InícioGrupo EspecialDe volta a Unidos da Tijuca, Lucinha Nobre comemora posição de desfile:...

De volta a Unidos da Tijuca, Lucinha Nobre comemora posição de desfile: ‘Melhor de domingo’

Em conversa ao site CARNAVALESCO, porta-bandeira relatou como está sendo este retorno para agremiação e o começo da parceria com o mestre-sala Matheus André

Pelo segundo ano consecutivo, a Unidos da Tijuca irá desfilar no domingo de Carnaval. Desta vez, a amarelo ouro e azul pavão vai ser a quinta agremiação a cruzar a Marquês de Sapucaí. Após o sorteio que determinou a ordem das apresentações em 2024, o site CARNAVALESCO conversou com a porta-bandeira Lucinha Nobre, que está de volta à escola após mais de uma década, e ela comentou sobre essa posição.

Foto: Isabelly Luz/CARNAVALESCO

“Eu acho que a melhor posição de domingo é a quinta escola a desfilar. A energia da Sapucaí está boa, as pessoas estão lá, todo mundo ainda está feliz ali, naquela expectativa… Já que a gente caiu domingo, eu estava torcendo para ser a quinta escola. Então, eu estou muito contente”, avaliou Lucinha.

A última vez que a Unidos da Tijuca desfilou como quinta escola de domingo foi no Carnaval de 2005. Na época, após surpreender no ano anterior com o trabalho realizado pelo então estreante no Grupo Especial Paulo Barros, a passagem da escola era bastante aguardada pelo público e essas expectativas não foram em vão. Com mais um show de criatividade e inovações do carnavalesco, a agremiação repetiu o vice-campeonato com o enredo “Entrou por um lado, saiu pelo outro… E quem quiser que invente outro!”, que abordava as cidades e reinos do imaginário humano. Uma curiosidade é que, na ocasião, Lucinha era a responsável por conduzir o primeiro pavilhão tijucano.

“Estou na expectativa de fazer em 2024 um dos meus melhores desfiles. Sempre tive muita sorte na Tijuca, o auge da minha carreira foi aqui. Estou fazendo parceria com um mestre sala incrível, com uma energia boa, em uma escola que eu amo. Está tudo certo!”, assegurou.

Por estar em uma posição de desfile ímpar, a Unidos da Tijuca irá se concentrar nos Correios em 2024, lado preferido por muitas escolas justamente por oferecer menos dificuldades logísticas que o Balança Mas Não Cai. Ao ser questionada sobre o assunto, Lucinha relatou, no entanto, não fazer muita distinção entre os dois lados.

“Concentrar nos Correios ou no Balança não muda nada no meu caso. Tanto faz para um lado ou para o outro. Eu acho que o mais importante nisso é a energia estar muito boa. Você entrar em quinta posição é excelente e eu estou muito feliz”, pontuou.

Sobre os preparativos para o Carnaval de 2024, Lucinha Nobre relatou já estar mantendo uma rotina de ensaios com o mestre-sala Matheus André. Ela se mostrou satisfeita com os resultados que a dupla está obtendo nos treinos até aqui e elogiou o novo parceiro de dança.

“A gente está trabalhando muito. Eu e o Matheus não tivemos férias. Terminou o Carnaval de 2023 e uma semana depois da quarta-feira de cinzas, na outra quarta-feira, já estávamos ensaiando. E assim a gente vai até o desfile de 2024. Posso dizer que estou apaixonada pelo que estamos construindo. Matheus é pirueteiro, tem uma energia muito boa, é um jovem mestre-sala, do jeito que eu gosto”, declarou Lucinha.

Na sua primeira passagem pela Unidos da Tijuca, a porta-bandeira permaneceu por oito carnavais, de 2002 a 2009, defendendo o primeiro pavilhão da amarelo ouro e azul pavão. Neste período, a relação dela com o presidente da agremiação, Fernando Horta, se tornou bastante próxima, algo que foi fundamental para o retorno depois de quase 15 anos.

“Quando acabou o Carnaval de 2023, eu achei tanta coisa ruim, fiquei muito triste. Mas, a partir do momento que Fernando Horta me ligou e trouxe o Matheus para dançar comigo, as coisas mudaram na minha vida. Estar de volta debaixo das asas do Fernando Horta é muito bom, ele é como se fosse um pai para mim. Eu perdi o meu pai em 2008 e a minha maior referência neste sentido, depois do meu, sempre foi o Fernando Horta. Mesmo quando eu não estava na Tijuca! Este retorno é como se eu tivesse voltando para casa, para os braços da minha família”, afirmou a porta-bandeira.

- ads-

Império Serrano anuncia que Darlin não é mais rainha de bateria da escola

O Império Serrano anunciou nesta sexta-feira que Darlin Ferrattry não segue cono rainha de bateria para o Carnaval 2025. Veja o comunicado da escola. "A...

Carnavalescos da Grande Rio promovem visita mediada em exposição neste sábado

Neste sábado, 02 de março, às 14h, acontecerá uma visita mediada pela exposição "Laroyê, Grande Rio!", em exibição no Museu de Arte do Rio,...

União da Ilha anuncia saída do casal de mestre-sala e porta-bandeira

A União da Ilha anunciou nesta sexta-feira a saída do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Thiaguinho e Amanda. A dupla recebeu o prêmio "Estrela...