InícioSão PauloCom referência a espartanos e tróia, Independente anuncia enredo trazendo suas superações...

Com referência a espartanos e tróia, Independente anuncia enredo trazendo suas superações recentes

De volta ao Especial de São Paulo, a escola trará suas batalhas vividas e renascimento

A Independente Tricolor anunciou seu samba-enredo para o Carnaval de 2023 na noite de sábado na Vila Guilherme, Zona Norte de São Paulo. Com uma apresentação teatral de espartanos encurralando pessoas da comunidade, e depois um vídeo com imagens do incêndio no barracão da Independente, também o filme Tróia com o Brad Pitt interpretando Aquiles. A agremiação trará o enredo: “Samba no pé, Lança na mão, isso é uma invasão!”.

Fotos de Fábio Martins/Site CARNAVALESCO

Fundador e diretor da escola, Danilo Zamboni falou sobre a escolha do enredo e como funcionará: “Esse enredo diz um pouco da história da escola de samba Independente, que é uma história de luta constante, de guerreiros, então isso é muito importante. Tudo que nós passamos, que o mundo do samba já sabe, em um curto prazo de tempo, já passou, virou a página, precisávamos de um enredo forte, que mexesse com o coração, mente, e a sensibilidade do nosso componente. A Independente sempre sai na frente para fazer um grande carnaval. E apresentar, agora não só para o Brasil, mas para o mundo”.

O enredo era uma vontade do presidente Batata, e foi explicado por Amauri Santos, carnavalesco da escola: “Quando retornei para a escola, já sabia que o presidente Batata tinha uma grande vontade de fazer esse enredo. Já tinha ouvido falar no carnaval passado sobre isso. E neste meu retorno, tinha iniciado um trabalho com outro profissional (Anselmo Britto), mas acabei refazendo algumas coisas, e é um desejo do presidente. E acho que a nação tricolor se identifica muito com isso de ser guerreiro. É um enredo que a escola passou por vários problemas, adversidades. E neste momento quer entrar na avenida, invadir, assim como espartanos invadiram Tróia, com muito cuidado, muita estratégia, a gente quer se firmar no Grupo Especial”.

Um dos diretores da comissão de carnaval, Favela revelou quando foi definido o enredo: “É um carnaval que o presidente gosta, enredo que ele sempre quis, e agora no especial. Foi um enredo definido logo após a subida para o especial. Decidimos que ia ser Tróia”.

Troca no carnavalesco: Amauri volta

Para o carnaval de 2023, a Independente fez uma troca surpresa no comando do carnaval, Amauri Santos voltou à equipe depois do acesso nesta temporada. “Na verdade, após o carnaval passado, não entramos muito em um acordo, eu e a escola. E o nosso presidente contratou um outro profissional, mas acabou não dando liga. Uma diretora me ligou e falou sobre a possibilidade de retornar. Eu vim, bati um papo, e a escola se tornando minha casa de novo, e prontamente aceitei. Espero que não seja somente esse ano, também quero me firmar no Grupo Especial de São Paulo. E nada melhor do que a Independente que fiz parte de uma equipe que levou para o Grupo Especial”.

Compositores vindos do Rio de Janeiro

Além do enredo, a Independente anunciou o samba-enredo que foi produzido por André Diniz e seu grupo musical. Uma das diretoras da comissão de carnaval, Luciana revelou: “André Diniz, o Pê, o Maradona, é um samba que foi feito especialmente para a Independente, não tem disputa, samba construído em cima do enredo, com o Pê Santana que faz parte da escola, tem a cara da escola. Teve esse cuidado de colocar pessoas que iam realmente transmitir a mensagem que a escola quer passar na avenida”.

O carnavalesco Amauri Santos também falou sobre o samba: “O compositor é o André Diniz e o grupo dele. Quando retornei para a escola, o Pê Santana, nosso intérprete oficial estava fazendo esses contatos no Rio de Janeiro. E para mim é um grande prazer, pois sou do Rio, e tenho André como um ídolo da composição de sambas. O samba está aguerrido, diz a que veio, está forte, vai pegar bastante”.

Divulgado neste meio de agosto, mas foi definido há um mês no Rio de Janeiro, e tiveram apenas ajustes para a divulgação oficial neste sábado, 13 de agosto.

Novo intérprete também do Rio de Janeiro

Reforço da Independente Tricolor, anunciado nesta semana, Lico Monteiro falou sobre o primeiro contato com a comunidade: “Hoje é o primeiro contato com a escola. A Independente está retornando para o Grupo Especial, e agradecer o presidente Batata, toda ala musical, Pê Santana, diretor Maurício, baianas, velha guarda. É uma oportunidade, um grande desafio. Conduzir o microfone com o Pê, uma pessoa que já trabalhei na X9 Paulistana, e tenho certeza que 2023 será mais um carnaval inesquecível para a Independente Tricolor e estamos juntos para somar”.

Sobre a apresentação do samba-enredo, Lico foi direto: “Um grande samba, parabenizar os compositores do samba. O Carnavalesco Amauri também, mais uma vez estamos trabalhando, vindos do Rio de Janeiro, e agora trabalhando aqui na Independente. Foi uma grande apresentação, a escola interagiu bastante, vai ser um sucesso na avenida”.

Mestre de bateria e sua estreia

Vindo do Uirapuru da Mooca que disputou o Acesso II em 2022, o mestre Cassiano Andrade revelou sobre sua chegada na Independente Tricolor: “A impressão que eu tive foi boa, pessoal recebeu de braços abertos. A bateria entendeu o novo projeto, a nova característica da bateria. Tudo muito bem, estamos dois meses e meio de ensaio, primeira festa com a comunidade. Estou um pouco ansioso para esse momento, estamos confiantes com o nosso trabalho. E vamos traçar um objetivo muito maior”.

Substituindo Klemen Gioz que marcou seu nome na Independente Tricolor, Cassiano falou sobre mudança de casa e seu estilo frente a bateria Ritmo Forte: “Cada casa é uma casa, porém o Cassiano é o mesmo. Gosto de uma bateria sempre pesada, indiferente se vou mudar a característica em um instrumento ou não, gosto da bateria mais pesada, com firmeza, para o pessoal poder dançar. Senão a baiana não gira, a passista não dança”.

Mestre Cassiano comentou sobre o enredo: “É um enredo muito bom, muito forte. Vamos colocar a bateria fazendo jus ao enredo, vamos vir forte”, e finalizou falando sobre não ter diferença de grupo: “Muda nada. Pois quem faz bateria, faz bateria com amor, independente do grupo, você vê Mestre fazendo bateria em grupo pequeno, com amor muito grande, e o carinho que se tem com bateria, é em geral. Em qualquer lugar, onde seja, se for em uma garagem, na UESP, Acesso II, no Acesso I, Especial, bateria se faz com amor. Não muda nada, é a mesma garra”.

Casal busca mais ensaios para manter nota 40

O casal com o mestre-sala Jefferson Antony e a porta-bandeira Thais Paraguassu permanece na escola para 2023, depois de conseguir nota 40 no Grupo de Acesso em 2022, e para manter notas o ritmo de ensaios será dobrado: “Tem o peso do nome, Especial, e a adrenalina, o friozinho é maior. A Thais é veterana no Grupo Especial, eu serei minha estreia. Tem aquela sensação de ‘Meu Deus’, ou vai ou racha. Mas a gente é dedicado, esforçado, e acreditamos em cada um. Eu acredito nela, e ela em mim. Acreditamos no trabalho, então tudo vai fluir maravilhoso e estamos bem ansiosos para começar. E hoje é o play do nosso novo carnaval. Podem esperar entrega, dedicação, sorriso e amor”, disse o mestre-sala.

Thais reforçou que cada ano é diferente, e com mudanças na coreografia, seguindo o ritmo da nova bateria e também do novo enredo: “É tudo no ensaio, realmente, é um samba novo. Tem coreografia nova, e para a coreografia nova tem muito mais ensaio. É o ensaio, é o que a gente faz para trazer a nota que a escola tanto deseja, principalmente, agora que subimos para o Grupo Especial e queremos permanecer. É muito trabalho, físico, psicológico, alimentar e seguir em frente que vai dar tudo certo”.

Presença da Nenê de Vila Matilde

Após o anúncio do enredo e do samba-enredo, o Nenê de Vila Matilde, escola tradicional do carnaval paulista e que acaba de voltar ao Grupo de Acesso I, assumiu o espaço da bateria da Ritmo Forte, o palco e a pista da quadra, cantando assim sambas históricos de sua comunidade em uma interação marcante na Independente Tricolor.

- ads-

Confira a sinopse do enredo da Imperatriz Leopoldinense para o Carnaval 2025

O texto que apresento como enredo é fruto da escuta. Ele nasce da condição de ouvinte da sabedoria ancestral daqueles que guardam nas palavras...

Unidos de Bangu anuncia enredo em homenagem à resistência da Aldeia Maracanã no Carnaval de 2025

Símbolo de resistência na cidade do Rio de Janeiro, localizada nas proximidades do antigo Museu do Índio e ao lado do estádio do Maracanã,...

Diretor fala do pioneirismo da Mocidade ao abrir a nova terceira noite de desfiles do Grupo Especial em 2025

A Mocidade foi a décima colocada no carnaval deste ano. A expectativa para o próximo carnaval era de participar normalmente do sorteio da ordem...