Estreante no Grupo Especial do Rio de Janeiro, o carnavalesco Sidnei França, vencedor em São Paulo, chega na Mangueira para desenvolver o enredo “À Flor da Terra – No Rio da Negritude Entre Dores e Paixões”. O artista falou sobre a proposta para o desfile do ano que vem da Verde e Rosa.

”O entendimento da nossa terra revela a verdade sobre corpos assolados pelo apagamento de sua identidade preta. A alma carioca, atrevida por essência e banhada da ancestralidade bantu, é forjada por tantas dores e paixões, carregando na memória a cruel violência, mas também as experiências revolucionárias de liberdade, que nos ensinam a desafiar a morte, celebrar a vida e fazer carnaval!”, destaca França.

Idealizado pelo carnavalesco Sidnei França, o enredo do Mangueira vai explorar as pesquisas que buscam desde os registros de milhões de escravizados, um resgate e uma valorização dos saberes e fazeres banto no Brasil até a construção de um cotidiano carioca a partir de suas violências e prazeres que traz à tona um olhar sobre as experimentações das camadas populares e invisibilizadas nas práticas socioculturais da cidade.

Conheça o enredo da Mangueira para o Carnaval 2025