Intérprete da Mangueira do Amanhã e a mulher mais nova a compor o carro de som da Estação Primeira de Mangueira, a jovem Cacá Nascimento, de apenas 16 anos, e uma das vozes mais talentosas do samba e da música popular brasileira, fará seu primeiro show solo. Cacá Nascimento e elas será no dia 4 de julho, a partir das 19h, no teatro Noel Rosa, que fica na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Os ingressos têm preços populares e podem ser adquiridos pela plataforma Sympla.

Foto: Divulgação

O show será uma homenagem a todas as mulheres que influenciaram o amor de Cacá pela música. Cacá vai reverenciar Elis Regina, Clara Nunes, Alcione, Gal Costa, e, inclusive, uma senhora de muito respeito: A Estação Primeira de Mangueira, que completou 96 anos em abril. E como esperado, o espetáculo terminará em samba com a presença da bateria da Mangueira.

“A ideia de homenagear as mulheres da música popular brasileira e do samba sempre bateu muito forte no meu coração. Sempre fui cercada a minha vida inteira por grandes mulheres. Sempre escutei desde pequena Alcione, Maria Bethânia, Gal Costa, Dona Ivone Lara, … Essas mulheres influenciam muito em minha vida, assim como devem ser referência de outras pessoas e grandes artistas. Sempre fui apaixonada por elas. Chegou a minha vez de prestar a minha homenagem”, explicou Cacá Nascimento.

O show será voz, violão e apenas um instrumento de percussão. Cacá também receberá duas convidadas especiais: Nina Rosa e Áurea Martins. Os ingressos custam apenas R$30 (inteira), R$15 (meia entrada) e R$10 (estudantes da UERJ).

O jovem talento verde e rosa

Cacá Nascimento, desde muito cedo, demonstrou uma paixão arrebatadora pela música e pela dança. Com dois anos, numa feijoada da Mangueira, Cacá ficou encantado com as luzes e sons e, a partir dali, começou a sonhar em fazer parte daquele universo.

Sua jornada artística começou no G.R.E.S. Estação Primeira de Mangueira. Com apenas 11 anos, foi convidada a cantar o samba enredo da Mangueira no carnaval de 2019, o campeão Histórias para ninar gente grande, ainda durante a escolha do samba.

Neste desfile histórico, Cacá fez parte da Comissão de Frente, representando a jovem Marielle Franco, e arrebatou o Estandarte de Ouro, na categoria Destaque Popular.

“Desde pequena sempre tive vontade de ser artista, de cantar, de trabalhar com o que amo: música, dança, …Tudo que está acontecendo na minha carreira é um sonho. São conquistas, são vitórias. Minha função no palco é espalhar todo este sentimento que a arte nos traz”, conta Cacá.

A partir daí Cacá começou a ser reconhecida não apenas pela comunidade mangueirense, mas por todo o cenário musical brasileiro. Ela conquistou visibilidade nacional ao participar do programa The Voice Kids 2019, da TV Globo.

O diamante da Mangueira já participou dos shows de verão da Mangueira e cantou ao lado de grandes nomes da música brasileira como Alcione, Chico Buarque, Maria Bethânia, Leci Brandão, Pretinho da Serrinha e Mart’nália.

Além de cantora e intérprete, Cacá foi a mais jovem compositora a assinar um samba enredo em 2023. Cacá concorreu na disputa da Verde e Rosa para o carnaval 2024.

Atualmente, o samba e a MPB estão na vida de Cacá. Ela participa de várias rodas de samba, shows na quadra da Mangueira, e seus vídeos já contam com mais de 50 mil visualizações em seu canal do Youtube, e já tem mais de 20 mil seguidores nas redes. Uma verdadeira legião de fãs fiéis. Cacá Nascimento já trabalha na escolha do repertório do seu primeiro álbum.

SERVIÇO
Cacá Nascimento e Elas – Uma homenagem às mulheres do samba e da MPB
Data: 4 de julho (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: Teatro Noel Rosa, na UERJ
Ingressos: R$30. Meia-entrada: R$15. Estudantes da Universidade pagam R$10.