segunda mostraram uma educação musical refinada, enquanto garantiam um pulsar eficiente e preciso. Destaque para a maceta dos surdos de primeira, maiores em diâmetro, que teve origem na bateria da Vai Vai e casou bastante com a sonoridade do ritmo de Caxias. O balanço dos surdos de terceira esteve em evidência, contribuindo no swing da bateria. Repiques coesos e retos adicionaram valor sonoro à cozinha da bateria, assim como um naipe de caixas com boa ressonância serviu de base para a parte de trás do ritmo.

Na cabeça da bateria, uma ala de cuícas segura ajudou na sonoridade da parte da frente do ritmo, junto de um naipe de agogôs com uma musicalidade diferenciada, que executou um desenho rítmico simples, mas eficaz. Um bom naipe de tamborins tocou uma convenção rítmica funcional de forma integrada e entrelaçada a uma ala de chocalhos de alto valor técnico. É possível dizer que o entrosamento entre tamborins e chocalhos foi um dos pontos altos do grande trabalho envolvendo as peças leves.

Bossas profundamente ligadas ao melodioso samba da agremiação se mostraram corretas, impulsionando componentes em canto e dança, além das execuções privilegiadas por toda a pista. Um leque de paradinhas com bastante esmero musical, que contribuiu destacando um trabalho que tem por base a manutenção de um bom ritmo. A equalização diferenciada também auxiliou os arranjos musicais, principalmente nos que destacavam as afinações de surdos distintas.

Uma apresentação muito boa da bateria da Grande Rio, dirigida por mestre Fafá. Um ensaio técnico que exibiu uma bateria pronta para o desfile oficial e que vai batalhar pela volta da almejada nota máxima. Um ritmo enxuto, equilibrado e muito bem equalizado da tricolor de Caxias. Major Fafá, seus diretores e ritmistas têm motivos de sobra para voltarem felizes para Duque de Caxias, além de confiantes num grande desfile da bateria da Grande Rio.