InícioGrupo EspecialConheça Patrícia Miranda, finalista do concurso de Rainha do Carnaval

Conheça Patrícia Miranda, finalista do concurso de Rainha do Carnaval

Vendedora, de 31 anos, é a representante do Acadêmicos do Salgueiro na disputa

Pelo segundo ano consecutivo, a vendedora Patrícia Miranda Terra, de 31 anos, é uma das finalistas do concurso que irá eleger a Rainha do Carnaval do Rio de Janeiro de 2024. Candidata do Acadêmicos do Salgueiro, a beldade é nascida e criada no Morro do Chaves, em Honório Gurgel. Ela teve a primeira experiência no samba, em 2013, ao participar de uma competição pela Caprichosos de Pilares. No mesmo ano, entrou no projeto “Samba no Pé” da vermelha e branca da Tijuca, sendo convidada em seguida para participar da ala “Maculelê”. Depois, foi destaque de chão, passista até chegar ao posto de passista show. Atualmente, além das funções na Academia do Samba, Patrícia também reina à frente dos ritmistas da Acadêmicos do Engenho da Rainha. Classificada para decisão da disputa que formará a Corte da folia carioca no ano que vem, a representante salgueirense conversou com o site CARNAVALESCO e respondeu uma bateria de perguntas.

Fotos: Alexandre Macieira e Luciola Villela/Riotur

A grande final do concurso para Rainha do Carnaval acontecerá nesta sexta-feira, dia 01º de setembro, na Cidade do Samba. Assim como nas outras etapas, o evento terá entrada totalmente gratuita. A vencedora, além do título e da coroa, levará para casa um prêmio de R$ 45 mil. Já a segunda e terceira colocadas escolhidas pelo júri e por meio do voto popular serão nomeadas Princesas e irão faturar a quantia de R$ 32.500 cada. Confira abaixo a entrevista completa.

CARNAVALESCO: O que representa para você estar na final do concurso?

Patrícia Miranda: “Estar na final é mais uma oportunidade, é chegar ainda mais próximo da coroa, que é o que a gente mais almeja aqui no concurso. Tenho que agradecer muito a Riotur e principalmente a minha escola que está me apoiando, que me deu essa chance novamente. Estou na expectativa e vou trabalhar até o fim para poder brigar por esse título de Rainha do Carnaval”.

CARNAVALESCO: Já tem uma ideia de como será sua fantasia para final?

Patrícia Miranda: “Olha, minha fantasia é segredo, não posso dar nenhuma pista. Quanto ao custo, ainda não fechamos totalmente o orçamento. Pode ser que apareçam outros gastos ainda, por isso não consigo dizer o investimento exato”.

CARNAVALESCO: Qual foi o melhor momento da disputa até agora e o mais difícil?

Patrícia Miranda: “O ponto alto desse concurso está sendo a cumplicidade com as meninas. Grande parte das candidatas são passistas, então a gente já se conhece das quadras, das escolas de samba, a gente já tem um contato, a maioria são colegas, amigas e eu acho que isso está facilitando o convívio nos bastidores. O clima é de total leveza, o que me deixa bem mais tranquila. Já o momento mais difícil está sendo o pré-palco. A gente tenta ao máximo controlar o nervosismo, porque a emoção bate e ficamos em um estado de preocupação muito grande de como as pessoas vão ver, entender e interpretar. Mas eu tento me controlar. Acredito que eu tenha feito isso bem e que por isso consegui chegar até essa final”.

CARNAVALESCO: Como conseguiu conciliar a rotina do concurso com a vida normal?

Patrícia Miranda: “Eu já faço mil e uma coisas, então eu consigo conciliar bem. O mais complicado estava sendo o intervalo de uma fase e outra. Teve etapa separada por dois dias somente. Para final, apesar de não ser o ideal, tivemos duas semanas, então acabou sendo mais tranquilo”.

CARNAVALESCO: O que pretende fazer de preparação até a final?

Patrícia Miranda: “É muita preparação. Infelizmente, só tivemos duas semanas que é um tempo curto para fazer tudo que a gente pensa, mas graças a Deus eu já vinha me preparando de uma certa forma. Esse período agora foi mais no sentido de somar e encaixar o que podia melhorar e trabalhar em cima disso”.

CARNAVALESCO: Qual sua opinião sobre os comentários de internet que criticam algumas candidatas que fazem passos marcados e sambam no estilo “tiktok”?

Patrícia Miranda: “Acho que inovação é algo criativo, que sempre é válido. No samba, a gente tem uma diversidade muito grande de tudo: de cor, de pessoas, de classe social… Então, acredito que se a pessoa quer inovar e se sente confortável fazendo isso, é super bem-vindo. E é algo até bonito. Eu tenho um jeito de sambar e eu não consigo fugir dessa minha regra, porque é o que eu me vejo encaixada dentro daquilo que eu proponho. Mas repito que acho muito válido e novidades são sempre desejadas”.

CARNAVALESCO: Se ganhar, o que fará com o prêmio de R$ 45 mil?

Patrícia Miranda: “Minha ideia é investir em alguma coisa para poder render mais. Agora o que seria, eu ainda não sei. É algo que só vou conseguir planejar e raciocinar direito depois que o dinheiro cair na minha conta e parar para estudar, analisar todas as opções”.

- ads-

Unidos da Tijuca renova com mestre Casagrande

A Unidos da Tijuca anunciou a renovação com mestre Casagrande para o desfile do ano que vem. Ele segue no comando da bateria "Pura...

Nícolas Gonçalves acerta com Tucuruvi para fazer parceria com dupla de artistas da escola

Além da renovação de Dione Leite e Yago Duarte, o Tucuruvi anunciou a chegada do carnavalesco Nícolas Gonçalves que estará na parceria com a...

Tucuruvi anuncia renovação de carnavalescos para o desfile de 2025

O Tucuruvi anunciou nesta segunda-feira a renovação da dupla de carnavalescos, Dione Leite e Yago Duarte, para o desfile do ano que vem. Confira...