InícioGrupo EspecialCom frota de chassis renovada, presidente da Portela revela construção do desfile...

Com frota de chassis renovada, presidente da Portela revela construção do desfile mais cedo para o Carnaval 2024

Dirigente elogiou o trabalho da dupla de carnavalescos: 'é de excelência e que vai colocar a gente na disputa pelo título, não tenho dúvida'

Mais uma vez, a Portela será a segunda escola a desfilar na segunda-feira de carnaval. Para 2024, o presidente Fábio Pavão, em entrevista ao CARNAVALESCO, revelou que a azul e branco de Oswaldo Cruz e Madureira começou mais cedo a preparação para o desfile.

Foto: Nelson Malfacini/CARNAVALESCO

“A função da Portela, independente da ordem de desfile, é brigar pelo campeonato. Esse último ano, nós tivemos uma série de problemas. Para o ano que vem, nós começamos o processo de construção do desfile mais cedo, já iniciamos o trabalho de alegorias, que estão na ferragem; confecção de protótipos; já vamos começar disputa de samba… Nós estamos antecipando as etapas do processo para ter um pré-carnaval mais tranquilo. Tenho certeza que o trabalho da nossa dupla de carnavalescos, Antônio Gonzaga e André Rodrigues, fará um excelente trabalho. Eles vem demonstrando isso a cada passo que a gente executa, que é um trabalho de excelência e que vai colocar a gente na disputa pelo título, não tenho dúvida. Renovar a nossa frota de chassis, de alegorias, é uma forma de impedir falhas como essa que aconteceu em 2022. Estamos trabalhando nisso. Significa mais segurança, mais confiança para o componente, para o desfilante”.

O dirigente brincou por mais uma vez desfilar como segunda escola de segunda-feira. “Já são três anos seguidos a Portela sendo a segunda de segunda-feira. Nesta década, só desfilamos nesta posição. Estar na segunda-feira é importante, é o que a gente pretendia, porém eu não vou negar que a gente queria ficar do lado dos Correios. Afinal, é onde a estrutura é melhor, a organização é superior, a gente concentra com mais tranquilidade, não tem o viaduto pra atrapalhar na curva… Mas a gente tem que desfilar no horário e ordem que o sorteio determinar. Nossa primeira meta era ficar na segunda-feira e conseguimos. Agora é preparar mais um Carnaval para ser segunda de segunda (risos)”.

Pavão também citou o lado de concentração e que o portelense já resolveu a questão de montagem da estrutura de desfile.

“Em relação a armação, no Balança este ano não tivemos problema nenhum. Os problemas foram outros em 2023. A dificuldade com o viaduto foi do ano que fizemos o enredo do Baobá, em 2022, que ali sim, em mais de uma dezena de elevações que nós tínhamos, tivemos problema com uma delas, o que gerou um acidente que prejudicou a colocação da escola. No último Carnaval, a gente já conseguiu corrigir isso, as elevações funcionaram tranquilamente, sem problema humano nessa parte específica, e vamos trabalhar para que esse cenário se repita em 2024”.

- ads-

Leandro Vieira confiante: ‘Quem quer disputar título faz carnaval para ser campeão qualquer dia’

A Imperatriz Leopoldinense, vice-campeã do Grupo Especial em 2024, será a segunda escola a desfilar no domingo de carnaval no ano que vem. A...

Superliga marca desfiles da Série Prata na Intendente Magalhães para os mesmos dia do Grupo Especial

A Superliga, que comanda a Série Prata e a Série Bronze, anunciou na noite de quinta-feira, que após reunião plenária, ficou decidido que os...

Novo presidente da Riotur cita aumento na procura por hotéis com mais um dia de desfiles no Especial

Patrick Correâ é o atual presidente da Riotur, após ter assumido o cargo dez dias atrás, no lugar de Gustavo Mostof. O novo presidente...