InícioGrupo EspecialPorto da PedraEm desfile sobre Antônio Pitanga, Porto da Pedra apresenta tigre imponente reinando...

Em desfile sobre Antônio Pitanga, Porto da Pedra apresenta tigre imponente reinando nas ruas de Salvador

Por Lucas Lunus

 

Ao iniciar seu desfile apresentando toda a religiosidade, axé e tradição das ruas de Salvador, a Porta da Pedra não poderia deixar seu tradicional mascote de fora. O tigre veio de branco (com as tradicionais listras na cor preta) assim como todo o carro abre-alas da escola para representar também a força da fé do povo baiano. Com dois carros acoplados, a escola trouxe sob as ladeiras de Salvador o tigre em riqueza de detalhes como a cauda e as patas na parte traseira da primeira alegoria, inclusive com movimentos. É como se o animal abraçasse a cidade natal do homenageado.

A imponência da primeira alegoria é louvável visto que a escola teve problemas causados por um incêndio em julho do ano passado no barracão da escola, que fica na Zona Portuária do Rio, danificando justamente uma parte do carro alegórico. Uma das componentes do abre-alas, Caroline Albertino, que desfila pela primeira vez na agremiação, disse estar muito feliz por ter visto a escola dar a volta por cima em relação ao problema.

“Estou achando o tigre lindo, vindo em uma cor diferente. Ele veio branquinho, normalmente vem amarelo. Estou achando a escola linda e pensando no que ela passou por conta do incêndio e a conseguiu se reerguer”, disse.

Se para Caroline, a cor do tigre foi mais um destaque do carro, também teve gente que estranhou em um primeiro momento. Cristina Pitanga, de mesmo sobrenome que o homenageado e com 22 anos desfilando pela escola de São Gonçalo, percebeu a mudança na cor tradicional da mascote mas ressaltou a beleza da escola este ano.

“O meu tigre está lindo porém não veio em uma cor que eu sempre vejo. Mas ele tá lindo, está imponente e vai impressionar muita gente na Avenida”, disse minutos antes de cruzar a Marquês de Sapucaí.

E teve até gaúcho na alegoria também. Ilton Garder, pelo segundo ano consecutivo, veio de Porto Alegre junto com a esposa para desfilar pela Porta da Pedra. A sua fantasia vinha representando a Bahia e o seu povo de muito axé. Ilton acredita que a escola vai dar trabalho e ficou impressionado com a mascote da escola.

“Olha, é o maior que eu já vi na Porto da Pedra, “tá” muito bonito mesmo. A escola está muito harmônica. Acho que ano que vem vamos ter um trabalho muito grande, porque vamos planejar para o especial (risos). O tigre é o símbolo da escola e como vem o Pitanga, tinha que mostrar Salvador”.

- ads-

Grande Rio faz primeira reunião com a comunidade e presidente de honra crava: ‘2025 será incrível’

Depois de lançar o enredo que levará para a Avenida em 2025, a Acadêmicos do Grande Rio iniciou o trabalho junto a sua comunidade....

Porto da Pedra confirma Mauro Quintaes na equipe de 2025

A Porto da Pedra confirmou o nome do carnavalesco Mauro Quintaes no time de 2025. O artista, que assinará seu sétimo trabalho na vermelha...

Sinopse da Beija-Flor de Nilópolis para o Carnaval 2025

Enredo: “LAÍLA DE TODOS OS SANTOS, LAÍLA DE TODOS OS SAMBAS” INTRODUÇÃO / JUSTIFICATIVA "Veje bem", A importância do Laíla para o Samba e o Carnaval é...