Em entrevista ao CARNAVALESCO, o presidente da Mancha Verde, Paulo Serdan, contou que está praticamente certo o álbum de sambas-enredo do carnaval paulistano ter cada faixa gravada pela própria agremiação. Porém, ainda não há uma posição oficial da presidência da Liga-SP. Anteriormente, a Liga-SP produzia as gravações. Porém, com o objetivo de cortar gastos, cada escola pelo projeto gravaria sua faixa e entregaria à entidade e, assim, seria confeccionado o disco com as obras que irão para a avenida no carnaval de 2023. Esse modelo também foi feito em 2022.

Foto: Matheus Mattos/Site CARNAVALESCO

“Se mantiver o que foi tratado na última reunião, o presidente da Liga ainda não bateu o martelo, mas vai ser no mesmo formato. Cada escola vai gravar o seu samba, entregar para a Liga e assim será feito o CD. Nesse momento em que estamos passando financeiramente, as escolas e a Liga, é um formato mais adequado. Acho que vamos manter o que fizemos para 2022 esse ano”.

O formato gravado na Fábrica do Samba em 2018, 2019 e 2020 junto com os clipes, fez sucesso total e atingiu milhões de visualizações no YouTube.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui