A Acadêmicos do Grande Rio realiza no sábado em sua quadra um encontro com todas as baterias do Grupo Especial. O festival Guardiões da Favela terá início às 17h e contará com a apresentação das 12 escolas do grupo de elite carioca, além da União da Ilha do Governador, convidada da Série Ouro, e as paulistas Mancha Verde e Mocidade Alegre. O evento resgata uma tradição de mais de 60 anos, de acordo com o pesquisador e enredista da Grande Rio, Vinicius Natal.

Foto: Allan Duffes/Site CARNAVALESCO

“Desde a década de 1960, as baterias das escolas de samba faziam grandes encontros nos quais confraternizavam, homenageavam seus mestres e concorriam, amistosamente, para saber qual era a bateria mais inventiva do ano. Esses festivais ocorriam no estádio do Maracanãzinho e deram base para a gravação dos LPS de sambas de enredo no final da mesma década. Foram tão importantes para a história do samba que, a partir dali, muitos talentos despontaram para o mercado musical e para dentro de suas próprias escolas”, explica Natal.

Cada bateria convidada fará sua exibição com seu cantores oficiais e músicos, em um dos três palcos montados na quadra de ensaios da campeã do Carnaval. O festival começa com a apresentação da anfitriã, marcada para as 19h, no palco Du Gás. Os nomes dos palcos homenageiam três grandes mestres de bateria que fizeram história pela Grande Rio, como explica mestre Fafá.

“Iremos tocar no palco Du Gás. É o nome do meu pai, presidente de honra da bateria, que tem uma vida ligada à nossa escola. Também fizemos questão de recordar o mestre Odilon, que teve uma carreira vitoriosa na Grande Rio e mestre Maurício, o primeiro a ganhar um Estandarte de Ouro pela bateria da agremiação”.

Segundo o responsável pelos 270 ritmistas da tricolor caxiense, que alcançou a nota máxima por parte de todos os jurados nos três últimos carnavais, a expectativa é que tenhamos uma noite de muita confraternização.

“Não haverá clima de competição. A ideia será valorizar as baterias. Vamos fazer uma homenagem a todos os mestres que se apresentarão por tudo o que fazem pelo Carnaval. São figuras que têm uma trajetória de muito trabalho ao longo de todo o ano, cobram muito de seus ritmistas porque também são muito exigidos e merecem esse reconhecimento”, afirma Fafá.

A previsão do show das demais escolas é a seguinte:

Palco Odilon

19h45 Império Serrano
21h15 Salgueiro
22h45 Mangueira
00h15 Tijuca
01h45 Mancha Verde
03h15 Mocidade
04h45 Viradouro

Palco Maurício

20h30 Tuiuti
22h Mocidade Alegre
23h30 Ilha
01h Imperatriz
02h30 Portela
04h Vila Isabel
05h30 Beija-Flor

Haverá, ainda, apresentação da impactante comissão de frente da Grande Rio, que foi um dos grandes destaques do Carnaval de 2022 e a concepção artística do evento ficará por conta dos carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora.

Os ingressos de pista estão sendo vendidos a 20 reais, pela plataforma Guichê Web no link: https://www.guicheweb.com.br/guardioes-da-favela-1-festival_18115. Há mesas disponíveis para compra pelo telefone (21) 99018-3849.

Serviço:
Festival Guardiões da Favela
Data: 12 de novembro de 2022
Início: 17 horas
Endereço: Quadra da Grande Rio – Rua Almirante Barroso, 5 – Duque de Caxias
Ingressos a partir de R$ 20 pelo site Guichê Web
https://www.guicheweb.com.br/guardioes-da-favela-1-festival_18115,