InícioGrupo EspecialFesta na Academia! Salgueiro renova com o casal Sidclei e Marcella Alves

Festa na Academia! Salgueiro renova com o casal Sidclei e Marcella Alves

A dupla de ouro segue na Academia do Samba. O Salgueiro anunciou a renovação do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Sdiclei e Marcella Alves, para o Carnaval 2025.

Foto: Nelson Malfacini/CARNAVALESCO

Veja abaixo o post da escola informando a renovação

“Com o coração transbordando de alegria e emoção, temos a honra de revelar que a magia continuará em 2025 com o nosso extraordinário primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Sidclei e Marcella! Este anúncio é mais do que uma renovação, é uma celebração de uma jornada incrível.

10 Anos de Pura Devoção e Vínculo
É com lágrimas de gratidão que afirmamos que Sidclei e Marcella representam e defendem, juntos, nosso pavilhão há uma década! Dez anos de amor, dedicação e uma conexão única com o Salgueiro que é verdadeiramente indescritível.

8 Anos de Brilho Nota Máxima!
Há oito anos, esse duo mágico não apenas dança, eles encantam e conquistam corações, garantindo a nota máxima no quesito. Uma jornada de excelência que ilumina nosso caminho!

Talento e Paixão Desmedidos!
Sidclei e Marcella, vocês não são apenas mestre-sala e porta-bandeira; são a essência da nossa escola, artistas que transformam passos em poesia. Obrigado por serem os guardiões da nossa tradição e por colorirem o nosso Carnaval com a paleta das emoções”.

Como foi o casal em 2024

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Sidcley Santos e Marcella Alves, veio com uma fantasia de nome “Yakoana”, representando o pó alucinógeno utilizado nos rituais cotidianos dos xamãs na terra indígena Yanomami. A partir de sua inalação, os indígenas conseguem ver os xapiris, espíritos de luz protetores da floresta, que transmitem as mensagens de Omama através de cantos, colhidos das “árvores sábias” das partes mais remotas da Hutukara. A apresentação do casal foi de excelência. A fantasia toda em vermelho era muito bonita e bem acabada. A dança mostrou movimentos fortes, limpos e bem sincronizados. As interações entre os dois eram de muita beleza e cumplicidade, com sorrisos, troca de olhares e confiança. O número mesclou elementos mais tradicionais, com passos coreografados em alguns momentos do samba-enredo.

- ads-

Jorge Silveira exalta preparação da Mocidade Alegre para ganhar duas categorias no Estrela do Carnaval: ‘São Paulo cada vez mais competitivo’

Em 2024, a Mocidade Alegre foi bicampeã do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, conseguindo unir beleza e facilidade de leitura para tratar...

Ei Psiu! Emerson Dias comemora chegada no carnaval de São Paulo e estreia levantando comunidade da MUM

A Mocidade Unida da Mooca apresentou seu novo intérprete para o carnaval de 2025, e é Emerson Dias, que fará sua estreia em São...

É a bateria do Zaca! Mestre Serginho se diz contente pela proposta diferente e conquista do Estrela do Carnaval

A “Bateria do Zaca” vive uma fase espetacular. É o segundo ano consecutivo em que a batucada comandada por mestre Serginho conquista os 40...