InícioGrupo EspecialDe roxo, baianas da Porto da Pedra evocam alquimia floral

De roxo, baianas da Porto da Pedra evocam alquimia floral

Fantasia contou com inovação de uso de LEDs

Com o nome de “Elementais da Vida”, a fantasia das baianas da Porto da Pedra animaram suas componentes. As senhoras de São Gonçalo vieram com muitas flores e rendas na cor lilás, e representaram os estudos da alquimia floral que valorizam a planta viva para a descoberta de diversos sabers de cura, sendo colhidas em plena luz da lua. Além disso, a fantasia contou com um destaque especial neste ano, com diversas luzes de LED localizadas na saia e nas costas da roupa. Algumas baianas da agremiação falaram sobre a beleza da indumentária e do conforto da roupa para o desfile do Carnaval de 2024.

Débora Rosa, quarenta e cinco anos, é baiana da Porto da Pedra há quinze, e ressaltou a beleza da fantasia, acreditando que a avenida irá gostar: “Esse ano está muito linda, está muito linda mesmo, eu gostei, a cor também está perfeita, não está pesada e assim, é uma cor que vai chamar atenção na avenida, é uma baiana que vai fazer surpresa, todo mundo vai surpreender com a nossa baiana”. Para ela a inovação do LED vai ser algo que chamará a atenção da avenida e dá um ar de novidade para a escola: “Muito boa para a escola e para o público também, é uma inovação que a Porto da Perda está fazendo e vai chamar atenção, pode apostar que vai”.

Vanderlita Patrocínio, de cinquenta e três anos, é baiana da escola há um ano, e aprofundou um pouco sobre o significado da fantasia da escola: “A fantasia vem representando a Lamparina, a flor que roda no céu e é deslumbrante, linda, na cor roxa, que é exatamente a cor das Lamparinas, também dos vaglumes da noite, e vai surpreender todo o público e os jurados”. Em relação as inovações, acredita que o LED vai ser repetido por outras escolas futuramente: “Tem LED, é diferente. Quer dizer, é uma inovação que com certeza vai ser modelo para as outras escolas, com toda certeza. A gente vai apresentar um carnaval muito bonito”. Ela encerrou reforçando a presença das flores no enredo: “A cor também simboliza o que vem na letra, então as baianas estão certinhas conforme o enredo, nesse ano”.

Selma Regina, cria da escola, vem como baiana há 35 anos: “Tá muito bonita. Muito chique, tá linda”. Ao elogiar os detalhes e as diferenças que a fantasia trouxe, Selma reforçou o conforto da fantasia, e outros aspectos que chamaram a atenção: “Gostei do LED, tá diferente da que a gente sai sempre, mas tá muito gostosa de usar. A cor também é bonita, porque a escola é vermelha e branca, e esse ano a gente tá se vestindo de roxinho. Então tá bonito. Perfeito”, contou sorrindo.

- ads-

Unidos da Tijuca renova com mestre Casagrande

A Unidos da Tijuca anunciou a renovação com mestre Casagrande para o desfile do ano que vem. Ele segue no comando da bateria "Pura...

Nícolas Gonçalves acerta com Tucuruvi para fazer parceria com dupla de artistas da escola

Além da renovação de Dione Leite e Yago Duarte, o Tucuruvi anunciou a chegada do carnavalesco Nícolas Gonçalves que estará na parceria com a...

Tucuruvi anuncia renovação de carnavalescos para o desfile de 2025

O Tucuruvi anunciou nesta segunda-feira a renovação da dupla de carnavalescos, Dione Leite e Yago Duarte, para o desfile do ano que vem. Confira...