InícioIntendenteLins ImperialSegunda alegoria da Lins Imperial quebra, mas componentes mostram confiança

Segunda alegoria da Lins Imperial quebra, mas componentes mostram confiança

Segunda agremiação da Série Ouro a desfilar na sexta-feira, dia 17 de fevereiro, a Lins Imperial levou para a Sapucaí a vida e a história de João Francisco dos Santos, a Madame Satã. Com o enredo “Madame Satã: Resistir para Existir”, o desfile ecoou as vozes de ativistas negros e da comunidade LGBTQIA+.

O segundo carro alegórico da escola, nomeado “A Lapa de Madame Satã”, pretendia mostrar sua figura quando foi coroada “rainha negra da boemia carioca”, como definiu o historiador americano James Green. Detalhes extravagantes representavam uma Lapa noturna, cheia de bares e acompanhada de um clima sedutor.

Para Greicy Darhk, de 33 anos, é gratificante homenagear uma pessoa que quebrou tantas barreiras numa época difícil. “Se não fosse por Madame Satã, talvez eu não estivesse aqui, vivendo plenamente como um homossexual. Ele foi preso, humilhado e até apanhou, então nos defendeu antes mesmo de nascermos”, afirmou.

Wellington Souza, de 57 anos, compreende a Lapa como a malandragem dos cariocas. “Lá, todos se encontram e se misturam. Preto, branco, pobre, rico… Quem vai lá vibra na mesma sintonia”, comentou.

Infelizmente, minutos antes do desfile começar, a barra de direção da alegoria quebrou. Impossibilitada de transitar pela Avenida, apenas a parte que seria acoplada pode encerrar o terceiro setor.

Os componentes do carro foram retirados às pressas, mas acompanharam o desfile do chão. Mesmo com o nervosismo que a situação ocasionou, a escola seguiu confiante, levando a força do enredo para a sua apresentação.

- ads-

Salgueiro oferece curso gratuito sobre Imposto de Renda para Pessoa Física

O Projeto Salgueiro Social, do GRES Acadêmicos do Salgueiro, em parceria com o Centro Universário Internacional Signorelli, dá início neste mês de abril a...

Leia a sinopse do enredo da Portela sobre Milton Nascimento para o Carnaval 2025

Cantar será buscar o caminho que vai dar no Sol Uma homenagem a Milton Nascimento “Só quem toma um sonho Como sua forma de viver Pode desvendar o...

Três novos enredistas se juntam à equipe da Beija-Flor de Nilópolis para o Carnaval de 2025

A Beija-Flor de Nilópolis anuncia a chegada de três novos talentos que formam a equipe de enredistas para o Carnaval de 2025. Bianca Behrenda,...