InícioGrupo EspecialVira, virou! Hora do resgate da Mocidade! Casal Lage emocionado com recepção...

Vira, virou! Hora do resgate da Mocidade! Casal Lage emocionado com recepção na quadra: ‘Reiniciar a história’, diz Renato

Para Renato Lage, esse retorno para Mocidade significa reviver um 'filmaço'

O casal Renato e Márcia Lage está de volta ao carnaval. Na tarde do último domingo, na Vila Vintém, a dupla foi apresentada oficialmente como a responsável pelo desfile de 2025 da Mocidade Independente de Padre Miguel. Eles chegam para substituir Marcus Ferreira, que foi responsável pelo desfile deste ano, sobre o caju, no qual a escola terminou em 10º lugar. Renato Lage, um dos maiores carnavalescos da história, retorna à escola onde ajudou a criar uma identidade nos anos 1990. Em seus 13 carnavais na Mocidade, Renato conquistou três títulos: o bicampeonato em 1990-91 e em 1996. Além disso, seus desfiles são cultuados, especialmente na época em que a escola da Zona Oeste rivalizava com a Imperatriz Leopoldinense.

Foram anos de glória, nos quais Renato consolidou seu nome na história do Carnaval como um dos artistas mais criativos do universo das escolas de samba. Renato esteve na Mocidade entre 1990, quando estreou com o título, e 2002. Em seguida, mudou-se para o Salgueiro, onde trabalhou com Márcia. Depois de passagens sem grande destaque pela Grande Rio e Portela, ficou sem escola em 2024 e agora retorna à Estrela Guia.

Foto: Maria Clara Marcelo/CARNAVALESCO

Márcia descreveu em entrevista exclusiva ao site CARNAVALESCO seu retorno à Mocidade como um looping enlouquecido, uma montanha-russa de emoções. Ela se sente impactada por muitas histórias e emoções ao voltar após 24 anos, revendo a quadra e reencontrando pessoas da época. É prazeroso e emocionante, mas também vem com a responsabilidade de corresponder às expectativas da Mocidade. Ela vê esse encontro como muito aguardado, um reencontro de alma, sentindo-se em casa na escola onde foi muito feliz.

“É um looping enlouquecido, eu não gosto de montanha-russa não, mas eu estou vivendo uma montanha-russa. Não tem nem como eu encontrar uma palavra que defina, é muita história aqui dentro, foram 13 anos e você retorna depois de 24 e vê uma quadra, parece que eu estou sendo assombrada por muita história, muita emoção, muito carinho, reencontrando pessoas da época da gente, está sendo muito prazeroso. E ao mesmo tempo, aquela expectativa que a gente vai começando a criar dentro da gente de corresponder à expectativa da Mocidade. Eu acho que esse encontro é um encontro muito aguardado, e é um encontro de alma, eu fui muito feliz nessa escola, eu estou em casa”.

Para Renato, esse retorno significa reviver um “filmaço”. Ele associa a quadra da escola à história icônica da Mocidade, onde foram conquistados vários carnavais e alegrias. Essa volta representa reiniciar uma história que já passou, mas com o objetivo de manter a identidade e atmosfera da Mocidade. Ele está determinado a preservar esse clima e essa identidade enquanto dá continuidade à trajetória da escola:

“Está passando um filmezinho, filmezinho não, um filmaço, porque, inclusive, fizeram essa apresentação hoje aqui nessa quadra, que para mim é uma quadra icônica da escola, é aqui que a Mocidade conquistou vários carnavais, várias alegrias, essa quadra é histórica para Mocidade e para o carnaval também. Essa volta é assim, para gente reiniciar uma história que passou lá, mas a gente vai tentar dar continuidade a esse clima, essa atmosfera que a Mocidade tem, a identidade, vamos tentar isso”.

Conheça o enredo da Mocidade Independente de Padre Miguel para o Carnaval 2025

Márcia revelou como surgiu o enredo e as expectativas para o Carnaval 2025: “O enredo, nós fomos chamados pelo Rogério, com a intenção de resgate daquela Mocidade. Assim, encomenda dada, encomenda feita. E, de um certo modo, o pessoal da Independente se identificava com as nossas viagens. Também era um anseio da comunidade. Então, em primeira mão, era atender essa demanda. Porque eu sinto assim, todos muito felizes, tão confiantes que a gente vai botar aquela coisa. Mas isso dá um medo porque é uma responsabilidade muito grande de você chegar lá e corresponder a tanta ansiedade, a nossa e a deles para receber esse produto, mas tranquilo, vambora”.

- ads-

Beija-Flor de Nilópolis confiante no sorteio da ordem dos desfiles para o Carnaval 2025; Selminha Sorriso quer a segunda-feira

A maior campeã do Sambódromo, Beija-Flor de Nilópolis, tenta se reorganizar depois do oitavo lugar no Carnaval de 2024, o que tirou a escola...

Barracão da Vila Isabel recebe visita de secretário do maior complexo de museus e pesquisa do mundo

O barracão da Unidos de Vila Isabel recebeu na terça-feira a visita de Lonnie G. Bunch III, secretário da Smithsonian Institution, o maior complexo...

Grande Rio deseja vir segunda ou terça de carnaval para buscar segundo título

Após um desfile de muitas inovações, principalmente, em relação ao uso da luz do Sambódromo, a Grande Rio se prepara para 2025, com grandes...