InícioIntendenteConcentra Imperial faz desfile vibrante sobre o Recreio dos Bandeirantes

Concentra Imperial faz desfile vibrante sobre o Recreio dos Bandeirantes

A Concentra Imperial começou o desfile já no céu claro e espantou o sono de quem ainda estava nas arquibancadas, com seu canto forte, evolução animada e conjunto visual leve e colorido. O enredo “Recreio, sol, mar e folia”, do carnavalesco Davi Ghanna, contou a história do bairro Recreio dos Bandeirantes.

Fotos: Divulgação/Superliga

Comissão de Frente

Tendo como coreógrafo Carlos Mota, a fantasia era “O fascínio das águas anunciam”, como seres marinhos, águas e corais, apresentando o Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste. A apresentação, bem sincronizada, ganhou aplausos do público por onde passou.

Mestre-sala e Porta-bandeira

O casal, formado por Everton Anchieta e Cassia Maria, estava com a fantasia “O bandeirante e o Oásis”, representando a figura do ambicioso bandeirante chegando em terras cariocas e se deparando com a beleza da região. A apresentação teve bastante leveza e sincronia, com os dois olhando um para o outro, em um verdadeiro encontro.

Enredo

O enredo foi contado de forma bastante clara em todo o desfile. Tanto na Comissão de Frente, quanto no casal de MS e PB, nas demais alas e alegorias. O que facilitou para que o público conseguisse acompanhar o que estava assistindo.

Fantasias

Embora as fantasias tivessem sido simples, eram bonitas, de bom acabamento e fácil leitura, cumprindo o papel de contar o enredo. Mostraram a natureza exuberante da região, a chegada do bandeirante e o mar.

Harmonia

O ponto alto do desfile, com todos os componentes, incluindo os dos carros alegóricos, cantando o samba com muita garra durante toda a apresentação, levantando o público nas arquibancadas.

Samba-enredo

Composto por Marcos Padrinho, Naval, MD, Wendel Couto, Nilo de Souza, Daniel Brasinha e Balinha, o samba foi defendido pelos intérpretes Sandro Mota e Henrique Negão. Os refrões “Venha cá, tem festejo e cantoria nesse vai e vem do mar de fantasia” e “Fazer cultura popular, em alto astral, é só folia a beira mar, vem meu amor, venha se apaixonar”, foi cantado o tempo todo pelo público.

Evolução

A agremiação evoluiu bastante animada, fazendo coreografias e levantando braços, com os componentes mostrando samba no pé. Com bastante tranquilidade e sem nenhuma correria. A escola encerrou o desfile aos 37 minutos.

Outros destaques

A bateria, do mestre Vinícius Santa Cruz, mostrou diversas bossas durante o desfile, além da cuíca, mostrando um pouco dos ritmos musicais cariocas. As alegorias primaram pela beleza e o bom acabamento.

- ads-

É a bateria do Zaca! Mestre Serginho se diz contente pela proposta diferente e conquista do Estrela do Carnaval

A “Bateria do Zaca” vive uma fase espetacular. É o segundo ano consecutivo em que a batucada comandada por mestre Serginho conquista os 40...

‘Reflete a alma e a ancestralidade que o Salgueiro tanto valoriza’, diz Jorge Silveira sobre o enredo para o Carnaval 2025

O carnavalesco Jorge Silveira falou sobre o enredo do Salgueiro para o Carnaval 2025, que foi divulgado na noite desta sexta-feira. Intitulado "Salgueiro de...

Conheça o enredo do Salgueiro para o Carnaval 2025

“De corpo fechado”: preparo o tacho de óleo de oliva, arruda, guiné, alecrim, carqueja, alho e cravo. Com o sinal da cruz na fronte,...