A Grande Rio não poderia encerrar a temporada de pré-carnaval sem se despedir de Caxias. A escola fez seu último ensaio de rua na noite de quinta-feira, na Avenida Brigadeiro Lima e Silva – no coração da cidade. Inicialmente, o treino estava marcado para o último sábado, mas foi cancelado por conta do mau tempo. Com o samba na ponta da língua do componente, a agremiação promete mostrar no ensaio técnico a força e o rugido da onça.

Muito mais que um preparativo técnico, o ensaio também foi marcado pela emoção e celebração da comunidade. A agremiação fará neste sábado seu ensaio técnico na Marquês de Sapucaí, e o encontro da noite simbolizou o final de um ciclo de trabalho intenso que, agora, parece estar pronto. O diretor de carnaval da Grande Rio, Thiago Monteiro, ressaltou a importância de sentir a energia caxiense antes de pisar no solo sagrado da Passarela do Samba. Para ele, a escola virá forte em busca do bicampeonato e promete surpresas jamais vistas na Avenida.

“Foi uma grande festa. Hoje, além da parte técnica, queríamos muito entregar para Caxias uma festa – e entregamos. A gente quis fazer isso para pegar esse calor da cidade e levar conosco. O ensaio de rua é a comunidade, a gente está junto com a nossa terra e o nosso chão. Na quadra é um ambiente controlado, mas aqui nós temos o calor humano – isso é fundamental. A gente está planejando coisas que a Sapucaí nunca viu – espero que dê certo (risos). Neste ano queremos ganhar. Chega de comemorar o passado, vamos lutar para que no presente e em um futuro muito próximo tenhamos algo muito bom. É um trabalho muito forte. Respeitamos todo mundo, mas sabemos o que estamos fazendo aqui dentro”, afirmou Thiago.

Mestre-sala e Porta-bandeira

Daniel Werneck e Taciana Couto foram responsáveis por abrir mais um ensaio de rua da agremiação de Caxias. Com uma coreografia que mistura a dança tradicional e passos coreografados em referência ao enredo e a trechos do samba, o casal esbanjou sincronismo e conexão. A dupla conseguiu os 30 pontos no Carnaval de 2023 e, se depender deles, a onça vai rugir na Avenida. Para o grande dia do desfile, Taciana e Daniel prometem levar uma surpresa para a Marquês de Sapucaí.

“Tudo pronto e bem alinhado. Só guardamos alguns detalhes para o grande dia, porque nós sempre deixamos um ‘temperinho’ especial. Hoje fechamos com chave de ouro mais uma temporada, com a comunidade abraçando o nosso samba e enredo. Tenho certeza que a Grande Rio fará um grande desfile no ensaio técnico. A coreografia foi toda pensada e planejada dentro do enredo, da proposta da fantasia e de acordo com o samba. Gostamos de misturar o tradicional com um pouquinho da inovação, então há detalhes do samba, coisas da fantasia e muito da dança tradicional do casal de mestre-sala e porta-bandeira – acredito que apostamos mais nisso neste ano. A fantasia é surpresa, mas posso garantir que é linda e uma das mais bonitas que a gente já vestiu até agora”, comentou Taciana.

“A expectativa para o ensaio técnico é sentir a energia da arquibancada e um pouco do que vamos apresentar na Avenida. Estamos ansiosos para poder buscar, mais uma vez, um grande desfile para brigar pelo campeonato – acredito que essa é a maior tensão que temos neste momento. O que podemos dizer para os torcedores é que eles vão ver uma Grande Rio linda, leve e que com certeza vai surpreender e encantar muito na Avenida. Daniel e Taciana também vão levar uma surpresinha e espero que as pessoas entendam essa magia que estamos buscando levar ao desfile”, completou o mestre-sala.

Harmonia

O chão caxiense é forte e apaixonado. O último ensaio de rua da temporada foi marcado pela emoção que parece ter deixado o canto da comunidade ainda mais forte. Desde o primeiro ensaio, ainda em novembro do ano passado, o samba-enredo foi abraçado pelos torcedores da Tricolor da Baixada. O crescimento constante, fruto também do trabalho feito pela direção de harmonia da escola, deixou a obra ainda mais alinhada para a Avenida. O forte entrosamento entre carro de som, bateria e torcedores, mostra que a escola está unida e disposta a brigar por um só propósito: levar a segunda estrela para Duque de Caxias.

Andrezinho, um dos diretores de harmonia da agremiação, pontuou a força da comunidade como um dos destaques da noite. Confiante no trabalho desenvolvido, ele acredita que a escola está pronta para o ensaio técnico e o desfile.

“Foi um ensaio muito bom. Acredito que o povo já está muito bem preparado para o sábado e para o domingo de desfile também (risos). É somente fazer o que já estamos acostumados, e cobrar só um pouquinho – porque sempre queremos cobrar mais um pouco. A escola está preparada e podem esperar, porque a onça vai rugir”, avaliou Andrezinho.

Evolução

O treino começou por volta das 22h10 e teve aproximadamente 70 minutos de duração. Na noite desta quinta-feira, a entrega e a paixão da comunidade foi, de fato, um grande destaque. Algumas alas coreografadas chamavam a atenção e muitas contavam com adereços de mão. De modo geral, os componentes pularam, dançaram e brincaram carnaval. Por conta do ensaio ter ocorrido durante a semana, a escola aparentava estar um pouco menor – o que não apagou o brilho e a força do torcedor. A Grande Rio se despediu de Caxias com chave de ouro.

Samba-enredo

Inicialmente houve quem criticasse o samba, mas ele está muito longe de ser um problema para o povo de Caxias. É inegável que a obra possui alguns trechos que pareciam complicar a vida do componente, mas o trabalho intenso da equipe musical da escola somado ao trabalho de harmonia tornou o samba-enredo um verdadeiro xodó do torcedor. A comunidade canta a plenos pulmões cada verso do samba e promete dar um show na Avenida. O diretor de carnaval está confiante no trabalho e na força musical da agremiação, e promete surpresas na Avenida.

“Sempre digo que respeito quem criticou, mas para mim, para a minha comunidade e o meu cantor – que vão defender na pista – é tranquilíssimo. É um samba que foi interpretado e cuidado durante muito tempo. Nós estamos com muita tranquilidade do que temos na mão, que é o nosso povo, a bateria, a harmonia e o nosso time de canto. Tem fluído muito bem e vamos ter um bom teste no sábado, já com o teste de som e luz. Aguardem, porque teremos muitas novidades no desfile”, disse Thiago.

Outros destaques

A rainha de bateria Paolla Oliveira marcou presença neste último ensaio de rua e deu um show de carisma e samba no pé. Querida pelo chão caxiense, a majestade foi aclamada pelo público ao longo de toda a avenida.

Outros dois grandes destaques desta noite, o carro de som comandado pelo intérprete Evandro Malandro e a bateria do mestre Fafá são peças fundamentais para a explosão do canto caxiense. Evandro tem se mostrado um grande puxador e tem tudo para levantar a Apoteose no próximo sábado. Confiante que a Grande Rio brigará pelo bicampeonato, o cantor fez uma análise do trabalho desenvolvido ao longo da temporada.

“Estou muito feliz, realizado e também esperançoso de que teremos um ótimo desfile. Foi uma ‘avalanche’ cantada que tivemos aqui na avenida. A emoção, assim como bateu no nosso último ensaio de quadra, bateu hoje também. Foi muito gratificante. A parte do canto do samba-enredo foi muito bem trabalhada, assim como a parte de junção com a bateria e os arranjos. É um casamento que vem dando certo e estamos muito felizes por isso. Acredito que o sambista pode esperar uma onça bem feroz, determinada e muito bem preparada para rugir na Sapucaí e disputar sim o título. Estamos muito bem focados”, disse Evandro.