InícioGrupo EspecialConheça Vick Campos, finalista do concurso de Rainha do Carnaval

Conheça Vick Campos, finalista do concurso de Rainha do Carnaval

Estudante de Nutrição, de 24 anos, é a representante da Portela na competição

A estudante universitária Victória de Campos Peixoto, ou simplesmente Vick Campos, é a representante da Portela no concurso que irá eleger a Corte do Carnaval do Rio de Janeiro de 2024 e está entre as dez finalistas da competição. Moradora do bairro de Oswaldo Cruz, ela tem 24 anos, sendo 16 deles decididos a Majestade do Samba. Atualmente no sexto período do curso de Nutrição, a jovem atua também como instrutora no projeto “Samba pra Sempre”, liderado por Nilce Fran e Emanuel Lima. Após se classificar para a decisão da disputa, a candidata conversou com o site CARNAVALESCO e passou por uma bateria de perguntas.

Fotos: Alexandre Macieira e Luciola Villela/Riotur

A grande final do concurso para Rainha do Carnaval irá acontecer no dia 01º de setembro, na Cidade do Samba, e assim como nas outras etapas o evento terá entrada totalmente gratuita. A vencedora, além do título e da coroa, levará para casa um prêmio de R$ 45 mil. Já a segunda e terceira colocadas escolhidas pelo júri e por meio do voto popular serão nomeadas Princesas e irão faturar a quantia de R$ 32.500 cada. Confira abaixo a entrevista completa.

CARNAVALESCO: O que representa para você estar na final do concurso?

Vick Campos: “É uma representatividade muito grande, porque eu sempre falo que eu não estou carregando só o meu sonho, mas o sonho de todas as passistas da Portela, de todas as passistas que sonham pisar um dia nesse palco. Estou muito feliz, foram várias eliminatórias, 106 meninas e só de estar entre as dez finalistas já é uma vitória muito grande para mim. Foram muitas meninas boas que passaram pelo concurso, tive dúvidas sim, mas nunca perdi as esperanças de que poderia chegar nessa decisão. E agora, estar tão perto da coroa maior é algo muito importante, que me faz sentir honrada”.

CARNAVALESCO: Já tem uma ideia de como será sua fantasia para final?

Vick Campos: “Graças a Deus, eu estou tendo o apoio da minha escola, então essa parte só estou vendo agora. Já tem um ateliê que está fazendo, tudo certinho. A pessoa responsável sempre fez as minhas fantasias de show, de mulata da Portela e confio muito no trabalho dela. Nós só estávamos esperando o resultado da semifinal para poder começar a preparação. Mas o que é a fantasia em si, isso é surpresa”.

CARNAVALESCO: Qual foi o melhor momento da disputa até agora e o mais difícil?

Vick Campos: “O ponto alto foi a união entre as meninas. Muita gente falava que o concurso era um ambiente com muita rivalidade e foi totalmente diferente. Durante todas as etapas, sempre foi uma ajudando a outra, uma botando a roupa na outra, colocando sapato, então esse foi o momento mais feliz, a nossa união, a união feminina. Já algum momento triste, confesso que não teve não. Teve nervosismo, mas nada assim de muito negativo”.

CARNAVALESCO: Como conseguiu conciliar a rotina do concurso com a vida normal?

Vick Campos: “Sou muito determinada naquilo que eu quero e estar aqui sempre foi o meu sonho. Tudo que a gente faz com amor, determinação, não atrapalha. Então, foi até fácil conciliar, até porque no momento eu não estou trabalhando. Mas faço a minha faculdade, estudo de manhã e estou dormindo só quatro, cinco horas por dia. O resto do meu tempo é tudo dedicação para o concurso, mas eu sei que vai valer a pena”.

CARNAVALESCO: O que pretende fazer de preparação até a final?

Vick Campos: “Procuro sempre me aprimorar mais, me aperfeiçoar. Sou uma pessoa que eu exijo muito de mim. Eu acho que nunca estou boa o suficiente, nunca estou 100%. E, até chegar a coroa maior, nós temos que estudar. Quero me preparar, me dedicar mais, continuar melhorando a minha oratória, aprendendo sobre o samba, e ainda tem muito ensaio pela frente até o dia 01º”.

CARNAVALESCO: Qual sua opinião sobre os comentários de internet que criticam algumas candidatas que fazem passos marcados e sambam no estilo “Tiktok”?

Vick Campos: “Cada profissional tem o seu jeito de ensinar e de praticar a arte da dança do samba. Eu venho com o aprendizado da Nilce Fran, que é o samba de mulata, e agora estão em alta diversas tendências. Eu não julgo, porque cada profissional, como eu falei, tem o seu jeito de ensinar, de educar e de dançar. E críticas são só críticas, né? Geralmente, são pessoas que não são do mundo do samba, então nós não temos que nos importar. O principal é o samba no pé, cada um do seu jeito”.

CARNAVALESCO: Se ganhar, o que fará com o prêmio de R$ 45 mil?

Vick Campos: “Então, ideia do que fazer com esse dinheiro é o que não falta, mas vou primeiro investir nos custos com a Corte. Querendo ou não, é muita roupa, fantasia para o desfile e será um dinheiro gasto com muita felicidade, porque é um sonho. Pretendo também investir na vida profissional, talvez dar entrada em uma casa… Não pensei ainda muito bem não. A gente almeja estar na final, mas só quando chega é que sente que está mais perto ainda do prêmio e consegue planejar melhor sobre o que fazer com o dinheiro”.

- ads-

Confira a ordem dos desfiles do Acesso 1 de São Paulo para o Carnaval 2025

A Liga-SP definiu na noite deste sábado, em evento na Fábrica do Samba, a ordem dos desfiles do Acesso 1 de São Paulo. As...

Confira a ordem dos desfiles do Acesso 2 de São Paulo para o Carnaval 2025

A Liga-SP definiu na noite deste sábado, em evento na Fábrica do Samba, a ordem dos desfiles do Acesso 2 de São Paulo. As...

Leandro Vieira sobre temática afro nos enredos de 2025: ‘condição raríssima de cidadania e educação pro povo brasileiro’

Tricampeão do Grupo Especial do Rio de Janeiro, o carnavalesco Leandro Vieira publicou nas redes sociais sua opinião sobre a temática afro nos enredos...