InícioGrupo Especial'Carnaval de 2024 tem tudo para ser o melhor dos últimos anos',...

‘Carnaval de 2024 tem tudo para ser o melhor dos últimos anos’, diz Luís Gustavo Mostof, vice-presidente da Riotur

De acordo com o vice-presidente da Riotur, Luís Gustavo Mostof, a ideia é incluir a data do Dia Nacional do Samba no calendário oficial de eventos do Rio e da Cidade do Samba

Criados em 2022 após a pandemia, os minidesfiles foram ainda mais especiais neste ano: o espetáculo entrou no calendário da celebração do Dia Nacional do Samba, anualmente em 2 de dezembro. Realizado na Cidade do Samba ao longo de dois dias – sexta-feira e sábado, o evento reuniu as 12 escolas do Grupo Especial. Além disso, a edição deste ano teve show de Diogo Nogueira, roda de samba do Beco do Rato, Cordão da Bola Preta e apresentação do Cacique de Ramos.

Foto: Thiago Valladares/Divulgação Rio Carnaval

Neste ano, a Cidade do Samba recebeu mais público que o comum. Isso porque além dos mini desfiles, 2023 marcou o novo formato do concurso de Rainha do Carnaval e Rei Momo. A proposta é, de acordo com ele, valorizar o carnaval, fortalecer o turismo e criar mais uma data de eventos para a Cidade do Samba. De acordo com o vice-presidente da Riotur, Luís Gustavo Mostof, a ideia é incluir a data no calendário oficial de eventos da Cidade do Samba.

“Com certeza. já faz parte (minidesfiles) do calendário fixo da Cidade do Samba e vai se tornar cada vez mais um atrativo da cidade, para que turistas possam, no mês de dezembro, nos visitar e participar de um evento tão importante como esse. Foi um ano que conseguimos efetivamente tirar do papel algumas ideias que tínhamos. No concurso de rainha e Rei Momo a gente transmitiu a possibilidade de que ao longo de todos os quatro cantos do Rio de Janeiro todas escolas pudessem participar. Estamos conversando com o Gabriel (David), porque todo ano nós tentamos inovar em alguma coisa”, explica.

Foto; Alexandre Macieira/Riotur

O minidesfile também marcou o lançamento do álbum oficial de sambas-enredo do Grupo Especial de 2024. A ordem de apresentação seguiu a sequência de desfiles. No primeiro dia, passaram pela Cidade do Samba Porto da Pedra, Beija-Flor, Salgueiro, Grande Rio, Unidos da Tijuca e a atual campeã Imperatriz Leopoldinense. No sábado foi a vez da Mocidade Independente de Padre Miguel, Portela, Vila Isabel, Mangueira, Paraíso do Tuiuti e Viradouro. Mostof citou que o sambista comemorou em grande estilo o Dia Nacional do Samba.

“Foram dois dias de evento que fizeram o sambista celebrar ainda mais esse dia tão importante. Em conjunto com a Liesa pensamos em inovar um evento que já era tradicional com a reabertura do carnaval após a pandemia. A partir daí, em conjunto com a Liga, estudamos a possibilidade de incluir algumas atrações para que o Dia Nacional do Samba pudesse ser comemorado em grande estilo. Assim, desenhamos a participação de grandes artistas do samba, como Diogo Nogueira, Mosquito e a roda de samba do Beco do Rato. Ainda introduzimos a corte LGBTQIAPN+ do carnaval de 2024”, conta o vice-presidente da Riotur.

Preparativos para 2024

Agora, antes mesmo do réveillon, os preparativos para os desfiles do ano que vem já tiveram início. Isso porque em 6 de janeiro, uma semana após a virada do ano, os ensaios técnicos começam na Marquês de Sapucaí e vão até o início de fevereiro. Para a Riotur a expectativa é de um grande público ao longo de seis finais de semana de treinos na Passarela do Samba. A pouco mais de dois meses para o início dos desfiles, para Mostof, a avaliação para o carnaval de 2024 já é positiva. Além dos ensaios técnicos, o início de 2024 também será marcado pelos blocos de rua.

Luís Gustavo Mostof, diretor de operações da Riotur

“O carnaval de 2024 tem tudo para ser o melhor dos últimos anos. Grandes sambas-enredo estão sendo apresentados, as escolas estão se preparando muito bem e a Avenida está bem consolidada em termos de venda de ingressos – quase tudo já foi vendido. Ainda temos o carnaval de rua, que está se desenhando para ser também uma das nossas principais atividades ao longo de 30 dias. Logo após o réveillon já teremos os ensaios técnicos e teremos os blocos de rua. Isso faz com que a cidade, que é vocacionada para esse tipo de evento, receba cada vez mais turistas”, conta Mostof.

A Série Ouro marca o início dos ensaios no Sambódromo. No dia 6 de janeiro, um sábado, União Parque Acari, Arranco, Império da Tijuca e Estácio de Sá abrem a sequência de treinos. No dia seguinte é a vez do Grupo Especial: Entram na Avenida a Porto da Pedra e a Mocidade. A programação completa de ensaios técnicos da Série Ouro (aqui) e do Grupo Especial (aqui) está disponível no site CARNAVALESCO.

- ads-

Orgulho do Brasil! Carnaval 2024 do Rio trouxe R$ 5 bilhões para cidade, movimentou 8 milhões de pessoas e gerou 50 mil empregos

Em coletiva na sede da Riotur, na manhã desta quarta-feira, a Prefeitura do Rio, através da Riotur, apresentou os expressivos números do Carnaval 2024...

Igor Sorriso é o novo intérprete do Salgueiro

O Salgueiro anunciou nesta quarta-feira a contratação do intérprete Igor Sorriso. Veja abaixo o comunicado da escola. "Com coração transbordando emoção anunciamos a chegada do...

Mangueira anuncia renovação dos intérpretes para o Carnaval 2025

A Estação Primeira de Mangueira anunciou na tarde desta quarta-feira a renovação dos cantores Marquinhos Art Samba e Dowglas Diniz para o Carnaval 2025....