InícioSérie OuroVigário Geral grava seu samba oficial para o álbum da Série Ouro...

Vigário Geral grava seu samba oficial para o álbum da Série Ouro e presidente projeta ensaios no Parque Madureira

'Colocamos o ritmo no andamento mais cadenciado para valorizar o samba', disse o mestre Luygui Silva Bellycoff

A Acadêmicos de Vigário Geral foi a primeira escola a gravar seu samba-enredo oficial para o desfile da Série Ouro no Carnaval 2022, na manhã desta quinta-feira, no M&C Estúdio, e o site CARNAVALESCO acompanhou todo o trabalho. A obra foi encomendada para os compositores Júnior Fionda, Fagundinho, Luis Carlos D’avenida, Marcelinho Santos, Domenil Santos, Robert Farrow, Luiz Pião, Gigi da Estiva, Fadico, Romeu, Felipe Revelação, Silvana, Rodrigo Shumacher e Carlinho Ousadia. Xande de Pilares tem participação especial. * OUÇA AQUI O SAMBA AINDA NA VERSÃO DA ESCOLA

Em 2022, a Vigário Geral levará para Avenida o enredo “Pequena África: Da Escravidão ao Pertencimento – Camadas de Memórias entre o Mar e o Morro”. O intérprete Tem-Tem Jr falou sobre o samba e projetou o desfile do ano que vem.

“O samba foi muito bem aceito na escola. A diretoria aprovou de cara. Os compositores deram show na caneta. A escola está muito feliz. Nossa escola tem comunidade que canta forte. Estamos muito focados. Acredito que vamos fazer um grande desfile. Em 2020, a escola fez um desfilaço, o público e jurados não esperavam. Foram surpreendidos”.

O cantor explicou que busca realizar ensaios específicos para melhorar o desempenho do carro de som e da obra. “Estamos voltando devagarinho. Os ensaios de estúdio são bons para ‘limpar’ o canto. Já é minha essa cobrança. Trago experiência de outros carros de som que trabalhei. Sigo esse legado. É muito bom para trabalhar o profissional”.

Para o diretor de carnaval, Ney Lopes, o Neyzinho, a escola confia no samba-enredo, e, mesmo com todas dificuldades financeiras da Série Ouro, já foi possível produzir os protótipos das fantasias.

“A gente espera que a escola possa fazer um belo desfile. Temos um belo samba. Diante da pandemia, a escola trabalhou nossas redes do samba com o áudio do samba e a letra. Em novembro, vamos para os ensaios de quadra e em dezembro vamos para rua. Já terminamos os protótipos das fantasias e estamos na reprodução”, explicou o diretor de carnaval.

A presidente Elizabeth da Cunha Soares, a Betinha, revelou que pretende fazer os ensaios de rua no Parque Madureira, a partir do mês de dezembro.

“Vamos chegar com força total. O samba está na boca da comunidade. Como já vem desde o ano passado, a escola já conhece bem e espero muito dessa obra. Ainda não podemos ensaiar, mas estamos sempre em contato e a partir de novembro vamos abrir a agenda de ensaios. Queremos fazer, a partir de dezembro, os ensaios no Parque Madureira”, revelou a presidente.

Comandante da bateria, mestre Luygui Silva Bellycoff prometeu manter o trabalho muito bem realizado no desfile de 2020.

“Colocamos o ritmo no andamento mais cadenciado para valorizar o samba. Preparei uma bossa para o refrão do meio e está bem legal. Estamos ensaiando, de 15 em 15 dias, com os ritmistas. Vamos com 220 componentes. Podem esperar uma bateria bem madura no desfile”, garantiu o mestre.

- ads-

Jackson Carvalho, Marcelinho Emoção e Fabão Rodrigues assumem Comissão de Harmonia no Arranco

Para o Carnaval 2025, o Arranco contará com uma Comissão de Harmonia formada por Jackson Carvalho, Marcelinho Emoção e Fabão Rodrigues. Jackson Carvalho começou sua...

Vizinha Faladeira será homenageada com conjunto de Medalhas de Mérito Pedro Ernesto

No próximo dia 23 de abril, a histórica Associação Recreativa Escola de Samba Vizinha Faladeira, uma das pioneiras no cenário do carnaval carioca, terá...

Jorge Silveira exalta preparação da Mocidade Alegre para ganhar duas categorias no Estrela do Carnaval: ‘São Paulo cada vez mais competitivo’

Em 2024, a Mocidade Alegre foi bicampeã do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, conseguindo unir beleza e facilidade de leitura para tratar...