A escola de samba Em Cima da Hora vai levar para a Marquês de Sapucai no Carnaval 2024, o enredo “A Nossa Luta Continua”. Após divulgarem o tema e logo do trabalho que irão desenvolver, os carnavalescos Rodrigo Almeida e Ricardo Hessez falaram sobre essa grande homenagem que irão fazer para os operários do Brasil na segunda noite de desfiles da Série Ouro no próximo ano.

Foto: Divulgação

“Será mais especificamente um enredo sobre operários do que sobre o trabalhador em sim. Uma classe extremamente desvalorizada, não só nas fábricas espalhadas pelo Brasil, mas também no carnaval. Vamos mostrar a luta dos operários, desde os que fazem o carnaval nos barracões, até os que levam os carros para a Sapucaí”, contou Ricardo Hessez num papo com a TV Mais Carnaval.

Rodrigo Almeida falou sobre o caminho que será percorrido durante o desenvolvimento do enredo, bem como a linguagem que pretendem utilizar. “Nossa missão é dar uma visão um pouco mais poetizada do trabalhismo, mas não no sentido de tornar isso romântico. A ideia é dar uma linguagem construtiva de carnaval mais interessante, mais palatável para o público”.

A Em Cima da Hora já se prepara para divulgar a sinopse de seu enredo, visando a sequência dos trabalhos para o próximo Carnaval. Em 2024 a Azul e Branco contará com os intérpretes Rafael Tinguinha e Lissandra Oliveira, os carnavalescos Rodrigo Almeida e Ricardo Hessez, o casal de mestre-sala e porta-bandeira Diego Falcão e Winnie Lopes, a coreógrafa da comissão de frente Luciana Yegros, além de outros nomes que chegaram para compor sua nova diretoria.