InícioGrupo EspecialSinopse do Império Serrano sobre Arlindo Cruz para o Carnaval 2023

Sinopse do Império Serrano sobre Arlindo Cruz para o Carnaval 2023

No dedilhar das cordas, nascia o músico e, nos festivais, o compositor.

A luz de Candeia (1) iluminou o caminho, que o levou ao seu lugar.

Onde fica esse lugar?

Fica no samba de roda, na roda de amigos, num bloco de caciques (2) brincando o carnaval.

No fundo de quintal (3), onde o “bom aprendiz” (4), recebeu a maior “Lição de Malandragem” (5): a de ser um artista popular.

Junto ao partido-alto, ao batuque e ao pagode.

Em Madureira, sorriso, paz e prazer de um suburbano nato orgulhoso, do povo do gueto, dos becos e vielas.

Na fé de quem tem o corpo fechado. Na arte que vem do batuque dos terreiros, na tradição dos tambores de Xangô. Na herança cultural e religiosa que dá o tom de sua música.

Dentro do coração de um romântico Orfeu, senhor e cativo nas artes da paixão.

Em plena passarela, na “festa da massa” (6), que cantava seus hinos, onde imperou sua porta-bandeira, o grande amor.

No glorioso Império Serrano, que, com a proteção de São Jorge Guerreiro, também retorna ao seu verdadeiro lugar.

A recordar aquarelas de Silas, Mano Décio da Viola, com Beto Sem Braço, Aluísio Machado e Roberto Ribeiro. Está na Rainha Ivone, cantando ao alvorecer e lembrando que a Pérola Negra (7) passou por aqui.

Está no palco com os amigos de sempre, seus parceiros e intérpretes.

O lugar de um “sambista perfeito” (8), neste show que jamais se encerrará. (9)

Concentra-se na força desse homem que nada derruba e sabe que “ainda é tempo pra ser feliz”. (10)

Esse lugar se encontra, enfim, em um de seus versos: “Sou eu, sou eu, sou eu, sou eu”.

Carnavalesco – Alex de Souza
Editor e pesquisador – Leonardo Lichote

1 Antônio Candeia Filho, mais conhecido como Candeia (Rio de Janeiro, 17 de agosto de 1935 — Rio de Janeiro, 16 de novembro de 1978), foi um sambista, cantor e compositor brasileiro. Considerado por Arlindo Cruz, seu padrinho musical.
2 O Cacique de Ramos é um dos mais conhecidos e tradicionais blocos de carnaval do Rio de Janeiro.
3 Fundo de Quintal é um grupo de samba brasileiro formado no Rio de Janeiro na década de 1970. Surgido a partir das rodas de samba na quadra do bloco carnavalesco Cacique de Ramos.
4 Compositores: Arlindo Cruz/ Arlindo Neto.
5 Primeiro samba de Arlindo Cruz a ser gravado, em LP de David Corrêa de 1981. É uma parceria de Arlindo com Rixxa.
6 Referência a “A Festa é da Massa”, samba gravado por Arlindo Cruz. Compositor: Jorge Aragão.
7 Jovelina Pérola Negra, Jovelina Farias Belfort, foi uma cantora e compositora brasileira.
8 Compositores: Arlindo Cruz/ Nei Lopes.
9 Referência a “O show tem que continuar”. Compositores: Arlindo Cruz/ Luiz Carlos da Vila/ Sombrinha.
10 Trecho da letra de “Quem Sabe de Mim sou Eu”. Compositores: Arlindo Cruz/ Marquinhos PQD/ Sombrinha.

- ads-

Orgulho do Brasil! Carnaval 2024 do Rio trouxe R$ 5 bilhões para cidade, movimentou 8 milhões de pessoas e gerou 50 mil empregos

Em coletiva na sede da Riotur, na manhã desta quarta-feira, a Prefeitura do Rio, através da Riotur, apresentou os expressivos números do Carnaval 2024...

Igor Sorriso é o novo intérprete do Salgueiro

O Salgueiro anunciou nesta quarta-feira a contratação do intérprete Igor Sorriso. Veja abaixo o comunicado da escola. "Com coração transbordando emoção anunciamos a chegada do...

Mangueira anuncia renovação dos intérpretes para o Carnaval 2025

A Estação Primeira de Mangueira anunciou na tarde desta quarta-feira a renovação dos cantores Marquinhos Art Samba e Dowglas Diniz para o Carnaval 2025....