InícioGrupo EspecialSalgueiro: apresentação muito forte da parceria de Pedrinho da Flor e performance...

Salgueiro: apresentação muito forte da parceria de Pedrinho da Flor e performance de destaque de Moisés Santiago

Apresentações das parcerias de Manu da Cuíca e Xande de Pilares também passaram bem no último sábado na Academia

O Salgueiro fez na noite do último sábado, em sua quadra, mais uma etapa da eliminatória de samba-enredo para o Carnaval 2024. O site CARNAVALESCO, através da série “Eliminatórias”, esteve presente. Abaixo, você pode conferir a análise de cada apresentação.

Foto: Anderson Borde/Divulgação Salgueiro

Ao todo, 10 parcerias se apresentaram e uma delas será cortada. O anúncio das obras que seguem na disputa será feito na próxima semana através das redes sociais da agremiação. Já a etapa seguinte do concurso ocorrerá no sábado que vem, dia 23 de setembro.

Parceria de Ian Ruas: O samba composto por Ian Ruas, José Carlos, Caio Miranda, Sonia Ruas Raxlen, David Carvalho e Gabriel Rangel foi o primeiro a se apresentar na quadra. Coube a Nêgo a responsabilidade de comandar o microfone principal, com o talento costumeiro ele contribuiu para que a obra passasse de forma fluida e com muita garra. A torcida levou bandeira nas cores da agremiação e apesar de ser possível ver alguns integrantes cantando com o apoio da letra, a maioria demonstrou saber o samba e acompanhou com bastante vibração, além do refrão principal, vale destacar os versos que antecedem o mesmo: “o amor só reconhece o que é comum a nossa história”. A adesão dos segmentos da escola foi modesta, apenas alguns harmonias cantaram.

Parceria de Tico do Gato: O samba assinado por Tico do Gato, R. Gêmeo, Sandro Compositor, Silvio Mesquita, Cesar Nascimento, Oscar Bessa, Tiãozinho do Salgueiro e Raphael Richaid foi o segundo a se apresentar. Os intérpretes Gilsinho e Nino do Milênio foram os cantores principais e comandaram uma torcida muito animada no início, além de numerosa, os integrantes levaram bandeiras quadriculadas nas cores do Salgueiro. A apresentação foi correta, não houve queda de rendimento, mas foi possível perceber o ritmo um pouco mais lento no final, o refrão principal foi a parte mais cantada. Não foi observado adesão por parte da escola.

Parceria de Moisés Santiago: De autoria de Moisés Santiago, Serginho do Porto, Gilmar L. Silva, Aldir Senna, Orlando Ambrósio, Marquinho Bombeiro, Wilson Mineiro e Gigi da Estiva, o terceiro samba a se apresentar na eliminatória salgueirense foi defendido por um time estrelado de cantores: Marquinho Art’samba, Wantuir e Serginho do Porto. A parceria que é atual campeã fez uma apresentação extremamente aguerrida, a torcida foi extremamente numerosa, eles levaram adereços que representam a mata, diferente do habitual, o efeito foi interessante, a parceria investiu também em grupos performáticos, o que também contribuiu para o espetáculo. O canto foi extremamente satisfatório, em alguns momentos os intérpretes paravam de cantar e o canto da torcida continuava alto. A obra possui refrões muito fortes e isso contribuiu para que a apresentação fosse forte do início ao fim, mesmo sem a presença da bateria durante a primeira passada.

Parceria de Fred Camacho: A quarta obra a se apresentar na quadra da Academia do Samba foi a composta por Fred Camacho, Paulo César Feital, Guinga do Salgueiro, Diego Nicolau, Fabrício Fontes, Daniel Rozadas, Claudeci Taberna e Francisco Aquino. Thiago Brito e Diego Nicolau foram os responsáveis por comandar a obra durante essa apresentação, no geral foi uma passagem muito positiva, com destaque para o refrão principal que foi cantado a plenos pulmões não só pela torcida, mas também por várias pessoas presentes na quadra, o refrão do meio, muito poético, também foi um destaque, alguns harmonias acompanharam a obra com empolgação. Não houve queda de rendimento e no final a torcida ainda se mostrava animada.

Parceria de Rafa Hecht: A obra de autoria de Rafa Hecht, Samir Trindade, Thiago Daniel, Clairton Fonseca, Michel Pedroza, Ribeirinho, Cléo Augusto e Domingos foi a quinta a se apresentar, coube a Wander Pires ser o intérprete oficial da obra, sempre excelente, ele comandou o samba com a habitual garra e contribuiu para o bom desempenho do mesmo. A torcida foi a menos numerosa até então e nem todos os componentes cantavam o samba, alguns apenas balançavam as bandeiras, porém a outra parte estava empolgada. O refrão do meio foi bem executado, assim como o principal.

Parceria de Leandro Thomaz: Na sequência, a sexta obra a se apresentar na eliminatória salgueirense foi a composta por Leandro Thomaz, Grazzi Brasil, Filipe Zizou, Myngauzinho, Marcelo Lepiane, Claudio Gladiador, Telmo Augusto e Micha. O intérprete oficial foi Zé Paulo Sierra, o cantor comandou com maestria a obra. Apesar de não ser numerosa, a torcida contribuiu para o bom desempenho do samba durante a apresentação, porém, foi observado alguns integrantes apenas balançando bexigas e bandeiras. Os versos que antecedem o refrão foram destaques, “voar nas asas de um Brasil mais verdadeiro”, assim como os refrões.

Parceria de Xande de Pilares: dando sequência às apresentações, a sétima parceria foi composta pelos compositores Xande de Pilares, Claudio Russo, Betinho de Pilares, Jassa, Jefferson Oliveira, Miguel Dibo, Marcelo Werneck e W Correa. O time responsável por defender o samba foi composto por Igor Sorriso, Leonardo Bessa e Igor Viana. Foi uma apresentação irretocável, do início ao fim o samba mostrou sua força e levantou até mesmo os camarotes, por ter dois refrões seguidos o samba se mantém forte em todo momento. A torcida extremamente numerosa e com vários ornamentos também contribuiu para que a obra passasse da forma exuberante que passou, foi possível perceber alguns harmonias interagindo em várias partes da apresentação.

Parceria de Pedrinho da Flor: A oitava obra a se apresentar foi a de autoria de Pedrinho da Flor, Marcelo Motta, Arlindinho Cruz, Renato Galante, Dudu Nobre, Leonardo Gallo, Ramon Via13 e Ralfe Ribeiro. Os responsáveis por defender a obra foram Tinga e Pitty de Menezes, a dupla mostrou muito entrosamento e foram peças fundamentais para que a apresentação chegasse à perfeição. A letra do samba é um protesto e foi possível sentir esse tom durante a apresentação, uma espécie de grito engasgado na garganta, a torcida, que já era numerosa, recebeu o reforço de algumas pessoas que estavam presentes na quadra. Definir uma parte do samba com mais destaque é injusto, o samba por inteiro se mostrou extremamente forte e vários segmentos da escola cantaram.

Parceria de Marcelo Adnet: Assinado por Marcelo Adnet, Benjamin Figueiredo, Rodrigo Gauz, Patrick Soares, Gilberth Castro, Edson Daffeh, Vagner Silva e Bruno Papão, o penúltimo samba a se apresentar na eliminatória salgueirense foi conduzido por Tem-Tem Jr Wictoria. Com a força do refrão do meio, a apresentação foi correta e mostrou um bom potencial, principalmente com a melodia da segunda parte da obra, que naturalmente induz ao canto, como na parte “Deixe o amor serenar, renascer e a bondade seguir correnteza”. A torcida estava numerosa e foi parte fundamental para que a apresentação fosse boa, durante todo o tempo a obra se manteve estável e não oscilou.

Parceria de Manu da Cuíca: Encerrando mais uma noite de eliminatória salgueirense, o último samba a se apresentar foi composto por Manu da Cuíca, Luiz Carlos Máximo, Buchecha Bil-Rait, Belle Lopes, Fabiano Paiva e Rodrigo Alves. O intérprete Bico Doce comandou o microfone principal e defendeu a obra. Apesar da pouca torcida, a apresentação foi muito forte e contou com muita empolgação, a sensação é que a torcida que estava presente realmente abraçou o samba, mesmo sendo a última parceira a se apresentar não faltou garra e vigor, a parte mais cantada foi o refrão do meio, apesar de ser todo composto por expressões indígenas isso não foi impedimento para a torcida.

- ads-

Excelência consecutiva no Salgueiro! Nota 80 em Harmonia, Alemão do Cavaco fala do trabalho no carro de som da escola

O samba-enredo do Salgueiro foi muito comentando no pré carnaval, sendo considerado um dos melhores da safra de 2024. A obra ganhou popularidade após...

Unidos de Vila Isabel abre inscrições para cursos gratuitos na quadra

A Unidos de Vila Isabel já está com inscrições abertas para a nova fase do projeto social conduzido por meio do Instituto Celeiro de...

‘Roteiro dos Desfiles’: 15 anos promovendo o carnaval da informação’

O Roteiro dos Desfiles vestiu a fantasia e trouxe seus destaques para mais uma edição exclusiva da publicação mais querida da Sapucaí. Celebrou seus...