A Deputada Federal Talíria Petrone (PSOL) protocolou o projeto de lei 2533/2023, para que Paulo da Portela, um dos fundadores da Majestade do Samba, seja inserido no Livro dos Heróis da Pátria, que se encontra no Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, em Brasília, Distrito Federal.

Foto: Divulgação

A justificativa pelo pedido de inclusão se deve a tamanha importância de Paulo da Portela para a cultura do Rio de Janeiro. Ele lutou para dar destaque ao samba e à cultura negra periférica.

“Paulo Benjamin de Oliveira foi um grande compositor e um líder da maior importância para sua comunidade e para as comunidades afrodescendentes do Rio de Janeiro. Um dos maiores defensores e divulgadores de uma manifestação cultural que é reconhecida mundo afora como a arte essencialmente brasileira, proporcionando cultura, lazer, emprego, renda, vivência comunitária e reconhecimento para milhões de pessoas até hoje. Paulo da Portela foi um lutador do samba, da cultura e do povo pobre e preto deste país. Um herói da pátria”, traz um trecho do documento protocolado na Câmara dos Deputados, no último dia 09.