InícioSão PauloEi Psiu! Emerson Dias comemora chegada no carnaval de São Paulo e...

Ei Psiu! Emerson Dias comemora chegada no carnaval de São Paulo e estreia levantando comunidade da MUM

Apresentado na MUM, Emerson Dias fará parceria com Gui Cruz

A Mocidade Unida da Mooca apresentou seu novo intérprete para o carnaval de 2025, e é Emerson Dias, que fará sua estreia em São Paulo. Segundo ele, era um dos objetivos na carreira. No carro de som da MUM, estará junto com Gui Cruz, que segue na agremiação para mais um carnaval. Nos últimos carnavais, Emerson comandou o carro de som do Salgueiro. Em entrevista para o site CARNAVALESCO, o cantor contou sobre sua chegada em Sampa e a amizade com compositores que ajudaram no caminho.

Fotos: Fábio Martins/CARNAVALESCO

“A negociação foi a coisa mais simples do mundo. Sou profissional do carnaval, sou apaixonado por carnaval, e onde queiram que eu esteja, eu estarei. Foi assim aqui na MUM quando o presidente Rafael Falanga me chamou, nem pensei duas vezes, falei ‘to indo, a gente conversa depois’. Mas fui recebido com muito calor humano, muito respeito, comunidade maravilhosa. Encontrar o Gui, o Vitor, Portuga, os gêmeos, meus amigos, são vários sambas que defendemos juntos. Me sinto mais em casa do que não sei o que. Tive uma bateria que toca do que jeito que gosto de cantar, toca para cima, vibrante, mestre Dennys está de parabéns, ‘Chapa Quente’ está de parabéns. A escola tem tudo para alcançar o tão desejado acesso ao Grupo Especial, e vamos com tudo para o carnaval de 2025”.

O presidente da Mocidade Unida da Mooca, Rafael Falanga, reforçou o time de compositores e a amizade que foi construída pelas disputas de samba: “O Emerson é um amigo de longa data. Nós temos uma parceria de samba na MUM e disputamos samba em outras escolas. O Emerson por muitas vezes defendeu sambas nossos e venceu sambas, como na Mocidade Alegre, que nós ganhamos alguns sambas seguidos. O Emerson participou de alguns cenários com a gente e virou um amigo. E quando houve a transição de intérpretes na MUM, vimos que o Emerson estava em um processo também de transição no Rio, foi o primeiro nome. Pela identificação dele como ser humano que temos com a escola, de amizade, aquela coisa toda. Pelo perfil, é um cara que tem o clima da MUM, tem um astral ímpar. E tenho certeza absoluta que vai se dar muito bem aqui. Vai estrear no carnaval de São Paulo, e um intérprete desse patamar, desse gabarito, poder estar aqui para estrear em São Paulo, eu acho que é uma vitória não só pra MUM, mas para o carnaval, é uma janela que se abre para o próprio Emerson. É isso estamos felizes da vida hoje com um grande dia, uma apresentação incrível. E agora trabalha muito pra gente afinar esse time, de chegar bonitinho lá no dia”.

Um dos participantes do time de compositores da Mocidade Unida da Mooca e intérprete da agremiação, Gui Cruz, revelou que não participou da negociação de vinda do Emerson Dias, mas comemorou a parceria.

“Não participei da negociação, mas o Emerson é um cara sensacional, incrível. Por ele ser sensacional, incrível, ter uma humildade tremenda, me mandou mensagem antes de fechar com o Falanga, falando que estava fazendo essa negociação e que agora seria Gui Cruz e Emerson Dias. Então é um cara fantástico, soube chegar, não precisava ter mandado mensagem antes, mas aí vimos o porque ele é um dos melhores cantores do Rio de Janeiro, dos tops do Rio, durante tantos anos. Por conta disso, além de cantar muito, ter esse carisma que só ele tem e é super humilde. Sou menino novo ainda, estou aprendendo, então quero aprender com essas pessoas que são humildes, sabem chegar, e que também estão prontas para colher. E vai ser maravilhoso, tenho certeza que vai ser um aprendizado gigante, o Emerson é fantástico e vamos que vamos”.

Emerson Dias sobre os bastidores da negociação: “Foi simples, bem simples. Eu queria vir também, já queria ter essa experiência. Então tive um outro convite, mas devido a minha amizade com o Rafael, não pude declinar para outro lado, tive que vir”.

Parceria de longa data e os trabalhos para 2025

Ainda em abril de 2024, pouco mais de dois meses do fim do carnaval, mas já com trabalho para 2025, Gui Cruz revelou que começo dos trabalhos com Emerson Dias: “A gente se encontrou duas vezes, fizemos um ensaio ontem para a festa, e agora vamos começar a trilhar o projeto, ver qual vai ser o projeto da escola para começar se ajustar aí”.

Mas a parceria entre Gui Cruz e Emerson Dias é antiga devido às lutas para vencer sambas em agremiações, Gui faz parte do time de compositores da MUM que citamos acima, nela participa o presidente Rafael Falanga, e Emerson Dias foi escolhido para cantar sambas em algumas disputas como revelou Gui Cruz.

“Começou em 2015, a gente ia disputar samba na Mocidade em 2016, depois foi o Jubileu, tivemos a felicidade de ganhar duas disputas, ele cantou também um samba nosso no Porto da Pedra lá no Rio de Janeiro. Então Emerson é um parceiro de longa data, já deu três ou quatro títulos de samba para a gente. Meu parceiro, do Vitor, do Portuga, toda a rapaziada, fazemos samba, Emerson Dias cantava, não me alongando muito, mas a disputa do Ayô foi maravilhosa, pois aquele ano a música fazia dois, três meses de disputa. O Emerson vinha todos os domingos, então ele vinha e ficava com a gente, se encontrava, então foram dois a três meses intensamente, temos uma parceria de muito tempo”.

Sobre o que esperar de Emerson Dias em São Paulo, decidiu ressaltar a energia com Gui Cruz “Juntou eu e o Gui que tem energia lá para cima, quando vi o clipe de 2018, de Xangô, falei ‘caraca, me representou’, ele pulando, para mim é isso, energia”.

Avaliando a nova dupla de intérpretes, o presidente Rafael Falanga ressaltou: “Clima, clima, tem coisa que é ancestral, é a energia. Acredito neste momento que hoje aqui da MUM, os iguais se atraíram, tem gente que diz sobre os opostos, aqui foram os iguais. O Gui tem um perfil muito próximo do Emerson, então assim, fico muito feliz por essa dupla, muito feliz pelo que aconteceu hoje aqui no nosso terreiro. Tenho certeza absoluta do sucesso da dupla, e o sucesso da MUM. Trabalhar muito para o próximo carnaval”.

Emerson Dias falou sobre o carnaval de São Paulo

Recém-chegado no carnaval de São Paulo, Emerson Dias elogiou bastante: “É um carnaval que cresceu muito, carnaval hoje muito parelho com que a gente tem no Rio de Janeiro. É carnaval, para mim, só muda a questão geográfica, é a paixão, a energia, em abril, uma hora dessas, a gente aqui cantando, vibrando, então é isso, para mim, repito só a posição geográfica que muda, e um pouquinho do sotaque, Mas a energia é isso, carnaval é isso”.

Renovação de Gui Cruz demorou…

Com a saída do Clayton Reis, e a demora na renovação do Gui Cruz, gerou preocupação da comunidade em relação ao futuro do seu cria, como contou o próprio intérprete da MUM: “São onze já, ajudava a colar a escola na pista, desfilei no Butantã soltando bomba de serpentina, participei de várias formas aqui na Mooca. É fantástico, o que me segura na escola, o que me faz continuar é esse povo que é apaixonado pela escola, um povo que gosta muito da gente. Demorou um pouco essa renovação e a galera ficava mandando mensagem tipo no DM, ‘po não vai sair’, ‘pelo amor de Deus, você não pode sair’, então sem dúvida nenhuma isso foi fator preponderante para eu renovar. Então vamos que vamos para mais um carnaval, galera fantástica, escola fantástica, o Mestre Dennys é incrível, amo trabalhar junto, é meu irmão. Tem tudo para dar certo, a vinda do Emerson, o Renan chegando como carnavalesco, tem tudo para dar certo, a Mooca está fazendo o jogo certinho para conseguir se Deus quiser alcançar o Grupo Especial de São Paulo. Importante aprender com os erros que no carnaval passado infelizmente a escola quase caiu, por pouco não volta para o Acesso II. Aprendendo esses erros, tenho certeza absoluta que vai disputar o título no Grupo de Acesso”.

Outras mudanças da MUM e spoiler sobre enredo

A Mocidade Unida da Mooca fez mudanças em quase todo o seu time para o carnaval de 2025 em relação a harmonia, carnaval, e o já oficializado carnavalesco Renan Ribeiro. O presidente Rafael Falanga avaliou as mudanças da MUM, que mira o primeiro acesso ao Grupo Especial.

“Reforços, pois a MUM tem uma ideologia, tem uma metodologia de trabalho. Reforços, acho que toda escola precisa se munir cada vez mais de pessoas, estruturas, ideias, então é isso, reforços que chegam para contribuir o que já somos. Tem o Renan que é um menino que vem de ótimos resultados e que está com a cabeça aberta para entender o que é a MUM, politicamente, estruturalmente, ideologicamente. Temos a chegada de diretores de harmonia que devemos anunciar em breve, são pessoas que estão vindo para somar o que já tem. Somos uma construção, a MUM não aconteceu do Grupo de Acesso para frente, a MUM é uma construção do Vaga Aberta para frente, então tudo que aconteceu desde lá de trás quando pegamos a escola e não tinha verba, nos trouxe até aqui e é o que vai nos dar base para levar mais para frente. Essas pessoas chegam para contribuir para que talvez busque atalhos e chegar mais rápido possível ao nosso objetivo”.

Em relação ao resultado do carnaval de 2024, Falanga optou por um discurso de aprendizado por um carnaval melhor no próximo ano: “Falar de resultado é muito complicado, o carnaval de São Paulo ele está tentando se reinventar em matéria de julgamento, critérios, o carnaval de São Paulo está vivendo um momento que muito até próximo com a da MUM, que a escola também vive um mutação, vive em construção. Feliz com o resultado? Não. Mas com senso de seguir em frente, rumo ao novo trabalho que apresentamos na avenida. Mas carnaval tem todo ano, não julgo o trabalho de quem nos julga. A LIGA está aí para fazer o trabalho dela, e é isso, vamos continuar trabalhando, continuar apresentando grandes desfiles, grandes carnavais, projetos, enredos, relevantes, com conceito, cultura, que provoquem discussões sociais, que provoquem levantes sociais, e que ensinem. Sobretudo a escola de samba tem o dever de ensinar, formar, e de trazer verdade”.

Para finalizar, o presidente Rafael Falanga prometeu mais um enredo forte, lembrando que a escola veio de temas Abdias do Nascimento, Aruanda, Chaguinhas, Helena Theodoro…

“Podem esperar um grande enredo, vou até dar o spoiler, nós vamos lançar no dia 22 de abril, esperem nas redes sociais, mais um grande enredo, mais uma grande história, que o Brasil precisa dar luz e que o samba de São Paulo vai fazer através da MUM”.

Portanto, a Mocidade Unida da Mooca, com um time renovado, Emerson Dias apresentado, terá o seu enredo anunciado nesta segunda-feira, dia 22 de abril, anunciará nas redes sociais.

Veja abaixo mais fotos da festa na MUM

- ads-

Beija-Flor de Nilópolis confiante no sorteio da ordem dos desfiles para o Carnaval 2025; Selminha Sorriso quer a segunda-feira

A maior campeã do Sambódromo, Beija-Flor de Nilópolis, tenta se reorganizar depois do oitavo lugar no Carnaval de 2024, o que tirou a escola...

Barracão da Vila Isabel recebe visita de secretário do maior complexo de museus e pesquisa do mundo

O barracão da Unidos de Vila Isabel recebeu na terça-feira a visita de Lonnie G. Bunch III, secretário da Smithsonian Institution, o maior complexo...

Grande Rio deseja vir segunda ou terça de carnaval para buscar segundo título

Após um desfile de muitas inovações, principalmente, em relação ao uso da luz do Sambódromo, a Grande Rio se prepara para 2025, com grandes...